28 de fevereiro de 2009

Que a vinda da ministra seja esclarecedora. Se ela vier, claro

Dilma Russeff se queixa da oposição que a quer impedir de viajar pelo Brasil para acompanhar de perto obras do PAC. Ela disse que só acompanhar por vídeo-conferência não basta,é preciso ir de corpo presente. Espero que ela venha a Maringá e aqui se inteire, de fato, sobre a verdade do PAC Santa Felicidade. Que pelo menos a ministra da Casa Civil ouça o Observatório das Metrópoles, para ter noção exata da fraude montada com o objetivo de conquistar R$ 25 milhões para um projeto de desfavelamento na cidade sem favelas. O PT local pode contribuir muito para que isso aconteça.

Justiça seja feita

"... em 1999 o então prefeito Jairo Gianoto manteve a exclusividade do transporte para a TCCC, quando um contrato de 15 anos foi assinado com a empresa e tem duração até dezembro de 2014, sendo que na época não houve licitação e foram ignoradas as constituições Estadual e Federal e ainda permitindo a sua prorrogação por mais 15 anos. Atualmente a quebra deste monopólio está prestes a acontecer e foi requerida pela vereadora Marly Martin na justiça, que ingressou contra este contrato".
. Do blog do Lauro Barbosa

PS: a Marly vem lutando contra o monopólio não é de hoje. Bem antes de se tornar vereadora, seu marido Wanderley já batia de frente com a TCCC, na condição de advogado do Malvezi, que lutava para colocar seus ônibus na cidade. Mas a quebra do contrato que Jairo prorrogou, com uma aprovação da Câmara na calada da noite, foi feita pelo prfeito José Claudio Pereira Neto e mantida pelo vice João Ivo, que assumiu com o falecimento do saudoso Zé. Justiça seja feita: foi a administração do PT que declarou nulo o contrato de 1951 e o aditivo de 1999. A licitação só não foi aberta no Governo Popular porque a empresa recorreu e o processo se arrasta na justiça, em esfera superior, até hoje.
Mais cedo ou mais tarde, a abertura de concorrência para novas empresas vai ocorrer. Mas a cidade precisa ficar atenta, porque o grau de comprometimento da atual administração com a TCCC é tão evidente, que a licitação a ser realizada deverá ser acompanhada muito de perto pela sociedade organizada, inclusive pelo Ministério Público. Quem sabe o Observatório Social e a Ser não acabam também, auxiliando a sociedade maringaense nesse processo?

27 de fevereiro de 2009

Posição de deputado provoca náuseas em Londrina

"Se você ainda não leu, leia abaixo o artigo do presidente do PV de Londrina, o advogado Marcos Colli, sobre o pensamento vivo do deputado federal Ricardo Barros (PP). É de dar náuseas".
. Do blog Paçoca com Cebola

PS: o texto é meio longo, mas reproduzo aqui um pequeno trecho, certamente a parte que provocou náuseas no amigo jornalista Cláudio Osti e claro, no presidente do Partido Verde:
"Ontem (26/02/09) estive na solenidade de posse do novo presidente do PHS de Londrina, Sr. Marco Cito, pessoa por quem tenho profundo respeito. Durante o evento, no entanto, tive oportunidade de ouvir um depoimento do deputado federal Ricardo Barros (PP) que, me parece, envergonha a classe política.

Na sua manifestação, o presidente nacional do PHS, Sr. Paulo Roberto Matos, desafiou o dep. Fed. Ricardo Barros a manifestar sua opinião com relação à questão do combate à corrupção na política brasileira. Ricardo Barros não se fez de rogado. Disse que não apóia essa forma de fazer política, pois entende que os políticos que se dizem “arautos da moralidade vão cair do cavalo”, pois, “em algum momento vão cometer um erro e não serão perdoados”, enquanto políticos, como ele, que não se colocam dessa forma, “podem errar sem serem cobrados”.

Disse ainda (em suas palavras): “faço política em meu favor, nunca contra ninguém”. Para dar exemplo de políticos que, na opinião dele, seriam sedizentes defensores da moralidade, citou o também deputado federal, Fernando Gabeira (PV), lembrando que o mesmo foi envolvido num seqüestro de um embaixador estrangeiro na época da ditadura militar, mas, que “agora posa de combatente da corrupção”, querendo, com isso, dizer que não há coerência na atuação política daquele deputado federal.

PS: Pois é, o deputado, que está em Londrina pilotando a campanha de Barbosa Neto, depois de ter comandado a de Belinatti, está surpreendendo os londrinenses, que pouco o conheciam. Mas para a gente que é de Maringá, que milita na imprensa há muitos anos e que tem um conhecimento razoável dos bastidores da política local, não há nenhuma novidade nisso. De tanto tomar engov, meu estômago já está blindado contra
certas coisas que o poderiam fazer revirar.

Que lá não seja como cá

"Serão iniciados na próxima segunda-feira (2), na sede da Aciap (Associação Comercial e Empresarial de Paranavaí) os trabalhos do Observatório Social de Paranavaí.
Na manhã desta quinta-feira (26), os membros da equipe, juntamente com o presidente, Maurício Gehlen, estiveram fazendo uma visita ao prefeito Rogério Lorenzetti em seu gabinete.
Na ocasião, foi apresentado o coordenador do observatório, Ênio de Paula Junior, que estará fazendo o intermédio entre a entidade e a prefeitura.
O Observatório Social é um órgão composto por voluntários, que atua como instrumento na busca da transparência na administração dos recursos públicos.
A premissa básica para ser um membro do Observatório é que a pessoa não tenha nenhum vínculo partidário. O grupo explica que não podem ter seu trabalho vinculado a partidos, assim como empresários que participam de licitações".

. Do blog do Joaquim de Paula


PS: tomara que o OS de Paranavaí não siga o exemplo do de Maringá, que usa sempre dois pesos e duas medidas quando é instado a falar de improbidade no poder político local. Aliás, estou curioso pra saber que tipo de respaldo o Observatório Social e a SER tem dado ao Ministério Público, nos vários procedimentos abertos contra a administração municipal. Será que mesmo no caso das denúncias envolvendo a Câmara, o Ariovaldo procurou o promotor Cruz para formalizar uma queixa? Alguém sabe me dizer como essas duas entidades se posicionaram em casos como o da ciclovia da Mandacaru? Do perdão de dívida para uma cooperativa médica? Da renúncia fiscal à TCCC que, a pretexto de manutenção do passe de estudante, ganhou isenção de ISS, legalizada por lei municipal aprovada pelo dócil Poder Legislativo? Do repasse de mais de R$ 300 mil/mês à empresa de transporte coletivo , também como forma de bancar o passe do estudante? E o caso da Transresíduo? E o do biopuster? E o da transformação do Codem numa espécie de secretaria municipal?Será que o Observatório e a Ser já fizeram alguma análise do processo de licitação da agência que administra a gigantesca verba de publicidade da Prefeitura?

Pequena correção

"O jornalista Messias Mendes foi ontem à Câmara de Vereadores para assistir a sessão. Deve ter gostado porque ficou até o final, quando saiu acompanhado do vereador Humberto Henrique".
. Do blog do Lauro Barbosa

PS: Faço uma pequena correção à nota do Lauro: saí da sessão acompanhado do vereador Manoel Sobrinho, com quem conversei longamente sobre a nova legislatura e o relacionamento da Câmara com a Prefeitura, que considero meio promíscuo, dado o grau de subserviência do Poder Legislativo para com o Executivo. Sabia que Sobrinho, Humberto Henrique e Marly têm se destacado como oposição, mas parece que o Wellington Andrade,vereador mais votado, anda querendo se desgarrar dos Barros.
Isso é positivo.

Obama neles!

Obama vai aumentar o imposto de renda de quem ganha mais de US$ 250 mil por ano.O dinheiro é para financiar a reforma do sistema de saúde para os pobres.
Assim, Obama reverte a política de George Bush, que reduziu o imposto de renda dos ricos com o pretexto de que isso dinamizaria a economia.
Obama começa a mostrar a que veio e isso incomoda azelite americana. Não demora e a mídia ocidental, inclusive a brasileira, começa a torcer o nariz para o presidente americano.

PMDB vai confirmar Pessuti

Vai ser na reunião que a executiva estadual fará na próxima semana, provavelmente na segunda a noite quando as reuniões do diretório sempre ocorrem. É consenso dentro da cúpula partidária que Pessuti deve ser o candidato, até para alavancar a candidatura de Requião ao Senado e a de vários deputados que vão tentar a reeleição.
O vice vai estar como titular do cargo de governador, já que não precisa se desincompatibilizar.

Histórias que a Historia não conta II

O prefeito Sílvio Magalhães Barros estava brigado com o reitor da UEM Rodolfo Purpur por causa de problemas com desapropriações de terrenos do campus. Solenidade de inauguração da Escola Rural Delfim Moreira , o prefeito toma o microfone para o discurso de praxe e começa as saudações:"Sr. presidente da Câmara,Antônio Mário Manicardi, magnifico reitor, que na verdade não tem magneficência nenhuma...".
O reitor virou as costas e bateu em retirada, deixando o constrangimento na poeira levantada pelo Opala preto da reitoria.
A escola que o pai inaugurou em 1976, o filho fechou em 2008.

Histórias que a História não conta

Roberto Marinho decidiu que faria de Collor presidente do Brasil em 1989. Collor queria um vice do Sul e Marinho, que fosse também jovem e bonito. Collor voou para Curitiba, bateu no Palácio Iguaçu para propor a vice ao governador Álvaro Dias. Álvaro não aceitou, esnobou Fernando, dizendo que não acreditava em Papai Noel. Collor saiu vendendo azeite, sentindo-se diminuído e foi bater em Minas, onde Hélio Costa brigava pelo nome de Itamar Franco. Eleito, Collor pega o telefone e liga para o governador do Paraná:"Álvaro, aqui é o presidente eleito Fernando Collor de Mello. Queria saber se você acredita em Papai Noel". Disse isso, soltou um palavrão, do tipo "vai t n c", e desligou. Meio constrangido, meio arrependido, meio emputecido, a Álvaro só restava murmurar:"Vá pra pqp, seu merda!".

Dois pesos, duas medidas

Acabei de ouvir a longa entrevista do presidente do Observatório Social de Maringá, Ariovaldo Costa Paulo, na CBN. Fez críticas duras aos critérios de contratação dos cargos comissionados da Câmara. Ele acha (e eu também) que o Legislativo precisa provar para a sociedade a competência técnica dos contratados. O papo com o apresentador Gilson Aguiar foi longe...Ariovaldo encheu a boca várias vezes pra falar de ética. Mas não falou e nem lhe foi perguntado sobre o "trem da alegria" no Poder Executivo, uma imoralidade que está sem dúvida, custando muito aos cofres municipais. O máximo que o empresário se permitiu foi falar de três licitações canceladas este ano, por indícios de superfaturamento. Mas a figura do gestor público é intocável, pra SBII só elogios, como se responsabilidade nenhuma lhe coubesse.
Nada se falou sobre os vários processos de improbidade que tramitam no fórum local, caso por exemplo , do escandaloso caso de redução das dívidas de uma cooperativa médica; do superfaturamento da ciclovia da Mandacaru; do superfaturamento na compra de papel higiênico para escolas e creches; do caso Transresíduo , da fraude do PAC Santa Felicidade.
Claro que as cobranças contra a Câmara são procedentes e devem ser feitas com insistência. Mas não existe ética pela metade. E se os critérios de nomeação de CCs na Câmara devem ser duramente questionados, por ferir a ética e a moralidade, os da Prefeitura também devem merecer uma atenção especial do Observatório. "Temos que acabar com o balcão de negócios, com a nomeação de cabos eleitorais, porque isso é compra de votos", disse Costa Paulo, referindo-se ao "trenzinho da alegria" da nossa Casa de Leis. Mas e o outro, que circula pelo paço municipal, com um ensurdecedor "piuí,piuí"?

