Pular para o conteúdo principal

O presidente Nicanor Duarte, desesperado com a possibilidade de vitória de Fernando Lugo (foto) no próximo domingo, tenta criar pânico na população paraguaia. Esta semana ele disse que o ex-bispo estaria mancumunado com terroristas para colocar explosivos em estações de serviços. Lugo e seu vice Frederico Franco desafiaram Nicanor Duarte a provar o que disse e se colocaram à disposição da Justiça Eleitoral para qualquer investigação que os agentes fiscais queiram fazer a respeito.
Faltando apenas quatro dias para as eleições presidenciais , o Paraguai pega fogo e quanto maior é o desespero do Partido Colorado, mais cresce a possibilidade do bispo licenciado desbancar os discípulos do ditador Stroessner, há mais de 60 anos no poder.

E eu continuo pasmo com a indiferença com que a imprensa brasileira trata o fato político mais importante deste ano na América do Sul. Será que o Boris Casoy, agora na Band, vai entortar a boca para dizer que este comportamento da mídia brasileira , e latina como um todo, é uma vergonha?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eudes venceu a Covid e está em casa. Parabéns, grande santista!

O Eudes Januário, ex-secretário municipal do Meio Ambiente (gestão Zé Cláudio/João Ivo) ficou 51 dias na UTI do Hospital Municipal com a Covid 19. Foi entubado e passou por momentos difíceis. Hoje de manhã ele recebeu alta e já está em casa com a família. Venceu o coronavírus, o grande santista Eudes.

Eu e meu porque

De um amigo bolsonarista, que hoje me considera ex-amigo:"Por que você bate tanto no Bolsonaro?". Respondo: quem sou eu? Minhas críticas não exercem nenhuma influência sobre ninguém, a não ser sobre mim mesmo. Porém, me sinto no dever de exercitar minha consciência crítica, porque tudo o que não quero é cometer o pecado da omissão.

Tal pai, tal filho?

Mera coincidência ?
--------- Um professor da UEM ia todo sábado pegar filmes em uma locadora da Avenida Morangueira. Certo dia, durante um período eleitoral, ele chegou no balcão e escolheu um monte de fitas. Quando o funcionário relacionava os filmes que seriam levados pelo professor para devolução na segunda-feira , chegou o dono da locadora, vestindo uma camiseta com a sigla PT em vermelho no peito. Enfurecido, o professor deixou as fitas no balcão, saiu bravo e mandou que cancelassem sua ficha que ali não voltaria mais. Acreditem, a história é verídica. Nome do professor: Dalto Moro (+), que aliás foi meu professor de Geografia no curso de Estudos Sociais na UEM. Dalto, muito bom na matéria que lecionava, diga-se de passagem, nutria um ódio inexplicável do PT e seu líder máximo. Aliás , o mesmo ódio que nutre seu filho Sérgio, que anos mais tarde acabou colocando Lula na cadeia.