31 de outubro de 2009

Destaque com provável efeito bumerangue

O senador Álvaro Dias será titular na CPI do MST, devendo pleitear a relatoria. Se conseguir, vai estar na mídia todo dia, será presença obrigatória nos principais telejornais do país. Se fortalecerá como postulante ao direito de disputar o governo do Estado, que hoje está mais pra Beto Richa.
Mas sinceramente, é faca de dois gumes, porque o senador será alvo constante das críticas do Movimento Sem Terra e de vários outros movimentos sociais no Paraná. Ele que já tem no seu currículo perseguição a professores em frente ao Palácio Iguaçu quando foi governador, terá mais essa a lhe acompanhar enquanto estiver no embate eleitoral

30 de outubro de 2009

Tucanadas

"Outubro termina com derrotas emblemáticas para a agenda demotucana na área externa: acordo favorável a Zelaya confirma acerto da diplomacia brasileira em Honduras e desmoraliza conservadorismo nativo; no Senado, vetos do PSDB ao ingresso da Venezuela no Mercosul são rejeitados na íntegra; Serra, que fez campanha contra Chávez na Fiesp, ainda teve que engolir um relatório final que acusa, abre aspas: as informações sobre o governo venezuelano são distorcidas pela imprensa sensacionalista".
. Carta Maior

Façam o que eu digo, não façam o que eu faço...

"Em 1973, durante a guerra do Vietnam, os Estados Unidos despejaram sobre aquele país do sudeste asiático quase todo o seu arsenal de bombas de destruição em massa.

O cardápio da morte privilegiava as armas químicas e bacteriológicas contemplando uma variedade que ia do napalm ao desfolhante agente laranja e urânio empobrecido. A idéia era não poupar nenhum ser humano e muito menos a natureza. O desequilíbrio ecológico alcançou a China que foi invadida por nuvens de insetos.

Temendo epidemias, o governo chinês iniciou uma campanha junto à sua população e à resistência vietnamita com o seguinte apelo: seja higiênico, mate uma mosca e um americano.

Aos leitores renovo meu pedido de desculpas já que a idéia inicial era escrever sobre um dos maiores juristas do Império Romano, o libanês Ulpiano de Tiro. Mas como é possível falar em Direito quando a humanidade assiste indignada à invasão, ocupação e saques do Iraque pelo Império Americano?".

. Por Jorge Bourdoukan

Chover no molhado

Informa Lauro Barbosa em seu blog que “terça-feira na Câmara o bicho vai pegar. Os vereadores repensaram uma questão e decidiram reativá-la. Trata-se da decisão de votar - em regime de urgência - o Projeto de Decreto Legislativo, que torna sem efeito - nulo - o tal Têrmo Aditivo de 96, que teria sido celebrado entre o município e a Sanepar - sem passar pela Câmara - para a prorrogação do atual contrato. Isso na prática, representa, “trucar” a Sanepar, depois que Stênio Jacob - presidente da empresa - passou pela Câmara e falou grosso. Cantou de galo sobre o assunto. Como se já estivesse tudo resolvido. Sem contestação. Líquido e certo”.

Meu comentário: na verdade a Câmera vai chover no molhado, porque este aditivo simplesmente não existe. A proposta de prorrogação do contrato foi enviada pelo então prefeito Said Ferreira ao Legislativo Municipal, mas os vereadores nem chegaram a votá-lo. Logo, não existe aditivo nenhum e o contrato de concessão termina mesmo em 2010. E ponto final.

Conseqüência do presente de grego

A Comissão de Direitos Humanos de Sarandi denuncia:
“ A linha que faz o itinerário Maringá/ Jd. Universal está deixando de fazer um longo trecho fazendo com que os usuários caminhem muito a pé, as Avs. Felício Turquino e Giro Watanabe são longas e o ônibus vai só onde tem asfalto. Há problemas na ligação entre as duas ruas, mas não impediria dos ônibus descerem um pouco mais para deixar os usuários mais perto de suas residências. Com certeza que o preço da passagem não foi diminuindo, assim como o caminho o foi....acreditamos ser um grande descaso dessa empresa para com quem a sustenta”.

