Pular para o conteúdo principal

"Pobre Paiçandu!"

A propósito da nota "Pobre Paiçandu" postada pelo Rigon em seu blog, uma moradora daquela cidade postou pitaco no meu blog com denúncias seríssimas contra a atual administração e a Câmara de Vereadores. Não publico o desabafo na íntegra porque a pessoa não se identificou, por razões que me parecem óbvias. Como ela passa informações precisas, detalhando fatos e até números de documentos comprometedores, também não posso passar batido. Então, reproduzo um trecho da nota do Rigon, acrescentando algumas informações importantes:

" O prefeito de Paiçandu, Nelson Daiane, já está no terceiro procurador jurídico desde que assumiu a cadeira, em acordo com os vereadores daquela cidade, no final de janeiro: em menos de três meses, ja foram três. O mais recente nomeado para o cargo (o decreto ainda não foi publicado) é um advogado que também é proprietário de um laboratório de análises da cidade e que já presidiu o Conselho Municipal de Paiçandu, além de ter um escritório de advogacia em Maringá.
Daiane também contratou os serviços do procurador da câmara municipal, a mesma que cassou seu antecessor, Moacyr José de Oliveira. Ele é contratado através do Instituto de Gestão de Assessoria Pública de Londrina (Igeap), por um termo de parceria de R$ 288 mil, assinado em fevereiro último".

Meu comentário: Pois é, o procurador da Câmara, que presta serviços também para o prefeito Nelson, seria professor TID/40 da UEM, ou seja, deditação exclusiva. Quanto ao termo de parceria com a oscip de Londrina, foi publicado no diário oficial do município (Jornal do Povo) no dia 29/02/08 mas com data retroativa a 1/02/08. A leitora do blog diz não entender como alguém pode ser contratado para prestar serviço a partir de uma data e receber por retroativo ao mês anterior.
O título "Pobre Paiçandu", tem tudo a ver com a realidade atual do vizinho município que, diga-se, ia muito bem com a administração Moacir.Essa cassação ainda vai dar muito o que falar. Na defesa que fez perante a Justiça, o prefeito Moacir anexa provas contundentes contra seus adversários. O bicho ainda vai pegar, ou como diria o inquieto Zago: vai é feder mesmo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Eudes venceu a Covid e está em casa. Parabéns, grande santista!

O Eudes Januário, ex-secretário municipal do Meio Ambiente (gestão Zé Cláudio/João Ivo) ficou 51 dias na UTI do Hospital Municipal com a Covid 19. Foi entubado e passou por momentos difíceis. Hoje de manhã ele recebeu alta e já está em casa com a família. Venceu o coronavírus, o grande santista Eudes.

Eu e meu porque

De um amigo bolsonarista, que hoje me considera ex-amigo:"Por que você bate tanto no Bolsonaro?". Respondo: quem sou eu? Minhas críticas não exercem nenhuma influência sobre ninguém, a não ser sobre mim mesmo. Porém, me sinto no dever de exercitar minha consciência crítica, porque tudo o que não quero é cometer o pecado da omissão.

Tal pai, tal filho?

Mera coincidência ?
--------- Um professor da UEM ia todo sábado pegar filmes em uma locadora da Avenida Morangueira. Certo dia, durante um período eleitoral, ele chegou no balcão e escolheu um monte de fitas. Quando o funcionário relacionava os filmes que seriam levados pelo professor para devolução na segunda-feira , chegou o dono da locadora, vestindo uma camiseta com a sigla PT em vermelho no peito. Enfurecido, o professor deixou as fitas no balcão, saiu bravo e mandou que cancelassem sua ficha que ali não voltaria mais. Acreditem, a história é verídica. Nome do professor: Dalto Moro (+), que aliás foi meu professor de Geografia no curso de Estudos Sociais na UEM. Dalto, muito bom na matéria que lecionava, diga-se de passagem, nutria um ódio inexplicável do PT e seu líder máximo. Aliás , o mesmo ódio que nutre seu filho Sérgio, que anos mais tarde acabou colocando Lula na cadeia.