26 de fevereiro de 2009

Akino sugere operação de redução de estômago

É muito interessante a proposta de redução de cargos comissionados na Câmara Municipal de Maringá, feita pelo Akino. Eele tem um estudo detalhado dos gastos com os vários assessores para assuntos aleatórios que o presidente Mário Hossokawa nomeou e concluiu que se os vereadores decidirem por uma reforma administrativa verdadeira , o Poder Legislativo economizará uma boa grana. Vejam só :" São aproximadamente R$ 3.898.750,00 de economia por ano ou R$ 15.595.000,00 no mandato, dinheiro suficiente para 975.000 consultas especializadas, o que amenizaria bastante o problema da saúde em Maringá".

Será que os nobres edis vão pelo menos analisar a proposta? A esta hora o Dr. Heine Santa Rosa Macieira já deve ter batido um fio para o guru Ricardo Coração de Leão para sentir se tem pega o que Akino sugere.
Pensando bem, pega tem, e a Câmara poderia por aí, começar a resgatar a sua tão abalada credibilidade. O problema é que esta operação de redução de estômago irritaria integrantes do "barrismo", ameaçando a instituição do aaaaaaaméeeeeeem. Neste ponto a coisa se complica.

Bem: a Câmara conta com uma bancada de médicos. Mas é bom lembrar que dela não faz parte o Dr. Daud Nasser.

25 de fevereiro de 2009

Do fundo do baú


Estou no capítulo 32 do livro "jornal do Bispo" do amigo De Paula. Ele coloca uma foto em que apareço ainda menino (tinha 15 anos). Nem eu me lembrava mais dessa foto e o De Paula foi buscar nos arquivos do grande Gumercindo Carniel. Essa é mesmo do fundo do baú. Reproduzo aqui um pequeno trecho do bom texto do jornalista-cronista, Antônio Roberto de Paula, apenas sugerindo pequenas correções. Por exemplo: comecei em 1965 como ofcie boy da Folha e não em 1963. O gerente (sobrinho de Dom Jayme) que me demitiu por insubordinação chamava-se João Amélio e não João Américo.
O livro do De Paula é o resultado de uma pesquisa que ele fez para trabalho de conclusão do curso de jornalismo no Cesumar. Fui um dos entrevistados e me orgulho de ter dado minha modesta contribuição para o trabalho, que ficou realmente muito bom.
Sobre mim escreve De Paula:
"No final de 1963 (?), Messias Mendes, então com 14 anos, era o office-boy da agência de notícias Transpress. Ele corria, literalmente, para as emissoras de rádio e redações dos dois jornais da cidade, levando matérias nacionais e estaduais.

O trabalho era cansativo. Depois de fazer a entrega de um lote de matérias lá vinha outro. E assim foi levando até 1965, quando a Transpress fechou em Maringá. O contato diário com o ambiente das redações fez com que Messias fosse pedir emprego na Folha, já sob nova direção, arrendada para Joaquim Dutra e Antonio Augusto de Assis, tendo Ivens Lagoano Pacheco como editor-chefe". Texto completo no BLOG DO DE PAULA - linck ao lado).

Willy fala da SER, com afeto e com carinho...

"Quais são os limites e quem faz a auditoria da ética e da lisura de uma entidade que representa o capital - os empresários?
A quem eles prestarão contas quando eventualmente algum de seus membros extrapolar o interesse público e agir sob o manto do interesse pessoal e privado?
Sob que argumento eles elegeram apenas a Câmara Municipal para sua ação fiscalizatória, já que o Poder Legislativo gerencia apenas uma ínfima parte do recurso público?
São perguntas que já colocam sob supeita os interesses e objetivos desta entidade privada".

. Do blog do Willy Taguchi

Menos, Lauro, menos!

"O senador Osmar Dias deverá contar com um importante e decisivo apoio em sua pretensão de chegar ao Palácio Iguaçu em 2010: O PT, que felizmente conseguiu se livrar dos “porralocas”, para tornar-se um partido ético e comprometido com suas verdadeiras origens".
. Do blog do Lauro Barbosa

Gente boa toda vida!

O deputado Barbosa Neto que disputa o terceiro turno em Londrina com Luiz Carlos Hauly é acusado de armar uma arapuca para prneder um ex-assessor que o denunciara por apropriação indébita.
O ex-chefe de gabinete Luciano Lopes denunciou Barbosa Neto à Procuradoria Geral da República de se apropriar de parte dos salários dos assessores. O assunto vai esquentar a campanha em Londrina, onde o deputado maringaense Ricardo Barros desembarcou de mala e cuia para apoiar o gente finíssima Barbosa Neto, inclusive dando de presente a Jacques Vídeo para fazer a campanha de Barbosa na TV.

Apropriação indébita de salários? Denúncia de assessores? Acho que já vimos este filme aqui em Maringá. Ou não?

Quem de fato manda

"O deputado federal Ricardo Barros (PP) mandou e o presidente da Câmara Municipal de Maringá, Mário Hossokawa (PMDB), obedeceu: nomeou Silvana Regina Piccinin como assistente parlamentar de seu gabinete (CC-5, R$ 1.795,00). Ela é filha da ex-presidente da extinta Fundação de Desenvolvimento Social de Maringá, Cleuza Piccinin, e antiga assessora do deputado.
Esta semana Hossokawa receberá nova ordem dos Barros: mandar embora um assessor CC5 indicado por Wellington Andrade (PR). Andrade, o vereador mais votado de Maringá, foi colocado na parede na semana passada: ou se torna um cordeirinho, como os demais da Nova Turma do Amém, ou perderá o único cargo que possui na estrutura do Legislativo".
. Do blog do Rigon

24 de fevereiro de 2009

Lei Capistrano

Que tal uma campanha pela reedição da Constituição de artigo único sugerida por Capistrano de Abreu? "Todo brasileiro é obrigado a ter vergonha na cara". O artigo 2 existe, mas só para cumprir a praxe do "revogam-se as disposições em contrário".

Acredite se quiser!

O Juiz Fausto De Sanctis, da 6ª. Vara Criminal de São Paulo está pagando caro por ter decretado a prisão do banqueiro Daniel Dantas. Querem fritá-lo e pelo jeito o óleo está sendo aquecido na frigideira do presidente da Suprema Corte. O corajoso magistrado passou as últimas semanas respondendo a ofícios enviados pela Corregedoria do Tribunal Regional Federal de SP. Querem-no fora da magistratura. Pode sobrar também para o delegado Protógenes, comandante da Operação Satiagraha.
Tem gente torcendo para que isso aconteça, porque se os dois corajosos servidores que ousaram colocar o banqueiro sangue-suga atrás das grades "rodarem" , muitas máscaras irão cair.

Campanha da Fraternidade 2009

Dom Anuar Batisti lança amanhã cedo (9hs) no Auditório Dona Guilhermina a Campanha da Fraternidade 2009 da CNBB. Tema: Fraternidade e Segurança Pública.
O Arcebispo define assim o objetivo geral da campanha:"É suscitar o debate sobre a segurança pública, contribuir para a promoção da cultura da paz nas pessoas, na família, na comunidade e na sociedade para que todos construam a justiça social".
Mas é preciso que seja dada ênfase especial a um aspecto muito importante da campanha: a gravidade dos crimes contra a ética; os deslizes de gestores públicos nada afeitos à moralidade ; a imoralidade da imunidade e sua consequente rima com a impunidade.

A CNBB pretende com este tema, rediscutir o Brasil e, pelo fortalecimento da ação evangelizadora, oxigenar o debate a cerca da corrupção político-eleitoral. O tema é muito oportuno para nós otros...

Frase que o Lukas queria ter criado. Eu também

“Esgotei minha coleção de insultos. Se esqueci alguém, por favor, perdoe-me e considere-se insultado”
Johannes Brahms

23 de fevereiro de 2009

Perdendo o sono

Tem comerciante perdendo o sono com o tal projeto de revitalização da Brasil já anunciado pelo prefeito SBII. Tirar as "escamas de peixe" e transformar a principal via da cidade em corredor de ônibus é matar o comércio de rua na área central. Isso só interessa aos shoppings.

Sindicalismo amigável...

Do blog do Paulo Vidigal, servidor público municipal:
"DIRETORIA DO SISMMAR DEFENDEU ÍNDICE REBAIXADO.
Após ter sido apresentado o percentual pelo um técnico contratado, a diretoria defendeu a proposta de perdas salariais e resíduos que somam 11,61%, referentes ao período de junho de 2004 até 2009. Servidores propuseram que o cálculo das perdas salariais fosse feito a partir de 1998, quando foi criado o Plano de Cargos Carreiras e Salários. Dessa forma a classe saberia exatamente qual é a perda salarial desde a criação do PCCs. Certamente o cálculo a partir dessa data, apontaria a uma perda salarial maior do que a defendida pela diretoria cutista. A presidente da entidade chegou a dizer que se fosse calculado a partir de 1998 o índice poderia ser menor do que os 11,61%, o que não foi confirmado pelo técnico que fez o cálculo. Após a defesa, com unhas e dentes, por parte da atual gestão do Sismmar, venceu a proposta dos 11%. Em resumo, a atual diretoria defendeu uma proposta de reivindicação salarial rebaixada. O que certamente deve ter agradado a atual administração".

Vem aí a frente anticorrupção

O senador Jarbas Vasconcelos e dois deputados federais - Gabeira (PV-RJ) e Gustavo Fruet (PSDB-PR) está iniciando no Congresso Nacional uma frente parlamentar anticorrupção. O movimjento nasce na esteira da polêmica entrevista do senador pernambucano à revista Veja, quando Jarbas disse que “boa parte do PMDB quer mesmo é corrupção”. A frente promete e se ela ganhar a mídia que se espera, segurem o Gustavo em 2010.

Ele voltou!

O garoto propaganda do suco de beterraba está de volta. Agora faz marketing de um trânsito ruim. Fala das faixas de pedestre, que foi uma boa idéia, mas pessimamente execdutada. As faixas existentes nas saídas das praças só complicam e aumentam o perigo, tanto para pedestre quanto para motorista. São frequentes os abalroamentos nesses locais. Dias desses, quase me bateram atrás quando parei para uma senhora atravessar a rua, na saída da Praça do Peladão, em frente ao Hospital Santa Rita. Esse tipo de sinalização se justifica em local visivel; a faixa de pedestre não pode ser um elemento surpresa.

21 de fevereiro de 2009

Até ela, a Bahia

Refiro-me as Casas Bahia, exemplo de solidez econômica e que segundo o Mamonas há muito faz a felicidade do brasileiro, aquele que consome e se consome em dívidas no crediário. E não é que as Casas Bahia começou a fechar lojas no Paraná? A nota é do blog do Joaquim de Paula, o mais lido de Paranavaí:
"Casas Bahia encerra suas atividades hoje (21) em Paranavaí
A direção da empresa informou que as metas de vendas não foram alcançadas na cidade.
Há vários meses, bem antes de eclodir a crise econômica mundial, comentava-se que esta loja iria fechar as portas em Paranavaí. Isso acabou acontecendo hoje.

Eu, ehim!

"As relações da Folha com a ditaDURA são notórias.
Como demonstrou Beatriz Kushnir no livro “Cães de Guarda”, da Boitempo Editorial, a Folha (*) cedia as vans para o Doi-Codi fazer diligências, levar suspeitos para as sessões de tortura e fingir que se tratava de um carro de reportagem em atividade jornalística.

Um outro episódio merece ser relembrado.

E que, segundo um editor da Folha (*) na época, é o episódio que marca indelevelmente a relação submissa e sinistra da Folha (*) com os militares.

Por pressão do general Hugo Abreu, a Folha (*), sem opor qualquer resistência, demitiu o diretor de redação Claudio Abramo.