PS: Quando saiu a integração Sarandi-Paiçandu, que não significa praticamente nada para a esmagadora maioria dos passageiros das duas cidades, pensei logo: “Isso é um agrado, para justificar a má vontade com a integração com Maringá, que é o que realmente interessa”. Agora chego a conclusão também que aquela integração inútil objetivava também criar um clima de conformismo com a redução de linhas, como essas mostrada pela CDH.

Há lixo que fede mais, há lixo que fede menos...

‘O lixo fedeu’

Ao rebater, de forma grosseira, uma manifestação equilibrada, ponderada, de bom senso de vereador Humberto Henrique (PT) sobre a questão de lixo em Maringá, o líder do prefeito, Heine Macieira (PP), teve uma recaída e fez um esforço para justificar o injustificável, dizendo que Humberto está mal informado, que a imprensa tem passado meias verdadades e que o prefeito está empenhado no problema.
Heine ‘adiantou’, talvez sem querer, o resultado da licitação. Disse que a Pajoan tem problemas e não será contratada, que a segunda colocada tem problema, que a terceira é de longe, enfim que a licitação será ‘melada’ e o prefeito quer tratar de aterro sanitário, enfim deu a entender que o prefeito não desistiu de continuar com a Maringá Lixo Zero ou sucessoras e usando o sistema Biopuster.
Humberto rebateu categoricamente. Heine voltou a contra-atacar dizendo que se ele tem a solução que se candidatasse a prefeito e resolva. Humberto disse que seu nome está à disposição do partido, mas que se fosse prefeito e não conseguisse resolver o problema renunciaria ao cargo.
Matou a pau. Heine teve que engolir em seco.
A vereadora Marly complementou dizendo que este assunto do lixo tem muito interesses financeiros e que como fiscais do dinheiro público os vereadores não podem deixar que se pague mais caro.
Nossa opinião: o caso é para CPI e com desdobramentos graves; se a câmara fosse independente poderia chegar até ao afastamento do prefeito.

Akino Maringá, colaborador do Blog do Rigon

29 de outubro de 2009

Lula, nada sutil

Lula foi a Rede Record para a inauguração de novos estúdios de novelas da emissora do bispo Macedo e detonou a Globo: “Não podemos ser vítimas de formadores de opinião que querem que você tenha uma única opinião.A deles.Querem que você compartilhe de um pensamento único”.
O recado foi direto para os colunistas eletrônicos Alexandre Gracinha e Míriam Porcão.
Bem, o presidente tá certo, mas o local escolhido para criticar o monopólio da Rede Globo foi inadequado, revelando um certo oportunismo.

E se o espelho se quebrar?


Requião dá arma e munição aos adversários

Alguém tem duvida de que na campanha do ano que vem a oposição vai explorar as ironias infelizes do governador Requião sobre o câncer de mama?
Essa manifestação de homofobia explícita pode custar caro ao governador, que hoje a tarde na Assembléia Legislativa piorou a situação ao provocar o deputado petista, professor Lemos. Ontem, o primeiro suplente do PT, que ocupa provisoriamente a cadeira de Enio Verri, criticou duramente o governo do Estado e trocou palavras ásperas com o lider Romanelli. Requiao, que perde o amigo mas nao perde a piada de mau gosto, debochou de Lemos, aconselhando o ex-presidente da APP Sindicato a não usar silicone nos seios.

Fim de ação cítrica

Informa o Rigon em seu blog (o mais acessado de Maringá), que
“O juízo da 3ª Vara Cível da comarca extinguiu, por abandono de causa pelo autor, a ação civil pública 702/2003, que a Associação de Estudos e de Defesa do Contribuinte movia contra o município de Maringá. A Aedec, hoje presidida por Rogério Mello, havia denunciado o município na época do prefeito João Ivo Caleffi, por gastos com propaganda, envolvendo a Exclam e a Martins & Branco Ltda”.

PS: Esta ação foi mais uma daquelas jogadas políticas executada em um certo laranjal. Na época o Governo Popular havia feito uma licitação de R$ 1,3 milhão de verba publicitária. Se inscreveram 9 agências, inclusive as duas citadas. Boa parte dessa verba foi gasta com a chamada propaganda legal, incluindo aí a publicação de editais e os institucionais de rádio e TV, como campanha de vacinação. Não havia nada, absolutamente nada, que denotasse culto a personalidade. Mas, e agora, onde está a Aedec? Por que sera que ela não vê os gastos absurdos de propaganda da “administração cidadã”, por meio de uma única agência, que só por coincidência, é a mesma que fez as campanhas do prefeito SB2 nas eleições de 2004 e 2008?

28 de outubro de 2009

Briga de Lemos com Romanelli pode provocar saída de Ênio


Informa Fábio Campana em seu blog que Enio Verri deve deixar o governo do Estado e voltar logo para a Assembléia Legislativa. O motivo seria a “insubordinação” do professor Lemos, o primeiro suplente do PT que ocupa temporariamente a cadeira do maringaense. Num acalorado debate ontem com o líder do governo Requião , Lemos foi na jugular de Luiz Cláudio Romanelli. A orientação no Palácio Araucária é pela fritura de Lemos. E não existe meio mais eficaz de calar o crítico professor Lemos do que dando um jeito do titular reassumir sua cadeira.

Coisas da fé

“De graças a Alá” é a frase que aparece em árabe, na perna de um bebê no vilarejo no Daguestão, sul da Rússia. O local virou centro de peregrinação depois que a notícia de que um bebê trazia na pele os versos sagrados do Corão se espalhou.
. Fonte: Agência Reuter

Que país é este?


"O presidente Luiz Inácio Lula da Silva reagiu com irritação nesta terça-feira à declaração do presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Gilmar Mendes, que ontem defendeu punição para atos criminosos cometidos por movimentos sociais".
. Di blog Conversa Afiada

PS: O presidente da mais alta corte do país, que deveria dar o exemplo, externa publicamente seu preconceito contra os movimentos sociais. Pior: prejulga.

A revitalização sugerida por JC Cecílio


"Ufa! Finalmente a justiça chegou e evitou o pior para os comerciantes lesados e a memória ainda viva de nossa cidade.

Porém, todo cuidado é pouco! É hora de agir sabiamente para a volta ser redentora e digna.

Os condôminos deveriam buscar parceria com as grandes empresas da cidade (Cocamar, Expresso Maringá, Viação Garcia etc) para investir e restaurar este fabuloso e importante edifício de Maringá. Façam bons projetos de cooperativa, aproveitem incentivos fiscais e financeiros junto ao BNDS, BID, UNESCO, tudo é possível. Vendam a idéia, não fiquem na mão desta administração torta.

Torço por Vocês! Mãos a Obra!"

Fotos e ilustrações: JC Cecilio (2008/2009)

A exemplo de La Marca, Marighella vai pra tela


Dia 4 próximo faz 40 anos que Carlos Marighella foi morto numa emboscada chefiada pelo delegado Fleury, em São Paulo. O líder comunista vai virar filme em 2010. Além disso, ganhará também o título de cidadão paulistano. Marighella tinha uma inteligência acima da média. Conta-se que ele respondia em versos as provas de física na Universidade da Bahia.

27 de outubro de 2009

Pode dar samba, o samba do Álvaro

"Segundo deputados com trânsito livre no Palácio das Araucárias, Serra e Requião conversam por telefone pelo menos uma vez por semana".
. Hora H News

PS:Quem deve estar por trás dessa aproximação é o senador Álvaro Dias. Isto significa que a aliança PMDB-PSDB no Paraná fortalece Álvaro que pode vencer a queda de braço contra Beto Richa no ninho tucano. E ai, sem Beto, sem Osmar e com Pessuti “cristianizado”, será governador.

Brasil racista

"Praça da Sé - SP.O menino não deve ter oito anos de idade. É um garotinho alegre que acompanha a mãe em direção à Catedral. De repente resolve extravasar sua alegria e sai correndo em direção às escadarias. Dá dois ou três gritos, sempre sorrindo quando se aproxima de um senhor que o adjetivo diria distinto. A violência do pontapé fez a criança girar no ar e cair de boca no chão. O sangue começou a escorrer, seus lábios sangravam. Um deles apresentava um corte respeitável. O senhor distinto, consternado, tentava justificar sua atitude para a mãe e para alguns curiosos. Pensara que fosse um trombadinha, ele que já havia sido assaltado naquele mesmo local várias vezes. O que vocês fariam no meu lugar se vissem um negrinho correndo em sua direção dando gritinhos? Isto ele disse depois de justificar que não era racista, para compreensão dos curiosos e indignação da mãe".