Coisa do “Seu” Frias, que por obra e graça de Zé Pedágio dá nome a uma ponte que desemboca na Avenida Jornalista (?) Roberto Marinho, que tem esse nome, por obra e graça da prefeita Martha Suplicy."
. Do blog Conversa Afiada (Paulo Henrique Amorim)

E pro trabalhador,nada?

O Codefat (Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador) acumula em seu caixa uma montanha de dinheiro: exatos R$ 158 bilhões. Para onde vai tanta grana? Pra vários lugares, inclusive para financiar projetos de grandes grupos empresariais. Quem menos (ou quase nada) recebe são os trabalhadores, que padecem com a desqualificação, enquanto a lógica do Fundo é justamente amparar o trablhador brasileiro.
Falta cursos de qualificação de mão de obra em número suficiente para atender pelo menos metade da demanda. A montanha de dinheiro que abarrota os cofres do Fat é de difícil acesso pelos sindicatos de trabalhadores.
Em tempo: boa parte dos financiamentos a juros camaradas feitos pelo BNDES tem dinheiro do Fat. Só no Paraná, por exemplo, o BNDES repassou cerca de R$ 300 milhões a uma indústria de papel e celulose, que pelo que se sabe, é linha dura com seus trabalhadores.

Pois é!

Do José Roberto Balestra, advogado e blogueiro, sobre o cargo criado para a professora Norma, a tal Diretoria de Apoio Integral à Mulher (CC-1 , com salário de R$ 4.750,00):

"Logo e$$a? Norma ajudando "cuidar" dos direitos das mulheres?, aproteger as mulheres? É a mesma coisa que bode vigiando horta...
Será que já se esqueceram que quando secretária de educação ela, na maior woodface FOI CONTRA muitas diretoras de escolas municipais? Isso inclusive lhe rendeu inclusão em processos judicias, junto com o praefectus.
Um desses processos já está de volta do Tribunal, e se encontra com carga com advogados da prefeitura. Em breve teremos novidades".

Cidadania, a gente não vê por aqui!

Os abusos cometidos pela "administrração cidadã", principalmente no que diz respeito ao cabidaço é qualquer coisa. A Câmara vai no mesmo ritmo e o povo, conduzido por uma oposição sonolenta e inexpressiva, dança conforme a música. Olha que estou no jornalismo desta cidade há muitos anos, seguramente ha mais de 30. Já vi coisas do arco da velha na política local. Mas um nível de desfassatez como o de agora, jamais.
Eu não cometeria a estupidez de dizer que cada povo tem o governo que merece. Não, mil vezes não. O povo de Maringá não merece isso, embora seja ele o responsável direto pelo que acontece no poder político local.O caso dos CCs é apenas o lado visível da chacota institucionalizada, que a SER e o Observatório Social fazem questão de ignorar. Mas acautelem-se, a segunda sessão está apenas começando e o filme é CinemaScope.

Causas descdonhecidas

Ninguém sabe ainda as causas da morte do ex-deputado Sérgio Naya, que ficou conhecido nacionalmente pelos prédios de péssima qualidade que construia, principalmente o edificio que desabou no Rio. Ele foi encontrado morto ontem a tardezinha no apto. de um Hotel em Ilhéus na Bahia.

20 de fevereiro de 2009

Tudo como dantes no quartel de abrantes

Recebo email do do Akino Maringá, que publico na íntegra:
"Como forma de colaborar com a comissão da reforma administrativa da Câmara, que segundo o Presidente estuda a redução de cargos comissionados sugiro que ele próprio analise a seguinte situação: Na gestão John eram 16 cargos no Gabinete do Presidente, fora os assessores parlamentares do Vereador. Na atual, já foram nomeados 12 (pode ser mais, já que o Órgão Oficial está atrasado). Só para se ter uma idéia são 1 Chefe de Gabinete, 2 Assessores, 4 Assistentes de Gabinete, 2 Atendentes Social, 2 Assistentes Parlamentar; e 1 Atendente Social. A remuneração é de 1 de R$ 5.300,00; 3 de R$ 2.692,00 e 8 de R$ 1.795,00. Tem lugar para este pessoal todo, pelo menos sentar? Onde trabalham? Qual o trabalho de Assessor Social e Atendente Social? Assistencialismo? Qual a qualificação dos assessores? Formados em Direito?
Minha sugestão para a comissão: Deixar 1 Assessor e 1 Assistente. Acabar com os demais cargos. Não precisa mais que isso".

.

Depois da crise, iminência de caganeira geral

"O maior banco da Suíça, o UBS, concordou em identificar os americanos milionários suspeitos de lavar dinheiro em contas secretas.
. O UBS confessou participar de conspiração para fraudar a Receita Federal americana.
. Acredita-se que 19 mil contas venham a ser identificadas.
. Elas teriam sido instrumento de uma fraude de US$ 20 bilhões.
. Será esse o fim das contas secretas na Suíça?, pergunta-se o Huffington ".

Do blog Conversa Afiada (Paulo Henrique Amorim)

PS: Será por isso que um grande jornal americano já começou a incentivar a discriminação do povo americano contra Barack Obama, publicando uma charge em que compara o presidente negro a um macaco?

A notícia acima preocupa não apenas os milionários americanos que lavam dinheiro. Se a Suiça abrir a sua caixa preta, vai ter muita gente aqui pelo nosso Brasil consumindo rolos e mais rolos de papel higiênico.

O cúmulo do desrespeito às instituições

Saiu no blog do Melo (link ao lado):

"Chamar o presidente Lula de bandido não é ofensivo?
Para o Estadão não. Ontem fui ao portal ler uma notícia e me deparei com os comentários alí reproduzidos. Um deles, em três frases, chamou o presidente de bandido duas vezes – o mesmo Lula aprovado por 84% dos brasileiros.
Mas o pior eu li depois. Nas regras do Estadão para os comentários, está escrito, entre outras restrições, que serão rejeitadas mensagens com material ofensivo".

O cara que escreveu o comentário que o Estadão postou chama-se Renato Chiderolli. O que ele fala do presidente da república é uma agressão, nao a Lula, mas ao próprio país. Não dá pra entender como um jornal do peso do O Estado de São Paulo pode postrar um comentário tão agressivo como aquele. É caso de polícia.

Fruto do abandono

"Não vou por nenhuma “tinta” diferente no que disse ontem na Câmara o comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar de Maringá, tenente-coronel Adilson Castilho Cassitas, sobre o prédio da velha estação rodoviária, que há mais de ano encontra-se abandonado e em ruínas em pleno centro da cidade: “No mapeamento do crime em Maringá, essa região em torno da velha estação rodoviária, é o local onde se concentra o maior número de roubos, assaltos, tráfico e consumo de drogas, entre outros. No ano passado, foram fechados alguns estabelecimentos que funcionavam naquela área, mas que depois foram reabertos. Há a necessidade urgente de revitalização completa daquela área, com mais iluminação, segurança e etc. Só assim conseguiremos resolver o problema”.

. Do blog do Lauro Barbosa

PS: o tenente-coronel tem certa razão, mas só no que diz respeito a revitalização. Não dá pra aceitar o argumento de que a região é violenta por causa da rodoviária velha. É violenta por causa do abandono,não só da rodoviária, mas da Praça Raposo Tavares, da Rua Joubert Carvalho e adjacências. Já cheguei a pensar que o abandono é proposital, para justificar a demolição do prédio que, numa cidade que respeitasse sua história, ja teria sido restaurado.

De um petista autêntico

"Sou petista, e mesmo que o partido apoie o Osmar eu não voto nele, eu tenho vergonha na cara".

Pena que mandou o pitaco como anônimo

Grande Darcy!

Só há duas opções nesta vida: se resignar ou se indignar. E eu não vou me resignar nunca. (Darcy Ribeiro)
. Pincei a frase do blog do Zé Beto

PS: o antropólogo morreu lutando contra um câncer e levando para o túmulo sua indignação com a exploração do homem pelo homem. Darcy foi o pai dos CIEPs de Brizola e o legítimo criador do sambódromo da Marquez de Sapucaí. Era a versão pronta e acabada do "brasileiro, profissão esperança", do Stanislaw Ponte Preta.

Ricardo, Belinati,Janene e quejando...

"Para vencer esta eleição, Barbosa precisará mais, muito mais que Belinati ao seu lado: precisará de todo o potencial da coligação que está se formando em torno dele, que tem como controlador do cofre o ex-deputado José Janene, tesoureiro nacional do PP, partido de Belnati.

Ou, quem sabe, o charme do deputado Ricardo Barros, presidente estadual do PP, que está mais evidente em Londrina que em Maringá, seu reduto, possa vir a suprir a pouca eficácia de transferência de votos de Belinati. Ou, ainda, o carisma do ministro do Planejamento Paulo Bernardo, que, em entrevista ao Jornal de Londrina, mandou beijos e abraços a Barbosa.

Janene, Belinati, Bernardo... boa companhia é o que ão falta a Barbosa!

. Do blog do Pedrialli

PS: Ricardo, Belinati e Janene formam nesse terceiro turno de Londrina o Trio Parada Dura, para tentar mostrar aos londrinenses que "as andorinhas voltaram".

Para fugir da lâmina

Tem CC por aí treinando "emerge/submerge" , o esporte da auto-proteção. Na base do senta-levanta, a pessoa testa seus reflexos e a capacidade física, para preservar o pescoço quando a lâmina passar. Os padrinhos da primeira fornada estão coçando a cabeça. E não é piôlho!

Em lugar incerto e sabido

"Os oficiais de Justiça de Maringá ficam intrigados com o deputado federal Ricardo Barros (PP). Eles comentam que nunca conseguem achá-lo para entregar intimações referentes a algumas ações as quais ele responde na Cidade Canção.
Porém ele passeia com desenvoltura no Fórum de Londrina, discutindo questões eleitorais do seu amigo irmão camarada Antonio Belinati (PP) e do seu mais novo protegido Homero Barbosa Neto (PDT), como ocorreu hoje de manhã em Londrina".

. Do Blog Paçoca com Cebola

E junto dela, veio alguém que suspirou...

"O médico Manoel Sobrinho, quando vereador pela primeira vez, foi um dos autores de um projeto de lei que institui Pombal como cidade irmã de Maringá. Ele assinou o projeto ao lado do então vereador Paulo Mantovani. Só que ninguém sabe, ninguém viu. Pombal não aparece na placa com os nomes das cidades irmãs instalada em frente ao Paço Municipal.
Pombal é o nome da cidade que é cantada na música 'Maringá', de Joubert de Carvalho. Trata-se de um município do estado da Paraíba com uma população estimada em 34 mil habitantes. Foi fundada no fim do século 17, sendo elevada a município e vila em 1766. Pombal é uma homenagem ao primeiro Ministro do rei de Portugal D. José I, O Marquês de Pombal. Hoje é a quarta cidade mais antiga da Paraíba. Manoel Sobrinho conta que Maringá é muito lembrada por lá, tem até uma rádio com o nome da cidade canção".

. Direto do Bar do Bulga (Marcelo Bulgarelli)

19 de fevereiro de 2009

Um novo livro sobre a guerra que os historiadores não viram

A guerra de Porecatu , que não foi propriamente uma guerra mas um conflito de grande intensidade envolvendo forças policiais do Estado e posseiros nos anos 40, será tema de um novo livro. O assunto foi praticamente ignorado pelos historiadores. Tanto que se perguntarem pra qualquer aluno do ensino médio ou mesmo do superior, ainda que da área de humanas, ninguém saberá nada sobre o assunto.Quase não há bibliografia do episódio. Um dos poucos livros existentes, é de autoria do jornalista Pedro Paulo Filismino (ex-Folha de Londrina) nos anos 80.
Agora vai sair outro, este de maior fôlego e com algum rigor científico, do tambem jornalista Marcelo Oikawa.O PC do B esteve envolvido até a medula no conflito, ao lado dos posseiros , claro. Um dos comunistas que se destacou na Guerra de Poracatu foi o saudoso João Saldanha, o "João sem medo". Lembram dele? Era comentarista de futebol da Rádio Globo , foi técnico da Seleção Brasileira nas eliminatórias de 1969, mas perdeu o cargo para Zagalo em 1970 porque peitou o ditador Médici (o mais duro dos presidentes militares), que queria enfiar o Dadá Maravilha goela abaixo do técnico.