. Por Jorge Bourdoukan

Sobre o valor histórico da Rodoviária Velha de Maringá

Escrevi este texto no dia 29 de maio de 2007, a propósito da interdição da rodoviária velha de Maringá, na época em que a “administração cidadã” condenou o prédio.
"Ví sexta-feira a noite na RTV , que retransmite parte da programação da Rede Minas, uma entrevista com o pai da arquitetura brasileira. Um show de lucidez do centenário Oscar Niemayer. Ele falou de suas obras mais importantes e explicou o porquê da sua preferência pela curva, presente em todos os seus traços. Segundo ele, a curva tem a ver com o humanismo, com o respeito às diferenças.
Ouvindo aquela conceituação pensei logo na rodoviária velha, que tem na sua fachada um grande arco, bem ao estilo Niemayer. Lembrei daquele vão que atravessa o prédio e aquele mezanino, também ao estilo Niemayer. Não sei de quem é o projeto, mas tenho certeza que a rodoviária velha traduz um pouco a história de Maringá. O humanismo era uma espécie de pano de fundo da chegada e partida de cada ônibus nos anos 60. Muita gente desceu naquelas plataformas trazendo caminhões de sonhos e aspirações. Muita gente embarcou, levando frustrações , mas também, experiências de vida e esperança no novo por vir.
Ouvindo Niemayer me convenci que aquele prédio tem sim um grande valor histórico para a cidade. Maringá fez 60 anos e a rodoviária velha , 45.
Eu que vendi muitos exemplares da Folha do Norte nas madrugadas de 64 e 65 naquele prédio, sempre apinhado de passageiros, fico com o coração partido ao saber que ele vai ao chão. Só para registrar a trágica coincidência, a estação ferroviária, de valor histórico ainda maior, foi demolida pelo prefeito Ricardo Barros. A rodoviária será demolida pelo prefeito Silvio Barros II. Seriam os dois irmãos, exterminadores do passado? Ainda bem que o Instituto de Educação é do Estado. Mas acho que o Nereu Vidal Cezar, como genro do saudoso seu Zé, poderia sugerir que algum vereador propusesse o tombamento da Casa Prudentina, na Cerro Azul. E que tal tombar a Casa Estrela, na av. Riachuelo?".

Destruir é preciso, preservar o patrimônio histórico não é preciso


Foto Guilherme Miranda - blog do Rigon

A “administração cidadã” não se conforma com a decisão judicial de reintegração de posse dos condôminos da rodoviária velha. Vai até a última instância , pois tem compromisso com o extermínio do passado e com empreendedores que pretendem construir no local um grande centro comercial, matando a concepção do eixo monumental pensado por Jorge de Macedo Vieira, o arquiteto que projetou Maringá.

Um galo , um porco

Gleisi pode ir pro sacrificio

"PT começa a discutir o ‘Plano B’, com Gleisi para o governo.
Os faniquitos do senador Osmar Dias, que suspendeu as negociações com o PT e disse que não tinha tempo para perder com chove e não molha, acenderam o sinal amarelo no PT.

Os petistas se deram conta que estão negociando com um político de temperamento instável, que demora muito para tomar uma decisão, mas que pode agir por impulso, ao sabor de uma irritação momentânea".
. Do Hora H News

26 de outubro de 2009

Obama fez escola

"Meu banco de dados já conta com mais de 300.000 endereços autorizados. São milhares de pessoas que recebem no “Informativo Semanal”, um resumo de minhas atividades. Cumpro o dever de prestar contas. Recomende novos endereços e os incluirei em meu mailing com satisfação. Envie para: alvarodias@senador.gov.br".

. Do blog do senador Álvaro Dias que, ao estilo Barak Obama,faz campanha pela internet.
Com o presidente americano deu certo.