Estava escrito nas estrelas

"Já já pinta na Câmara o projeto do Executivo que prevê a substituição do estacionamento “espinha de peixe” da avenida Brasil, pelas canaletas exclusivas dos ônibus do transporte coletivo urbano. É polêmica na certa, porque diversos comerciantes estabelecidos naquela via, já adiantarm que “não vão vender barato” a perda do estacionamento, que embora, contrarie a legislação de trânsito, é vital para o negócio deles".
. Do blog do Lauro Barbosa
PS: é polêmica pra mais de metro. O projeto de revitalização da Brasil do jeito que o prefeito quer, vai matar o comércio de rua. Os lojistas estão com a pulga atrás da orelha. Já estavam no período eleitoral, mas nada fizeram para protejer o futuro de seus negócios. "Política? Não me envolvo, não é comigo".
Pois é, a Brasil vai mudar, sem dó nem piedade. Adeus shopping a céu aberto... aguentem o tranco, meus caros, 2012 ainda está longe.

No muro, pero no mucho!


O senador Álvaro Dias, como bom tucano que é, não deixa claro se quer Serra ou Aécio disputando a presidencia da república. Acusa o governo Lula de antecipar o processo com o pré-lançamento de Dilma e propõe que o PSDB indique seu candidato em cima de pesquisas qualitativas (internas). Serra ou Aécio? O muro é logo alí, menos quando se trata da sucessão estadual, onde Álvaro é candidatíssimo. Ele avisa que vai brigar para que o candidato a governador seja escolhido pelo mesmo critério. Se esta tese vingar, Beto Richa pode ir colocando suas barbas de môlho.
Insisto: Álvaro candidato, não tem candidatura Beto e nem candidatura Osmar. Álvaro candidato, Osmar vai para o senado e com Requião conquistando a segunda cadeira, deve renovar seu mandato por mais 8 anos. Neste caso, os demais postulantes ao plenário lilás que esperem mais quatro anos para poder sonhar com o plenário em forma de xícara emborcada. Não é Ricardo?

Veja o lado bom das coisas

"O lado bom de a ONG Sociedade Eticamente Responsável acompanhar a Câmara Municipal de Maringá é que talvez agora ele possam fazer com que o prefeito Silvio Barros II (PP) atenda o pedido feito há meses da vereadora Marly Martin Silva (DEM), que solicitou informações sobre gastos com licitações das Academias da Terceira Idade e do volume estupendo de reais com publicidade. O prefeito briga na justiça, desde o ano passado, para sonegar as informações".
. Do blog do Rigon

Beto que se cuide!

"O PSDB tem a enorme responsabilidade de apresentar projeto alternativo de mudança para o país. Portanto, se a decisão for a realização de prévias, as providências para sua realização devem ser agilizadas. A escolha do candidato oposicionista à Presidência, não pode ir além de setembro deste ano. Seria oferecer demasiado espaço à candidatura situacionista. O mesmo vale para as candidaturas aos Governos Estaduais".
. Do blog do senador Álvaro Dias

PS:Alguma dúvida sobre as reais intenções do senador tucano? Ele é candidato a governador desde criancinha. O PSDB está entre a cruz e a espada, porque ninguém é mais tucano de que Álvaro

Só com a bênção de Requião

"Nem todos os petistas paranaenses se entusiasmam com uma aliança com o senador Osmar Dias às eleições ao governo do Estado, no ano que vem. O deputado federal André Vargas é um deles. Mas se for para existir esta aliança, Vargas defende que ela passe pelo crivo do governador Roberto Requião".
. Por Roseli Abrão (Hora H News)

Meu comentário: fico pensando como seria interessante uma aliança do PT com o senador do PDT. E como será que os trabalhadores sem terra, que bem ou mal ainda mantém uma proximidade ideológica com o PT se sentiriam apoiando um candidato com o perfil ruralista de Osmar?

O novo Provopar

Nunca o Provopar de Maringá foi tão badalado como agora. Sempre administrado pelas primeiras damas, todas que passaram por lá foram absolutamente discretas, caso , por exemplo, de dona Irma Badoti (Administração Said Ferreira) e Zenaide Caleffi (gestão João Ivo). No caso da Zenaide, ela encabeçava as frentes de trabalho para coletar e separar roupas arrecadadas na campanha do agasalho, sem qualquer necessidade de mídia, sem o colunismo social por perto. Mas como diria o Tatá Cabral:"Cadum,cadum".
A propósito, achei curiosa a matéria do O Diário de hoje sobre a posse de Bernadete:"A primeira ação de Bernadete foi presidir um jantar realizado ontem à noite no Moinho Vermelho", escreveu o redator. Fiquei pensando na inovaçao e me perguntando:como será que é presidir um jantar?

De poder pra poder podar...

"Sobre o motivo que teria levado o vereador Paulo Soni a pedir o arquivamento do Requerimento de sua autoria onde solicitava esclarecimentos sobre o destino das árvores cortadas em Maringá, sua assessoria me procurou para dizer que teria sido em atendimento a uma solicitação do Chefe de Gabinete Ulysses Maia, que teria se comprometido “com o próprio vereador”, em fornecer as informações “via informal”.
. Do blog do Lauro Barbosa

PS: A relação de poderes neste caso parece ser mais ou menos "a nível de": o vereador finge que exerce suas prerrogativas e o chefe de gabinete do prefeito finge que acredita. E aí o melhor mesmo é ficar tudo na informalidade.

18 de fevereiro de 2009

Carece de investigação


De umleitor do blog do Rigon sobre o acidente que vitimou um servidor público agora a tarde na Av. Carneiro Leão:" Vi no local o cinto de segurança quebrado e a gaiola do guindaste também quebrado. Tem-se que investigar. Ao lado o operário estava morto pois caiu de cabeça sobre a carroceria do caminhão".
De outro leitor, igualmente indignado: "Tem muitas pessoas que trabalham na poda (servidores e tercerizados) que não recebem o adicional de periculosidade, já que trabalham junto a fiação elétrica.
A prefeitura não tem quadro de pessoal técnico "ATUANTE" junto às frentes de trabalho.
Os servidores contam apenas com a preteção de Deus, já que os EPIs ou não existem ou estão em pessímas condições. Uma vergonha!
Cadê o SISMMAR, o Conlutas (semlutas), CUT, etc?

Sabe com quem está falando?

De um taxista ao guarda de trânsito, ao ser multado por cometer infração hoje de manhã:"Pode meter a caneta, não tô nem aí...sou amigo do Guerles".

Esta não deverá ter reformulação, mas...

"REQUER À MESA SE OFICIE AO PREFEITO MUNICIPAL SOLICITANDO AO MESMO QUE
INFORME A ESTA CASA DE LEIS, PARA FINS DE ESCLARECIMENTO PÚBLICO, QUAL
A DESTINAÇÃO DADA PELA MUNICIPALIDADE AOS EQUIPAMENTOS DE ILUMINAÇÃO
PÚBLICA QUE ESTÃO SENDO RETIRADOS DOS POSTES, DEVIDO À INSTALAÇÃO DE
NOVAS LUMINÁRIAS REBAIXADAS".
Recebo por email o texto acima, que é de um requerimento do vereador Humberto Henrique. A pergunta , do tipo "o povo quer saber", só não será feita se a Mesa Executiva da Câmara der um jeitinho de colocar o requerimenrto na geladeira.

Candidatura tucana desaponta Ricardo

"Está partindo da assessoria de imprensa do deputado Ricardo Barros a nota dando conta de que o mesmo está surpreso e muito desapontado com o anúncio do PSDB de que lançará candidatura própria para o governo do Estado em 2010, com isso, provocando rompimento do acordo que existia desde a campanha de Osmar Dias para o governo do Estado em 2006 e a de Beto Richa para prefeito em 2008. Ainda, segundo a nota, o deputado nunca desconfiou de que os tucanos chutassem a lata".

. Do blog do Lauro Barbosa

PS: Ué, será que aprenderam com o "Negão Sorriso"?

Não tem pra quem quer

O jantar de posse da primeira dama de Maringá na presidência do Provopar já tem garantida lotação completa do Moinho Vermelho hoje a noite. Nem precisou muito esforço dos CCs que pegaram convites , para cumprir cotas. A esta hora, não há mais convite para vender e nem existe cambista na parada. Com o poder de "sedução" do Poder não se brinca.
Os convites foram colocados a venda por modestos R$ 150,00 cada.

Inferno astral de um, alegria do outro


Olhem só o ar de felicidade do governador de Minas! A cúpula do tucanato quer Serra disputando a presidência da república, mas Aécio, que também é de bico grande, sonha em receber a faixa das mãos de Lula. As chances de Aécio tornar-se candidato crescem na proporção do desgaste do governador paulista, hoje na descendente.

O cara é fera!


"O vereador Bianco (PT), de Sarandi, não está perdendo tempo. Prometeu ao povo que correria atrás dos problemas e já chegou a Brasília. Seu blog registrou ele em um Ministério acompanhando o prefeiro de Sarandi e relatando os problemas da cidade, no Senado com Flávio Arns e na Câmara Federal com Dr. Rosinha. Logo logo chega no Lula".
. Do blog do Elias Brandão

" O presidenciável Mate Leão"


É o que deixa claro o governador de São Paulo José Serra, que torrou mais de R$ 7 milhões, só na Globo, com propaganda da Sabesp em outros estados. O assunto está dando pano pra manga e vai acabar em CPI na Assembléia Legislativa. Não demora muito e Serra vira o " presidenciável Mate Leão", aquele que já vem queimado.
Obs: Alguém tem dúvida de que Aécio Neves está adorando isso?

Ato falho ou preconceito explícito?


Josias de Souza, pra mim um dos melhores textos do jornalismo brasileiro, cometeu um deslize tremendo com o título do texto-legenda que publicou sobre o jantar que Marta Suplicy ofereceu a Dilma Russef em sua casa. "Notas vadias de um domingo de notícias vagabundas" deu margem a muitas interpretações, inclusive a de que Josias é preconceituoso, que tem desprezo pela ascensão da mulher brasileira a altos escalões do poder. Chegou a ser chamado de filho de chocadeira, por petistas iradas.
Josias foi, no mínimo, desrespeitoso, quando tentou induzir o leitor do seu blog a olhar Marta Suplicy e Dilma Rousseff como vadias e vagabundas. Uma lástima.

Ao visitante, as vaias

O Estado não sabe como combater a violência nos estádios, principalmente em dias de clássicos. Então, cabeças brilhantes do Ministério Público de São Paulo, encontraram uma saída magistral: excluir a torcida do time visitante. Nem as Organizações Tabajara seriam tão criativas.

Meia transparência existe?

O que a Câmara Federal fará para prestar contas à sociedade das tais verbas indenizatórias é uma piada. O presidente Michel Temmer diz que vai colocar os gastos na internet,exibindo as respectivas notas fiscais. O deputado do Psol Ivan Valente acha, e nós otros também, que sem cnpj não haverá transparência. Basta a gente rememorar um só exemplo, o pequeno e singelo "caso Renan", pra saber que notas frias em prestação de contas com dinheiro do contribuinte é comum no Brasil. Transparência é como virgindade, ou é ou não é.

17 de fevereiro de 2009

"Lula dá balão em Paulo Bernardo...

...e acerta com Osmar.
Enquanto o ministro Paulo Bernardo faz visitas a um trem bala na Espanha,
o presidente Lula articula a indicação do senador Osmar Dias para a
liderança do governo no Congresso, amarrando cada vez mais a aliança
com o PDT para o lançamento da candidatura de Osmar ao governo como
candidato da esquerda e sepultando as pretensões de um vôo solo do ministro".
. Do Hora H News

Democracia, a gente vê por aquí!