Minha primeira entrevista



Esta foto é de agosto de 1969 . Foi a primeira entrevista que fiz como jornalista. Estava começando, era um foca que ainda tremia diante do entrevistado. Mas este aí era um grande cara e claro, um cara grande. Antenor Barnabé Neto me deixou bem a vontade, compreendendo meu nervosismo e até minhas perguntas bobas, de quem jamais entrevistara alguém. Então presidente da LEAM – Liga de Esportes Atléticos de Maringá , ele se preparava para chefiar a delegação maringaense nos Jogos Abertos do Paraná, em Cornélio Procópio, que cobri pelo O Jornal , meio que na cola do Wilson Serra, hoje na chefia de jornalismo da RPC. Senti muito a morte do Barnabé, engenheiro aposentado pelo Estado, um amante (e praticante) do esporte e uma figura humana extraordinária. A última vez que o encontrei, esbanjando saúde , foi em julho na Av. Getúlio Vargas e como sempre acontecia, ele foi logo dizendo, com sorriso nos lábios: “E aí baixinho, você não cresceu mais mesmo, né? “. Respondi brincando e encolhendo o braço direito, porque quem conhecia Barnabé sabia como ele apertava a mão dos amigos: “Pois é Dr., continuo do mesmo tamanho mas com a certeza de que cresci no seu conceito”. Ele me deu um abraço e fomos tomar um café. Que Deus o tenha.

Ela ainda acredita


"Gleisi Hoffmann não perdeu as esperanças de ver as siglas que hoje se abrigam sob o pendão do governo Lula unidas em torno da candidatura de Osmar Dias, do PDT, e a fazer força pela eleição de Dilma Rousseff para presidente da República".

. Do blog de Fabio Campana

PS: Isso não é impossível de acontecer, não. Afinal de contas, em política até boi pode voar. Mas a possibilidade é remotíssima, principalmente porque a base do PT não se imagina convivendo com alguém que tenha ojeriza do MST e que conviva com tana facilidade com adversarios ferrenhos do governo Lula, caso de Abelardo Lupion. Engana-se quem pensa que as bases petistas perderam a coerência.

Álvaro está na área


Com o naufrágio da candidatura Osmar, cresce a possibilidade do irmão dele, o também senador Álvaro Dias, nivelar a queda de braço com Beto Richa. Claro, no PSDB nativo Álvaro tem poucas chances, mas considerando seu bom desempenho nas pesquisas e sua reconhecida capacidade de articulação, nada impede que ele venha a “convencer” Beto a terminar seu segundo mandato de prefeito de Curitiba. Se isto acontecer, o pré-candidato do PMDB, Orlando Pessuti, fica a um passo da cristianização.

Bye, bye, Osmar!


“As coisas chegaram, aparentemente, a um ponto sem retorno entre o senador Osmar Dias e o Partido dos Trabalhadores. Cansado de ser hostilizado pelo que classifica como sendo o “baixo clero” do PT, Osmar Dias estaria começando a tomar medidas que apontam para uma desistência de sua candidatura ao governo do Estado”.
. Do Hora H News

Meu comentário: Estava na cara que não daria certo. O senador conduziu sua candidatura para um lado totalmente avesso. Começou errando feio ao colocar o deputado Ricardo Barros como seu grande articulador. Ricardo o traiu assim que percebeu que o barco poderia fazer água. Teve o segundo tropeço quando se jogou nos braços de Abelardo Lupion, fazendo profissão de fé no agronegócio e exteriorizando sua ira histórica contra o MST. Em seguida, mostrou-se inábil para lidar com o fenômeno Beto Richa. Enfim, Osmar Dias foi ficando isolado e sua candidatura a governador cada vez mais inviável.
É possível que , com o orgulho ferido, ele toque o bonde . Mas se bobear começará a vislumbrar um cenário hostil até para a sua tentativa de renovar sua cadeira no Senado.

25 de outubro de 2009

DNA musical

Os repertórios são diferentes, mas Maria Rita é a Elis Regina cantando. Já Diogo cozinha o repertório do pai, João Nogueira. A diferença é quase imperceptível. Ainda há pouco eu estava ouvindo Espelho, primeiro com o velho João e depois com o menino Diogo. A semelhança é incrível.

Molecagen partidária

O acordo PT-PMDB está sendo bombardeado em várias frentes. Uma delas se localiza no Paraná, onde o governador Requião, do chamado PMDB velho de guerra, chama de molecagem a dobradinha Dilma-Temmer acertada num encontro gastronômico entre o cacique Michel Temmer e o presidente Lula. Sobre isso comentou Requião: “Aquilo foi uma farra de um jantar e não tem nenhum aspecto legal. O partido não tomou conhecimento disso. Eu não estou nem dizendo que não seja possível uma coligação com o PT nacional, mas eu não reconheço a autoridade de meia dúzia de comensais que, depois de tomar um bom vinho e comer um bom rango, resolve dizer para todo o partido o que deve fazer”.