"Trabalhadores da Escola Municipal Milton Santos, do Parque Avenida, encaminharam ofício ao presidente da Câmara Municipal de Maringá, Mário Hossokawa, com cópia para o vereador Humberto Henrique (PT), pedindo a substituição da direção do estabelecimento, nomeada a partir de critério político adotado pelo prefeito Silvio Barros (PP), com nomeação via CC. A nova direção veio de outro bairro. O vereador Wellington Andrade (foto), do PRP, lembrou que estudou na escola e que ela é de alto nível. Hossokawa informou que repassou o ofício ao prefeito, pois a nomeação de diretor de escola cabe ao chefe do Executivo".
. Do blog do Rigon

O que pensa Jarbas?

"Perguntado sobre o que pensa do convite do presidente Lula para que Osmar Dias seja o líder da bancada de apoio do governo no Senado, Requião saiu-se com esta:

— Gostaria de saber a opinião do Jarbas Vasconcelos".

. Do blog de Fábio Campana

Por que Chaves venceu de novo?

Emir Sader escreve em Carta Maior:" Porque a pobreza extrema foi reduzida de 17,1 a 7,9. Cresceu a taxa de escolaridade, que subiu de 40 a 60%. O analfabetismo foi erradicado. A taxa de mortalidade infantil caiu pela metade. O consumo de alimentos subiu 170%.

Cássio dançou

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou agora a na noite a cassação do mandato do governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB), e de seu vice, José Lacerda Neto (DEM). Motivo: compra de votos, na cara dura.
Maringá, meu amor,ah se suas paredes falassem!

Reformulannnndo!

O vereador Paulo Soni fez um requerimento com perguntas nada confortáveis à administração municipal sobre o corte de árvores e a destinação da madeira. Decidiu recolher o trem de pouso, uma pausa para a reformulação do questionário. Algo muito estranho,né?
Ao mesmo tempo em que este recuo acontece, o líder do prefeito Haine Macieira fala grosso:"Sou contra regimes de urgência, venha de onde vier o projeto". Já tem gente aguardando um novo recuo , uma nova reformulação.

Um falso dilema



Ricardo Barros estará no palanque de Dilma ou de Serra em 2010? No de Osmar Dias, aliado de primeira hora e chefe político do vice-prefeito de Maringá, Roberto Pupim ou do PT, provavelmente com Paulo Bernardo? Vai baixar a borduna no candidato de Requião, que abriu o cofre do Estado para turbinar a administração Silvio neste início de ano?
É um dilema? Não, porque com Ricardo esse tipo de dilema não existe. Ele vai com quem suas conveniências determinarem. Pode até arregaçar as mangas para apoiar a ministra-chefe do Gabinete Civil, sem nenhum constrangimento, porque afinal, Dilma não é Rosa, assim como Lula não era Mimi, O Metalúrgico.
Mas não se surpreendam , se os seus interesses particulares determinarem que ele tem que ser coerente, pelo menos uma vez na vida, os petistas que saiam de baixo.

A foto do ano


O brasileiro Luiz Vasconcelos, do jornal A Crítica de Manaus , acaba de ganhar um prêmio internacional com esta foto de uma mulher enfrentando a polícia para evitar despejo de vizinhos.Podem anotar aí: a foto, que foi publicada por jornalões brasileiros vai correr mundo e estará na galeria das melhores do ano quando dezembro chegar.

Teu passado te condena


Aconteceu o que o presidenciável José Serra nunca esperava: a divulgação de um vídeo em que ele aparece no comício que derrubou Jango. Nada anormal, não tivesse o governador Paulista passado todos esses anos fazendo a esquerda acreditar que ele lutou contra a ditadura militar. Não há nariz que escape incólume de uma mentira tão gigantesca como esta. Esse Gepeto foi mesmo um gênio da raça.

Será?

Informa Angelo Rigon em seu blog que "em entrevista a Gilmar Ferreira, no programa Giro Global na Rede de Rádios, o auditor da Receita Federal Décio Pialarissi disse que a ONG Observatório Social de Maringá deverá acompanhar a aplicação dos recursos do PAC Santa Felicidade. Amanhã haverá uma reunião com o Observatório das Metrópoles, que estuda o assunto desde seu início, inclusive com a realização de vários levantamentos.
Sobre a ciclovia, disse a SER/OSM não participaram pois quando a denúncia foi feita o caso estava sendo investigado pelo Ministério Público. As primeiras notícias foram publicadas aqui em janeiro de 2008; naquele mesmo mês, uma ONG de Sarandi fez a denúncia ao MP, baseado nas informações disponibilizadas neste blog. Aliás, falta agora os vereadores fazerem sua parte e instalarem a CPI para apurar, conforme recomendação do Tribunal de Contas da União. Só pra lembrar: em maio do ano passado, a ciclovia deu cria; em setembro, este blog revelou que a ciclovia tinha 62 postes a menos do que o informado ao TCU".

PS: Antes tarde do que nunca. Resta saber se a ong em questão vai considerar as fraudes contidas no projeto de desfavelamento encaminhado ao Ministério as Cidades e que foi objeto de matérias na Folha de São Paulo e no principal telejornal da Rede TV, apresentado por Rodolfo Gamberini. Se o Observatório quiser documentos que provem a má fé na busca do dinheuro do pAC, não faltará quem lhe arrume recorte da Folha e nem quem indique aonde encontrar a matéria da TV, exibida em rede nacional.

Corrupção banalizada

"O descaso com que a maioria recebeu o “desabafo” do Senador Jarbas Vasconcelos reafirma a banalização da corrupção no Brasil. As denuncias já não provocam impacto ou surpresa . A indignação foi substituida pela complacência. A conivência e a cumplicidade são as irmãs solidárias da omissão e da impunidade".
. Do senador Álvaro Dias em seu blog

O povo quer saber

"Qual a empresa responsável pelo corte e poda de árvores em Maringá e qual o valor cobrado pelos serviços? Qual a destinação dada à madeira das árvores cortadas? No caso de a madeira ser vendida, onde são aplicados os valores arrecadados com a comercialização?".
As perguntas do vereador Paulo Soni foram formuladas ao Poder Executivo via requerimento. Por lei, o prefeito é obrigado a responder qualquer tipo de questionamento da Câmara de Vereadores. Se vai responder as indagações do vereador do PSB não se sabe.
Aliás, será um bom teste para a cidade saber qual é o verdadeiro grau de independência do Poder Legislativo.

16 de fevereiro de 2009

Estourou os tímpanos

O grito de Jarbas foi de quebrar vidraça. Acabou estourando os tímpanos do PMDB, cuja executiva nacional fez que não era com ela. O senador pernambucano se limitou a leves referências a outros partidos, exatamente porque o seu alvo era o PMDB, pra ele, desfigurado com presenças como Sarney e Renan. Que fique claro: os partidos políticos no Brasil estão nivelados por baixo, no nível do rodapé.

Ventos da esquerda ou lufadas de populismo?

"Dessa vez, não há atiradores, nem golpismo. Há a multidão... O Palácio ainda está a 3 quadras. Avançamos mais um pouco, já é possivel ver as janelas de Miraflores. Mas, é impossível chegar até a sacada de onde Chavez segue discursando...

A multidão enlouquece. Um homem carrega o retrato de Simon Bolivar, com uma moldura dourada, parece arrancado da parede de algum museu. Mas a História aqui está viva, vivíssima".
. Por Rodrigo Viana, repórter da Rede Record, relatando em seu blog Escrevinhador, o que viu logo após a vitória do sim no referendo da Venezuela.

Parece estar vivíssima em toda a América do Sul, segundo o mesmo Viana:"A velocidade é impressionante: Evo aprova a Consituição na Bolívia, Correa avança no Equador, Lugo se firma no Paraguai, Lula atinge 84% de aprovação. Fora os Kirchner na Argentina, e o Uruguai (que já tem o socialista Tabaré no poder, e pode agora eleger Mujica, um ex-guerrilheiro tupamaro convertido ao jogo democrático)".

PS: fico pensando às vezes: estamos vivendo um bom momento da esquerda nacionalista do Continente ou uma ascensão do populismo cucaracha, que seria péssimo?

A grande tragédia


O senador pernambucano Jarbas Vasconcelos detonou o seu partido o PMDB. Mas de tudo o que falou na entrevista à Veja, nada define melhor a política brasileira do que esta frase isso:" Renan é o maior beneficiário desse quadro político de mediocridade em que os escândalos não incomodam mais e acabam se incorporando à paisagem".

PS: a corrupção está banalizada no Brasil, assim como a mídia tem dado contribuição substancial para banalizar também a violência . A grande tragédia brasileira é exatamente esta: a normalização do anormal.

Falta dono? Ô Ademar!

"Faz tempo que a violência em Maringá tem aumentado de maneira assustadora em todos os sentidos. Assaltos a residências, roubos e furtos nas ruas, uso cada vez maior de violência por parte dos bandidos. E a quantidade de pessoal em atividade na PM e na PC continua a mesma.
Quando é que alguma autoridade vai tomar a providencia?
Está faltando dono nessa cidade".
. Por Ademar Schiavone (Jornal do Povo)

PS: Faltando dono? Que conversa é essa Ademar? Está faltando é ação política das chamadas forças vivas locais em defesa de um um sistema de segurança eficaz; falta uma câmara de vereadores combativa; faltam deputados aqui eleitos e comprometidos com os interesses da coletividade maringaense e não apenas com interesses de grupos; falta um prefeito mais preocupado com os municipes e menos consigo mesmo e com os que lhe são próximos. Ademar, falta a população ser mais exigente e cobrar mais dos gestores que ela elege; falta sim, mais indignação e menos louvação do que não deve ser louvado.
Desde quando, meu caro Ademar, a cidade tem que ter um dono? Os donos somos todos nós. Sou eu, é você, é o seu Zé do cachorro quente, o seu Mário do carrinho de pipóca, o Baianinho engraxate, a dona Izabel da lotérica, e comadre Hermelinda da loja de aviamentos. Isso aqui não é cidade de um dono, Ademar. Talvez aí, na existência de um pretenso dono, é que pode estar morando o perigo.

Na linha da benevolência


A gestão da primeira dama Bernadete Barros à frente do Provopar promete. Maringá vai se surpreender. Pelo menos em matéria de marketing será um mandato tão profícuo quanto o do marido à frente da Prefeitura. Os colunistas sociais estão exultantes. E reforçam seus estoques de KO...para garantir o brilho que a benevolência proporciona
a voluntários vocacionados.

Chamem o Mangabeira!


Para melhorar a gestão pública o secretário de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, ministro Mangabeira Unger, defende o fim dos cargos comissionados. Diz que é a única forma de se desinchar a máquina pública, nas tres esferas - município, estado e união.
Já imaginou Mangabeira, com essa cara de bravo, tomando conhecimento do que acontece em Maringá?

Este fez história



Lendo o blog do De Paula, que publica em capítulos a história da Folha do Norte, não pude deixar de lembrar a Maringá de Adriano Valente. Ele está na galeria dos melhores prefeitos que este município teve, principalmente porque deixou obras definitivas, de importância fundamental para o salto de qualidade que Maringá deu a partir da metade dos anos 60. Adriano teve visão de futuro quando viabilizou o Eteplan, escritório de planejamento que realmente planejou. Foi na gestão Adriano que Maringá ganhou o Parque do Ingá, o Parque de Exposições, o campus da UEM , o novo Paço Municipal. Foi Adriano quem substituiu os paralelepípedos do coração da cidade (Avenida Brasil, da Herval a Duque).
Tenho orgulho de ter tido o Dr. Adriano como leitor dos artigos que escrevi na segunda página do O Diário ao longo de quase 10 anos.Conversei com ele várias vezes e tive o privilégio de absorver alguma coisa da sua sólida formação cultural. Dr. Adriano foi o prefeito mais culto que Maringá teve, podem acreditar. Não milita mais na advocacia, mas foi um advogado brilhante, homem de muitas leituras e de uma conduta ética inatacável. Parabéns amigo De Paula, pelo destaque que vc dá a este grande homem público, cujo valor Maringá ainda vai saber reconhecer.

O farol de Alexandria boicota

"FHC pede a PSDB que boicote no Congresso medidas anticrise de Lula.
O pedido foi feito a deputados que estiveram na casa do Farol de Alexandria, de onde saíram com uma recomendação:"Exerçam mais fortemente a oposição no Congresso em relação a medidas do governo Lula, incluindo aquelas voltadas para impedir o avanço da crise internacional". O assunto está em vários jornais e é destaque na Reuters, agência internacional de notícias.

Palmas para o Conar

16.02.09


Até que enfim uma ação concreta contra o uso do amianto no Brasil. A Primeira Câmara Técnica do Conselho de Ética do Conselho Nacional de Auto-Regulamentação Publicitária – Conar – suspendeu definitivamente a campanha publicitária "Amianto crisotila – a fibra mineral que faz o Brasil crescer".
É um golpe no lobby do mineral canderígeno, ainda muito utilizado como telhado.
O Conar considerou que fazer propaganda de tal substância é ferir princípios éticos da publicidade.
A denúncia que originou esta proibição foi feita pela Associação Brasileira dos Expostos ao Amianto – a Abrea. Está comprovado cientificamente que o amianto faz mal à saúde.

15 de fevereiro de 2009

É Pessuti e ponto final

Pelo menos este é o recado do Secretário Geral do PMDB, João Arruda, ao deputado peemedebista Romanelli e a todos os que imaginam o PMDB aliado com um cabeça de chapa de outro partido em 2010. Diz Arruda, por coincidência, sobrinho de Requião:" O PMDB do Paraná terá como candidato a governador o senhor Orlando Pessuti. O diretório estadual do PMDB não apoiará NENHUM candidato a governador do PSDB, nem que a vaca tussa. A nossa legenda vai conversar com o PT depois do Carnaval. Também estabelecerá contatos com outras agremiações. Isso tudo combinado com o presidente, deputado Waldyr Pugliesi. Uma conversa franca faz bons amigos e ótimos parceiros estratégicos".

Em nome de tio Bila

Ricardo Barros desembarcou de mala e cuia com seu time na campanha do Brbosa Neto,em Londrina. Por trás de tudo está ele, tio Bila. Ricardo está orientando a campanha de Barbosa, de forma a vincular a ele, a figura de Belinatti. A Jacques Vídeo , que fez as campanhas de Silvio e de Tio Bila é a produtora contratada e dada de "presente" pelo deputado maringaense ao adversário de Haully neste terceiro turno.

13 de fevereiro de 2009

Lukas ensina como enganar o Mário

"Tio Lukas, um cara sempre condoído com os problemas alheios, vai ensinar aos assessores da Câmara Municipal de Maringá como tirar da reta na questão "cagada na navegação na rede".
Sigam os passinhos de tio Lukas, após assistirem ou lerem coisas que o presidente ninja possa detectar:
1) Clique em Iniciar (que está embaixo, à esquerda da tela).
2) Clique em Painel de Controle, que fica na coluna da direita, lá em cima.
3) Clique em Opções da Internet.
4) Clique em Limpar Histórico
Depois daquela merda de ampulheta rolar...
clique em Excluir Arquivos
Depois de a porra da ampulheta fazer o que ela quiser na tela do seu computador, continue
5) Após isso clique no quadradinho onde está escrito Limpar Todo Conteúdo Off-line.
7) Clique no botão Excluir Cookies.

Pronto, meu caro aspone. O ninja não te pega e seu emprego cabidal está garantido por vários anos".

Pela culatra

A SER e o Observatório Social deram um tiro no pé com esta investida que fizeram contra a Câmara Municipal. Que fique claro que temos tido ao longo dos anos legislaturas fracas, tanto do ponto de vista político, como do ponto de vista técnico e também do ético. Mas não pode jamais ser desrespeitada enquanto poder constituído. Os vereadores são passíveis de críticas, de denúncias se for o caso, devem estar sempre sob vigilância do eleitor. Mas o que essas duas entidades fizeram, foi tentar macular o Poder Legislativo da cidade e isto é inaceitável. Principalmente porque tanto a SER quanto o Observatório já deram demonstrações claras de que servem a um grupo político, predominante na cidade. E é braço de uma entidade de classe que se transformou num poder paralelo e está dentro da administração pública como beneficiário direto do orçamento da Prefeitura (vide caso CODEM).
Muito se tem perguntado: onde estavam o Observatório Social e a SER quando começaram a pousar sobre a mesa do Promotor de Defesa do Patrimônio Público denúncias graves contra a atual administração? Que posição tomaram diante de denúncias de superfaturamento, falta de licitações em gastos monumentais do dinheiro do povo, redução escandalosa de dívida que uma cooperativa médica tinha com os cofres municipais?
O Observatório ganhou mídia com aquelas histórias de superfaturamento na saúde, pousando ao lado do prefeito SBII para dizer que graças a sua atuação foi possível detectar falcatruas e tampar o ralo da gastança desenfreada em algumas secretarias. Legal, foi uma ação importante, mas que perdeu importância porque o alvo eram funcionários subalternos. Quando o acusado era o gestor-moor, aí o Observatório fazia de conta que não era com ele. Alguém se lembra de alguma entrevista do Ariovaldo Costa Paulo fazendo referência aos 12 processos (um mais cabeludo do que outro) que tramitam na Justiça contra a atual administração? Tem processo até de superfaturamento de papel higiênico. E o caso escandaloso da Ciclovia da Mandacaru, que virou notícia nacional? E a fraude montada para pegar dinheiro do PAC do desfavelamento? Isso também foi notícia nacional.
Na sessão da Câmara ontem a tarde, os vereadores contra-atacaram. Por mais que tenhamos restrição a alguns que usaram a tribuna para detonar o Observatório e a SER, não dá pra ignorar o desabafo do vereador John. Além de desabafar , ele fez acusações graves, que podem ter desdobramentos. Aqui, um pequeno trecho do que foi dito:
“São pessoas que querem aparecer. Porque não falam em fiscalizar a prefeitura, as ONG’s e o Poder Judiciário? Porque só a Câmara? Como presidente da Câmara eu abri as portas para eles. E agora estão extrapolando! Porque não vão na ACIM para ver o que há lá. Daqui a pouco vão querer saber qual é a preferência sexual dos vereadores. Que o SER pare de tratar essa Câmara como se aqui só tivesse bandido”.

Ontem brinquei aqui que o o Observatório coçava o coldre. Não só coçou, como sacou e atirou. Mas o tiro saiu pela culatra.

12 de fevereiro de 2009

Sobre a fusão UEM/Fafipa

Recebi da professora Marta Bellini o seguinte pitaco:
" Messias,e o que ganha a UEM? Paranavai ganha. Sai de uma gestão muito doméstica e ganha uma menos. Mas, a UEM merece isso?"

O observatório coça o coldre



Segundo matéria de capa do O Diário , a Câmara Municipal de Maringá está sob a mira do Observatório Social. Lendo o título, vi o Ariovaldo Costa Paulo vestido de mocinho, com chapéu de John Wayne, marchando em direção ao predio do Legislativo ao som de Ennio Morricone. Antes , Ariovaldo e o grupo de texanos que o acompanhava, passaram pela Praça de Convivência, mas tal e qual a delegada de Sucupira, viraram a cara pro outro lado e seguiram em frente.
Gostei da análise do Willie Taguchi sobre a questão (ver blog do Rigon).Mas eu prefiro me valer um pouco da ironia, porque o comportamento da SER e do Observatório Social está mais pra rir do que pra chorar.

Esse povo que eu amo, esse povo que eu piso...



Será que só Edmar é rei? Aqui também é terra de cego, aqui também tem alguém com um baita olho.

Aqui era feita a foto montagem

Mãos à obra!

O vice-governador Orlando Pessuti está convencido de que é preciso chegar cedo à fonte pra beber água limpa. O susto da última vitória apertada de Requião sobre Osmar Dias em 2006 , está levando o PMDB de 2009 a começar já a campanha para 2010. O ponta-pé foi dado ontem em Maringá numa reunião às 8 da noite no Hotel Deville, com mais de 100 lideranças peemedebistas da região. Pessutão, que segundo definição da cúpula partidária será candidato a governador, deu as diretrizes: "Encontros como este se tornarão frequentes de agora em diante".
Este fato coloca um pouco mais de môlho na sucessão estadual. Pessutão avisa que está no jôgo e vai jogar pra ganhar.

Tucanato em polvorosa


A alta cúpula do PSDB , liderada pelo ex-presidente Fernando Henrique fez uma reunião de emergência ontem para avaliar a ascensão de Dilma Russef, içada por Lula e colocada pra voar nas asas do PAC. José Serra, candidatíssimo do partido à sucessão presidencial, anda preocupado e pensando no que fazer para abater a ministra-Chefe do Gabinete Civil, que já ensaia vôo em céu de brigadeiro.

O Brasil viu que é montagem

O Lukas me avisa que a foto do prefeito Silvio entre Lula e Dilma é uma montagem. Hoje no Bom Dia Brasil, o país inteiro ficou sabendo disso. Armaram um biombo no local do encontro dos prefeitos com o presidente e fotografaram os que quisessem levar o "troféu" para ser exibido em seus municípios.

11 de fevereiro de 2009

Crônica de uma traição anunciada


A foto, tirada hoje e publicada em blogs de Maringá (peguei do blog do Rigon) é interessantíssima. Vendo-a, pensei em 2010, quando os Barros , que sempre foram anti-Lula e anti-PT, poderão estar com os pés em duas canoas, mas claro, colocando a maior parte do corpo na canoa de Serra.

Paranavaí debate a fusão UEM/Fafipa

A cidade de Paranavaí está mobilizada em torno desse tema. Muita gente lá quer que a Universidade de Maringá incorpore a faculdade local. Mas a proposta está longe do consenso, pois um número significativo de lideranças da região prefere deixar tudo como está e brigar por uma futura Universidade do Arenito. A comissão formada para tratar do assunto, inclusive junto à reitoria da UEM, tem prazo de 90 dias para concluir um parecer. A questão será discutida posteriormente em audiência pública.
Saindo a fusão, a UEM deverá se tornar na maior universidade pública do Estado do Paraná. O que estudantes, professores e comunidade querem, é saber que ganhos Paranavaí terá com a fusão.

Frase reconfortante

"Os canalhas também envelhecem e, graças a Deus e, à genética, morrem".
. Não sei de quem é esta frase mas ela foi muito citada quando morreu Augusto Pinochet.

Ao ler agora um texto maravilhoso do Paulo Briguet (jornalista de Londrina) , me deparei com esta frase e garrei a imaginar: "Me anima o fato dos canalhas que conheço não serem imorríveis".

Sua excelência, a vírgula

"SE O HOMEM SOUBESSE O VALOR QUE TEM A MULHER ANDARIA DE QUATRO À SUA PROCURA.

Se você for mulher, certamente colocou a vírgula depois de MULHER. Se você for homem, colocou a vírgula depois de TEM".

Outros exemplos da importância da vírgula:
1 - Aceito, obrigado.
Aceito obrigado.
2-Isso só, ele resolve.
Isso só ele resolve.
3 - Esse, juiz, é corrupto.
Esse juiz é corrupto.
4 -Vamos perder, nada foi resolvido.
Vamos perder nada, foi resolvido.

. Do blog do Joaquim de Paula (Paranavaí)

Florisvaldo, Florisvaldo!


Florisvaldo de Souza é um maringaense que está há anos em Curitiba exercendo a nobre função de secretário do PT estadual. Discreto, pouco aparece fora do espectro partidário. Mas esta semana ganhou destaque na mídia curitibana ao adotar o estilo Requião de enfrentamento. Partiu pra cima de jornalistas, chegando a recomendar psiquiatra para o colunista Eduardo Schneider, do jornal Hora H.