Surprise!!!


Umberto Crispim foi reconduzido ontem a presidencia do PMDB De Maringá.

Foto: blog do Rigon

Bota pimenta malagueta, um bocadinho mais..


A maionese preparada por Lula para amarrar o PMDB a Dilma, pegando o maior partido do país pelo estômago, parece que pode desandar a partir da Bahia. Lá na minha terra natal, o cacique peemedebista Gedel Vieira lima quer ser candidato a governador e, mesmo sendo ministro do governo Lula, anda falando o diabo de Jacques Wagner, um dos peixinhos do homem. Jacques é candidato a reeleição e Gedel tem verdadeira obsessão pelo Palácio de Ondina.
É, este acarajé está apimentado demais e pode sapecar a boca de Dilma. Lula até já teria ordenado a Gedel que ele troque o acarajé por um vatapá e a comari pela malagueta, , mais agradável ao paladar da gaúcha Roussef,

24 de outubro de 2009

Confronto entre policial civil e polícia militar termina em morte

“Um policial civil de 34 anos foi morto na manhã deste sábado (24) no Bairro Cajuru, em Curitiba, após um confronto com policiais militares.

O policial teria passado a noite em uma festa, consumindo álcool e cocaína junto com outras três pessoas, segundo informações da Polícia Militar. Neste mesmo local foi onde ocorreu o conflito na manhã de hoje. O policial civil, que estaria agressivo por efeito das drogas, teria atirado contra um indivíduo e agredido mais dois.

A PM foi chamada no local para resolver a situação, mas teria sido recebida com cinco tiros, disparado pelo policial civil. Houve troca de tiros e o policial civil acabou morrendo na hora".

. Do jornal online Hora H News

Rasteiras e outros bichos...

O presidente do PSDB estadual, deputado Valdir Rossoni, trabalha pela reaproximação Beto-Osmar Dias. “Queremos Osmar! Queremos Osmar! Queremos Osmar!”, diz Rossoni, puxando o coro da hipocrisia. Os tucanos querem Osmar, sim, mas com três objetivos: implodir de vez a aliança do senador do PDT com o PT, afastá-lo da disputa ao governo estadual para que ele vá reforçar o time do Beto, mas na condição de candidato ao Senado e por último, queimar o filme de Álvaro Dias, que tenta costurar sua candidatura a sucessão estadual a partir de Brasília. Na luta pelo Palácio Iguaçu vale tudo, de abraço de tamanduá a rabo de arraia.

Cidadania, a gente vê por aqui

Servidor municipal denuncia perseguição pela “Administração Cidadã” de Maringá:

“Sou auxiliar de enfermagem, servidor municipal de Maringá há 9 anos. Em 2006 participei ativamente da greve dos servidores municipais que durou 31 dias. Sou um dos 28 servidores que foram demitidos injustamente pelo atual prefeito e reintegrados judicialmente dias depois. Fiz parte da vitoriosa luta contra a privatização do Hospital Municipal e participei da Frente contra a privatização da coleta do lixo. Fui diretor do SISMMAR, na gestão Trabalhadores em Luta (então filiada à combativa CONLUTAS –Coordenação Nacional de Lutas). Mais recentemente, denunciei ao Ministério Público a falta de manutenção em ambulâncias e a falta de médicos no Samu de Maringá. Resumindo, sempre defendi um serviço público de qualidade e um tratamento digno e democrático aos servidores.

Em virtude disso, a atual administração municipal move contra mim um processo administrativo criado para legitimar uma futura demissão. O mesmo acontece com outros servidores que foram reintegrados. As perseguições continuam na administração municipal.

Por fim, faço um convite à dirigentes sindicais verdadeiramente comprometidos com a classe trabalhadora e camaradas de luta, para que compareçam à frente do paço municipal na próxima segunda, terça e quinta-feira, dias 26, 27 e 29 de outubro, às 8h30. Nesses dias serão ouvidas as testemunhas de acusação.

Faço um chamado de solidariedade e apoio daqueles que não aceitam a perseguição política contra os trabalhadores que ousam lutar pelo que é justo”.

. Paulo Vidigal

Teria o prefeito de Sarandi amarelado no caso do lixo?