2010 agita o ninho tucano no Paraná



A bancada estadual do PSDB quer Beto Richa no comando do partido no Paraná, porque acha que com Valdir Rossoni, a vaga de candidato a governador pode acabar nas mãos do senador Álvaro Dias. Tais articulações já prenunciam uma briga de foice entre Beto e Álvaro. Os dois estão em galhos próximos, um olhando com ar provocativo para o outro e os dois se preparando para um bate-bico, ou melhor, bate-chapa. De uma coisa podem estar certos: o PSDB terá candidato próprio e, seja Beto ou seja Álvaro, as chances de vitória serão enormes. Até porque, dificilmente surgirão adversários com densidade suficiente para bater um ou outro. O nome seria Osmar, mas estou apostando um doce de puba que Osmar não correrá o risco de ficar sem mandato a partir de janeiro de 2011.

Conceito de pornografia...

...segundo Akino Maringá (Blog do Rigon)

"Ficamos sabendo que o bloqueio de acesso aos blogs e outros sites, segundo o presidente Hossokawa, teria por objetivo impedir que assessores acessem conteúdos pornográficos, e que um teria acessado, em dois dias, 365 vezes. Há quem pense que é também pornografia esconder a realidade. Esconder que há muitos cargos comissionados na Câmara e na Prefeitura. Que muitos não fazem mais que política, como cabos eleitorais para os vereadores e prefeito. Que foram criadas secretarias desnecessárias. Que quem manda de verdade da Câmara e na Prefeitura é Ricardo. Que a remuneração de João Celso Sordi do Codem é irregular. Que a nomeação de assessores jurídicos por critérios políticos é uma afronta ao TCE. E muitas outras coisas que o povo maringaense só fica sabendo, com detalhes, através dos blogs. Há quem ache que isso é f(*) o contribuinte sem sua concordância, o que seria um estupro e um atentado violento ao pudor, portanto pornografia. Onde está o pudor no trato com o dinheiro público?".

Está impregnado


Ouvi ontem de um cidadão comum, conhecido como Nhô Sebastião, o seguinte:"Os Barros vão continuar aí por mais 50 anos. A próxima prefeita será a Cida". Alguém que estava ouvindo a conversa brincou:"Parece que o cheiro de argila está impregnado".

Quem sabe esse que falou do cheiro de argila não seja o pichador da Vila Olimpica?

Deu no Rigon: "O velódromo da Vila Olímpica voltou a ser pichado. No último dia 5 apareceu a inscrição "Maringá fede Barros!", apagada na mesma data. Agora, pode-ser ler praticamente no mesmo local da inscrição anterior a frase: "Eles apagam mas o cheiro continua. Maringá fede Barros!". Além do velódromo, que desde a inauguração nunca foi utilizado e estaria inconcluso, foi pichada a construção que fica no meio, onde se lê "Isso vai mudar" e "Expanda", provavelmente a assinatura dos autores. A pichação pode ter sido feita na madrugada de sábado passado. Acho que até agora o pessoal não percebeu a pichação.
Depois se pergunta: pra quê Guarda Municipal, só para aparecer em propaganda na televisão?".

Apertem os cintos, a grades sumiram!

"No afã desesperado de garantir a impunidade dos ricos, o Supremo Tribunal Federal, liderado por seu Supremo Presidente, Gilmar Dantas, segundo Ricardo Noblat, tomou a decisão inacreditável de garantir que um acusado ficará em liberdade até que seja condenado na última instância".

.Do blog Conversa Afiada (Paulo Henrique Amorim)

Lula vai a Obama

Informa Cláudio Humberto em seu blog que Lula será finalmente recebido por Barack Obama em 17 de março. Em abril, a chanceler Hillary Clinton visitará Brasília.

Tudo continua como sempre foi

"Seja quem for o primeiro ministro, os palestinos continuarão penando.
Irritante mesmo continua sendo a atitude da mídia.
Repercute que houve uma ascensão da direita em Israel.
Ascensão da direita?
Mas quando houve governo de esquerda em Israel?
E cinicamente essa mesma mídia se pergunta o que fará o futuro governo de “direita” em relação à Questão Palestina
O que ele pode fazer que já não tenha sido feito?.
Invadir Gaza?
Isso já foi feito.
Invadir a Cisjordânia?
Isso já foi feito.
Construir o muro da vergonha?
Isso já foi feito.
Jogar bombas sobre escolas da ONU?
Isso já foi feito.
Enfim, que atrocidades o futuro governante de israel pode cometer que já não tenham sido cometidas?

.Quem escreve isso é o jornalista Jorge Bourdoukan , um especialista da questão Palestina. Quando ele esteve em Maringá proferindo uma palestra no auditório do antigo Dacese (UEM) há cerca de 20 anos, falava as mesmas coisas em relação aos conflitos no Oriente Médio.

10 de fevereiro de 2009

Brinca com os blogs!

Mello: “Pequeninhos fazem gigante recuar”
Atualizado em 10 de fevereiro de 2009 às 17:12 | Publicado em 10 de fevereiro de 2009 às 17:03

Veja este exemplo do poder que os blogs tem hjoje na comunicação brasileira:

"Em 21 de janeiro de 2009, vários blogs e sites, inclusive o Viomundo, publicaram uma denúncia do Blog do Mello sobre o contrato draconiano que as Organizações Globo impunham aos que enviassem fotos, vídeos ou textos para a seção Eu-Repórter, no Globo Online.

Dezoito dias depois, uma bela vitória. “A empresa recuou”, afirma Antonio Mello, em entrevista à repórter Conceição Lemes. Para o blogueiro Antonio Mello , "o mais importante é percebermos que os pequeninhos incomodam os gigantões. A gente faz a montanha se movimentar. Para quem acha que não adianta fazer nada, é uma demonstração de que vale agir".

Quem disse que Obama é Lula?


Barack Obama lança um programa de mais de 1 trilhão dedólares para tirar a economia americana do buraco. Vai aplicar a dinheirama no sistema financeiro, mas deixa claro que os bancos não vão ter moleza. O novo presidente americano anuncia a criação de um “bad bank” para comprar ativos podres , colesterol que dificultava o fluxo sanguíneo do de um coração chamado Wall Street.

O governo americano manterá os banqueiros e especuladores em geral numa espécie de casa BB, ou seja, deixará os beneficiários da gigantesca ajuda governamental sob rédea curta. Bem ao contrário do Brasil, onde banqueiro deita, rola e faz troça da nossa cara.

To be or not to by

"A ONG Sociedade Eticamente Responsável vai conceder entrevista coletiva amanhã às 9h, no auditório da Acim. Na pauta passada à imprensa, o acompanhamento do trabalho dos vereadores e licitações do municípios.
À parte do trabalho de fiscalização (demorou para entrar no caso dos laptops, denunciado por este modesto blog), a SER deve à comunidade explicações sobre a falta de interesse em averiguar denúncias contra o município. Não há nada sobre a ciclovia milionária ("sumiram"mais de 60 postes de iluminação da pista), sobre o alto custo das ATIs, das licitações que acabaram na justiça, como a milionária troca de lâmpadas (a administração tirou duas lâmpadas rebaixadas, colocou uma e, claro, afirma que vai gastar menos, o que é óbvio) e mais um monte de coisinhas que estão debaixo do tapete".

. Do Blog do Rigon

Meu comentário: Pois é, a SER , que até agora não sabe se é, vive realmente um drama
shakespeariano. Se é realmente uma entidade preocupada com a ética, onde estava quando estouraram escândalos como o da "Ciclovia de Ouro"? O que andava fazendo quando pousou na 6a. Vara Civel o processo aberto por dois promotores para apurar a redução da dívida que a Unimed tinha para com os cofres municipais? Será que a ong tomou sonífero e dormiu no exato momento em que o Ministério Público abriu procedimento para apurar superfaturamento de papel higiênico para as creches? Ou seus membros estavam tão ocupados que só perceberam deslizes de funcionários subalternos nos casos de superfaturamento na saúde , quando os casos do biopuster e da iluminação rebaixada subiram a escada daquele prédio localizado na Herval com a XV?
Se tiver um tempinho, quero ir nesta coletiva, não pra torrar a paciência dos devotados integrantes da SER, mas pra ver se a organização não governamental decidiu finalmente, justificar a sigla que ostenta.

Ventos da sucessão pró Álvaro


Os ventos que ontem sopravam numa direção, hoje estão soprando em outra. Ontem, Beto era candidatíssimo a governador e Osmar trabalhava para tornar irreversível sua candidatura. Mas o quadro agora é outro. Osmar se aproxima do PT, desfilando de braços dados com Jorge Sameck e Valter Bianchini, secretário estadual da Agrcultura. Beto já não fala com tanta desenvoltura da unanimidade que achava ter dentro do PSDB. É que o senador Álvaro Dias já avisou que vai pro bate-chapa e vence quem tiver mais café no bule. Enquanto isso, o governador Requião começa a repensar seu affair com o PT, que talvez não vire noivado e muito menos, casamento. O jogo é disputado no meio-de-campo e ainda está muito embolado. As nuvens de verão mudam de formato a cada olhada pra cima.
Uma coisa é certa: se Álvaro bater o pé e tirar Beto do páreo, Osmar não sai candidato a governador, devendo renovar o mandato no Senado. Isso é mais ou menos óbvio, porque seu Silvino (in memorian) não avalizaria este confronto à Caim x Abel.
Álvaro saindo, quem garante que Requião não se achega ao tucanato? Aí, Pessuti terá que se contentar com seis meses de interinidade no Palácio Araucária e um alto posto no Mercosul, ou quem sabe, no Tribunal de Contas.
Na hipótese de prevalecer a candidatura Álvaro , ele seria praticamente imbatível. E pela simples razão de que neste caso Beto Richa e Osmar estariam fora do páreo.

Que a pilantropia não mate a filantropia

10/02/09

"O presidente da Câmara, Michel Temer, decidiu liderar hoje a rejeição da medida provisória 446/08, a MP da ‘Pilantropia’, que renova o certificado de entidade filantrópicas de milhares de ONGs, inclusive aquelas envolvidas em escândalos de corrupção. O objetivo de Temer é “diminuir as tensões entre Legislativo e Executivo”. Rejeitada a MP, Temer quer fazer tramitar em caráter de urgência um projeto de Lei que a substitua".
. Do blog do Cláudio Humberto

PS: Por falar em fillantropia, como deve ser chamado o sistema de repasse de verbas às entidades , aonde o Conselho Municipal de Assistencia Social não tem a autonomia necessária para processar a distribuição? O COMAS deve funcionar como um filtro,que cobra da administração mas também joga duro com as entidades beneficiadas com verbas públicas, na questão da transparência de suas gestões financeiras.

Em Maringá, o COMAS já funcionou assim, e muito bem. Hoje, ao que me consta, o conselho tem autonomia zero. E pasmem: a "Administração Cidadã" vem pressionando as entidades filantrópicas para que elas busquem fontes próprias de recursos e dependam cada vez menos do erário. Neste caso, o repasse de dinheiro público é fundamental, porque quem toca essas entidades são voluntários. O que quer a administração liberal do PP, desmontar esta estrutura, que convenhamos, funciona há anos e muito bem? A pretexto de que? E que condições terá a SASC para atender a demanda que é gigantesca no campo da ação social?
A filantropia deve ser valorizada e apoiada cada vez mais pelo Poder Público. O que precisa ser combatido é a pilantropia.

A propósito: a Prefeitura ainda não repassou as verbas de custeio relativas ao mês de janeiro para as entidades cadastradas. Por que será? Tem a ver com a privatização do imprivatizável?