O prefeito de Sarandi , Milton Martini, tirou o dele da reta no caso do lixo. Diz que o problema não é do seu município e sim de Maringá, que é quem tem que se entender com a Pajoan e a Justiça.

Em nota oficial da Prefeitura , que li há pouco no blog do Rafael Gotardo, Martini diz: “ A empresa Pajoan é empresa privada, não tendo o Município de Sarandi qualquer vinculação com a licitação da Prefeitura de Maringá.
É o Município de Maringá que julgou vencedora da licitação a empresa Pajoan, e portanto, somente o Município de Maringá deverá dizer se poderá ou não assinar contrato com a empresa Pajoan para levar os resíduos sólidos para o aterro sediado em Sarandi.

Desta forma, quem vai decidir se a empresa Pajoan poderá ou não receber os resíduos sólidos do Município de Maringá, é o Prefeito de Maringá, Sr. Silvio Barros II”.

PS: Se o prefeito de Sarandi não tem nada a ver com o fato de Maringá mandar para lá 300 toneladas/dia de lixo, quem é que tem? A população não vai deixar isso barato e se a nota foi mesmo assinada por Martini, ele que se prepare, porque a população vai cobrar caro este posicionamento medroso.

Recordar é viver

Por falar em Elis Regina, participei de uma entrevista com ela em Maringá, já se vão quase 30 anos. Elis veio apresentar o Show Falso Brilhante e se hospedou no Hotel Vila Rica (Rua Joubert Carvalho), onde se realizou a coletiva. Ela riu de dar dor de barriga quando o saudoso Waldir Pinheiro usou numa pergunta a expressão reborréia. O “Cabeça”, que a esta hora deve estar lá em cima tentando explicar o significado da palavra para a “pimentinha”, referia-se ao lixo musical que naquela época já tomava conta das emissoras de rádio, as AMs, porque ainda nem existiam FMs.

Imperdível



Elis canta Violeta Parra. Gracias a La Vida com Mercedes Sosa é qualquer coisa, mas Elis Regina não fica atrás. Maravilha!Quem quiser ver e ouvir, esta no YouTube

Curva perigosa ameaça ninho tucano


Análise de um especialista em pesquisas eleitorais publicada esta semana na coluna Rosa dos Ventos ( Maurício Dias, Carta Capital) faz “tucano” suar frio. O professor Marcus Figueiredo, da Universidade Cândido Mendes, aponta para uma curva descendente no caminho da candidatura Serra. Apesar do DataFolha e do Ibope mostrarem um crescimento momentâneo do governador de São Paulo, pré-candidato do PSDB a presidente, a situação do líder das pesquisas não é nada confortável. Diz o professor: “A curva mostra o comportamento longitudinal do eleitor em relação às candidaturas de José Serra e Dilma Rousseff. Esse comportamento em relação ao governador Serra apresenta uma base de 35% e, ao longo do tempo, sofreu uma variação positiva até o início de 2009. A partir daí, há uma tendência constante de queda”.

Não é preciso dizer que o tucanato está em polvorosa, porque sabe que a maquiagem que a Globo e a Folha de São Paulo fazem da realidade eleitoral do momento não pode servir de calmante. Serra sente calafrio quando se dá conta de que sua candidatura pode derrapar nessa curva. Haja papel higiênico para tanto desarranjo intestinal!

Chico homenageia Ciro

Amigo Ciro
Muito te admiro
O meu chapéu te tiro
Muito humildemente
Minha petiz
Agradece a camisa
Que lhe deste à guisa
De gentil presente
Mas caro nego
Um pano rubro-negro
É presente de grego
Não de um bom irmão
Nós separados
Nas arquibancadas
Temos sido tão chegados
Na desolação

Alto lá! Chico Buarque de Holanda não está homenageando Ciro Gomes. Nem sei se existe entre ambos alguma simpatia recíproca. A música "Receita pra virar casaca de neném" é de 1969 e foi feita para Ciro Monteiro, de quem Chico era amigo e grande admirador.

Ainda tem pano pra manga

A PEC dos vereadores ainda vai render. O STF julga dia 29 próximo a liminar que barrou os suplentes. Sonhos se renovam, mais frustração que se aproximam.