Perguntar não ofende

O prefeito Silvio Barros II fala sobre os resultados do PAC em Maringá a prefeitos em Brasília, segundo o jornal O Diário. Como perguntar não ofende, faço duas perguntinhas básicas:
. Mas que resultados, se o PAC ainda nem saiu do papel?
. E será que SB vai falar sobre o PAC Santa Felicidade, aquele do desfavelamento da Maringá sem favelas, que saiu na mídia nacional como uma espécie de 171 que a Adminsitração Municipal teria aplicado no Governo Federal?

Só lembrando que o assunto foi notícia na Folha de São Paulo e tema de uma ampla matéria na Rede TV, com direito a escalada e tudo mais. Lembro que na escalada (manchetes do telejornal), o apresentador Rodolfo Gamberini chamava:"Veja ainda nesta edição: Prefeitura de Maringá, no Paraná, monta fraude para pegar dinheiro do PAC".

8 de fevereiro de 2009

Fatos são fatos. E contra fatos...

Está no blog do Rigon:

"A cúpula do PMDB de Maringá quis mudar radical, depois daquela reunião relatada aqui, em novembro, em que o presidente Umberto Crispim disse ter sido um erro a candidatura de João Ivo. Crispim e o seu compadre José Miguel Grillo, diretor do Detran de Requião e que andou pesquisando em Bataiporã (MS), pediram que o vereador João Alves Correa fosse o intermediário; John, então, procurou o deputado federal Ricardo Barros, o prefeito de fato.
A proposta: o PMDB se tornaria Barros desde criancinha, em troca de cargos na administração municipal. Detalhe: os cargos deveriam ser disponibilizados de imediato. Ricardo recusou a proposta, respondendo que ele já tem o PMDB na mão - na prefeitura estão os secretários peemedebistas Diniz Afonso e Terezinha Pereira, vários assessores, como o cabo Zé Maria, e, claro, a bancada, que inclui o interlocutor e o presidente Mário Hossokawa. Pra quê mais? John levou o recado de volta, para tristeza do PMDB velho de guerra - que um amigo jornalista costuma chamar de "esta grande prostituta do universo partidário brasileiro".

PS: quem como eu, viveu o dia-a-dia da campanha ao lado do João Ivo sabe que isto faz sentido. E muito sentido. Havia um consenso em Curitiba, no Diretório Regional, de que a candidatura João Ivo era uma candidatura viável, com chances reais de ir para o segundo turno e vencer as eleições. Mas a campanha foi tocada a "pão e água", estrenhamente sem respaldo financeiro nenhum , com uma chapa de vereadores totalmente descaracterizada. Resumo da ópera: não só a candidatura João Ivo mas a composição do quadro de candidatos a prefeito como um todo, aconteceu exatamente do jeito que o astuto Ricardo Barros imaginou. Foi mamão com açúcar.

Era perevisto

“Nós professores da Escola Municipal Milton Santos estamos pedindo o apoio dos vereadores para que seja revisto a nomeação para o cargo de direção desta Instituição, de um profissional que nunca fez parte desta comunidade e nem reside nas suas proximidades. Nada temos contra a pessoa indicada, porém, nesta Instituição existem duas interessadas em assumir a função, e uma delas, a professora Solange Silvani Mendes dos Santos, foi diretora até o final do último ano letivo, e juntamente com a professora Janevalda de Oliveira Pereira, trabalham e residem há vários anos nesta comunidade”
Os professores encerram o documento frisando que, “a valorização da democratização que ocorre em diversas instâncias a nível nacional, é uma contradição à ausência de eleição direta para os diretores escolares”.
Quanto a entrega desse documento ter sido feita aos vereadores Humberto Henrique, Mário Verri e Marly Martin, tudo bem, afinal de contas eles votaram contra o projeto do Executivo que pos fim as eleições diretas nas escolas. Mas e quanto aos demais vereadores - os reeleitos - que foram quem aprovaram o projeto? O que os professores podem esperar deles agora? Bom, tem os novatos, mas será que teriam coragem de encarar essa parada e se indispor com o Executivo?".
. Do blog do Lauro Barbosa

Meu comentário:" Era de se esperear que em alguma escola municipal fosse surgir vozes discordantes das nomeações eleitoreiras de diretores . Acabaram com o processo de eleição direta, matando a democracia justamente aonde ela deveria nascer e florir. O prefeito fez isso com o aval da própria Câmara. Portanto, esse pedido que o Lauro Barbosa publicou em seu blog está sendo encaminhado para o lugar errado. Quem sabe fosse o caso dos professores indignados irem para as ruas protestar, inclusive contra o aval que o Poder Legislativo deu a essa violência da "administração cidadã"?

7 de fevereiro de 2009

Começam a surgir os protestos

Vi uma entrevista do Procurador Geral do Município dia desses num programa (amigo) de tv, praticamente estabelecendo prazo para a demolição da rodoviária velha. A frieza com que a atual administração trata a questão é espantosa. Pra essa gente, pouco importa a história da cidade; se lixa para os monumentos históricos e faz pouco até do direito dos condôminos, na verdade os verdadeiros sócios do prédio que a administração municipal quer jogar "na chon".
Prevendo o pior, um grupo de proprietários e a Ong Instituto Memória Paraná estão distribuindo um panfleto muito interesante sobre o prédio que o supersecretário Guatassara disse há dois anos que estava prestes a desabar. Os protestos contra a demolição já estão começando e o caldo vai engrossar.

A propósito da rodoviária velha, o geógrafo e pesquisador Chico Dantas (funcionário municipal aposentado) me disse esta semana:"não é possível que vão ignorar o valor histórico da rodoviária, que tem uma arquitetura maravilhosa e nos remete à Maringá dos anos 60. Este prédio é pra mim, e para qualquer maringaense dotado de bom senso, uma espécie de janela que podemos abrir sempre para olhar o nosso passado. Sua demolição será um crime de lesapátria".
Quem conhece o Chico Dantas sabe que ele é uma autoridade no assunto.

Cidadania, a gente vê por aqui!

"Fiquei sabendo que uma competente servidora da Sasc perdeu a sua função gratificada por externar sua opinião em carta à seção Caixa Postal de O Diário. É mais ou menos o que acontece na China. Quem critica o governo...".
. Do blog do Rigon

6 de fevereiro de 2009

Paranavaí dividida

É isso mesmo: a cidade de Paranavaí está dividida no que diz respeito à proposta de fusão UEM/FAFIPA. O sonho de boa parte dos moradores de Paranavaí é de ter a própria universidade, a Universidade do Arenito.Se a faculdade for encampada pela UEM, adeus viola.

Qualquer semelhança....

Viram a carta no post anterior? Isso diz alguma coisa a nós maringaenses, no que diz respeito ao relacionamento poder local-mídia amiga?

Quero meu engov!

Carta enviada por Eduardo Guimarães, do blog Cidadania.com, a Carlos Eduardo Lins e Silva, ombudsman do jornal Folha de S. Paulo. O motivo é a cobertura desta sexta-feira, dia 6, sobre a denúncia de corrupção na merenda escolar do governo Kassab.

Caro Carlos Eduardo,

Escrevo a você porque é inaceitável o que a Folha fez hoje, e preciso desabafar.

Quero que você saiba do nojo, do asco, dos engulhos que senti ao ver a reportagem sobre a corrupção na gestão Kassab nessa questão da merenda escolar.

Quem quiser saber por que uma eventual vitória de José Serra na eleição presidencial de 2010 faria o Brasil regredir décadas, basta ver como foi dada pela Folha, por exemplo, a notícia sobre esse caso de corrupção na prefeitura paulistana.

A Folha esbofeteou seus leitores - ainda que muitos não saibam disso - com a manchete cifrada "Chefe da merenda na capital migrou para fornecedora". Que diabo de manchete é essa? Manchetes deveriam dizer mais usando menos palavras, não o contrário.

Quem assistiu a tal reportagem da Record na noite de quinta-feira sabe que é o governo Kassab, não um assessor qualquer, que está sendo investigado pelo MP. Contudo, a reportagem da Folha tentou passar a idéia de que a prefeitura é que está investigando.

Se escândalo dessa gravidade fosse em algum governo petista, seria manchete principal de primeira página e citaria o nome do titular daquele governo e seu partido, e deixaria bem claro que o governo é que estaria sendo investigado. E além de expor o governo, ainda inventaria agravantes.

Imaginem um país governado por partidos e por um presidente que a grande imprensa inteira trataria de blindar contra qualquer denúncia. A corrupção se tornaria endêmica, o país afundaria em corrupção como afundou na época de FHC enquanto a imprensa se omitia criminosamente.

Sinto muito, Carlos Eduardo. A minha atuação nesta área não é para fazer amigos e sim para defender meu país de gente como Kassab e Serra, de partidos como o DEM e o PSDB, de jornais como a Folha.

Depois eles têm coragem de vir falar de mensalão etc. Cínicos! Eu tenho nojo do que estão fazendo. Nojo!!

. Pincei a carta do blog do Azenha


--------------------------------------------------------------------------------

Rogai por nós...

O ministro Joaquim Barbosa votou a favor da igualdade de todos os cidadãos, (ricos e pobres) perante a lei. Disse:"Rico também tem que ir para a cadeia, caso contrário, o sistema penal vira um “faz-de-conta”. Mas ele foi voto vencido, porque o STF decidiu, por maioria, que rico não vai mais ser preso no Brasi. Dirigindo-se ao ministro Peluso, Joaquim Brbosa desabafou:"Nós estamos é criando um sistema penal de faz-de-conta. Nós sabemos que, se tivermos que aguardar o esgotamento do recurso especial e recurso extraordinário, o processo jamais chega ao seu fim. Jamais chega. Todos sabemos disso. Nós sabemos muito bem disso. Basta olhar as nossas estatísticas".

Depois da decisão da Suprema Corte, aos brasileiros sem posses só resta uma coisa: orar muito. Católico que sou, já rezei um Pai Nosso hoje à tarde.

À beira do túmulo

Palavras do presidente Lula, que discursou no sepultamento do deputado Adão Preto (PT-RS):
“Um homem não vale pela quantidade de discursos. Um homem não vale pelos anos que viveu”, afirmou. “Um homem vale pelos seus compromissos, pelas suas lutas. E o Adão, além de um guerreiro, era um símbolo de dignidade humana.”

Taí o que você pediu!

Volto ao tema dos vereadores novatos, porque um deles apresentou,enfim, um projeto. E ganhou mídia com isso. A proposta do Willignton Andrade é de um absurdo atroz, mas está dando pano pra manga. Vi hoje uma entrevista dele no Band Cidade ( Léo Junior). Seus argumentos sobre a gratuidade da passagem de ônibus para presidentes de associações de bairros têm a profundidade de um pires.

De um leitor, sobre projetos de vereadores

" Concordo com você caro Messias. Se quantidade de papéis resolvesse alguma coisa, Maringá seria a melhor cidade do mundo, afinal de contas, com tanto papel gasto em proposições no nosso legislativo, em poucos anos daria para construir dezenas de casas populares.
Se o Lauro continuar batendo nessa tecla, vamos ter na câmara em alguns dias, um verdadeiro calhamaço de proposições que não servem pra nada, um verdadeiro festival de bobagens só pra dar mídia. É como dizia minha querida mãe: "muito peido é sinal de pouca bosta". (...)".

Cadeia é pra pobre!

“Réu só irá preso após condenação - Para STF, julgamento de recurso final é o que determina a ‘culpa’”. (O Estadão, de São Paulo)
Na prática, significa que rico não vai mais para a cadeia no Brasil. Um doce para quem adivinhar de quem é a brilhante iniciativa. Dele mesmo, do presidente do STF, Ministro Gilmar Mendes.
A indignação é geral e parte não apenas de cidadãos comuns, mas inclusive de outros membros da Suprema Corte, como é o caso do ministro Joaquim Barbosa, que declarou:"Não conheço nenhum país que ofereça tantos recursos como o nosso. Os ricos vão entrar com 62 recursos que não serão julgados nunca por esta justiça lerda". A conclusão do próprio ministro é de que estamos criando um sistema penal de faz de conta.