23 de outubro de 2009

Recado para o Osmar

"Qualquer leitura mais atenta ao que está acontecendo em Brasília leva a uma mesma conclusão: a CPI do MST não é para apurar supostos desvios do Movimento. É, sim, para buscar um motivo para atingir o governo Lula".
. Do blog do Florisvaldo, secretário geral do PT no Paraná, que aproveita o embalo para dar umas alfinetadas no senador Osmar Dias, cuja candidatura a governador faz água.

Coisa de exterminadores do passado


foto antiga que pincei do blog do Rigon

Dois anos desativada e se deteriorando. Mas agora a Rodoviária Velha volta para as mãos dos condôminos que tiveram um prejuízo enorme com a interdição irresponsável.
Informa o Rigon em seu blog que “o juiz Airton Vargas da Silva, da 2ª Vara Cível da comarca, deu ganho de causa aos condôminos da Estação Rodoviária Américo Dias Ferraz, que foram desalojados de seus boxes em fevereiro de 2007, pelo prefeito Silvio Barros II (PP), que alegava que o prédio corria iminente risco de cair. A interdição do local pela prefeitura gerou prejuízos aos comerciantes, muitos dos quais tiveram que demitir funcionários. A decisão, ainda disponibilizada em sua íntegra, conclui que houve um erro do município quando aconteceu a interdição e se impediu que os condôminos entrassem e reformassem o local. A sentença admite que houve esbulho por parte do poder público”.

PS: se houvesse um pingo de respeito com o bem público , ao invés de interditar a “administração cidadã” teria elaborado um projeto de restauração do prédio. Tão ou mais grave do que o prejuízo imposto aos condôminos está o desprezo com a memória da cidade. A justiça determinou a reintegração de posse, mas, ao invés de abandoná-la a “Administração Cidadã” deveria era restaurar e revitalizar aquele espaço. Ali foi cometido um crime contra o patrimônio histórico do município, que ainda não está salvo da mira dos exterminadores do passado.
O prédio está todo deteriorado e portanto, não faz sentido ser devolvido para os condôminos sem uma boa reforma. Mas o prefeito Silvio Barros II não fará isso, posto que o seu maior sonho é jogar tudo "na chon" e entregar o terreno de mão beijada para empreendedores erguerem ali uma enorme torre. Se um dia isso vier a acontecer, a cidade estará simplesmente assassinando o eixo monumental previsto por Jorge Macedo de Vieira.

Milton indignado, porem nem tanto...

“O prefeito de Sarandi, Milton Martini (PP), que durante a Conferência Municipal de Saúde disse que o prefeito de Maringá, Silvio Barros II (PP), "sacaneia" a população daquela cidade, estava nervoso no momento das críticas. Ele ficou irritado com a informação publicada hoje em O Diário de que a prefeitura de Maringá esperava a autorização dele, Martini, para que o aterro da Pajoan possa receber o lixo produzido pelos maringaenses. Ou seja, o irmão mais velho quer jogar toda a responsabilidade nas costas do seu colega de partido.
Martini teria admitido que exagerou na crítica (ele teria chamado os Barros de canalhas). O prefeito de Sarandi sente na carne o que já passaram Said Ferreira, Jairo Gianoto, José Cláudio e João Ivo”.

PS: A revolta do prefeito de Sarandi é compreensível, o que não é compreensível é sua volta atrás, certamente temendo represálias. A propósito dos ex-prefeitos citados aí na nota do Rigon, deixa eu só lembrar um pequeno fato ocorrido com o João Ivo. Foi no começo do ano passado, quando o deputado Ricardo Barros ligava a cada 5 minutos para os vereadores da base durante uma sessão da Câmara, em que seriam votadas as contas do ex-prefeito relativas ao exercício de 2003. Ricardo orientava o Amém F.C a rejeitar as contas, porque isto significaria um candidato a prefeito a menos na disputa eleitoral, contra o irmão Silvio. O Tribunal de Contas havia recomendado a rejeição devido a falhas contábeis, problemas de ordem meramente técnica no fechamento do balanço final. As contas, entretanto, acabaram aprovadas, embora um ano depois.

Outra coisa: estive uma vez com o João Ivo e o deputado Nishimori no gabinete do presidente do TC, Hermas Brandão e ele disse taxativamente: “Quero ver se conseguimos resolver logo este problema das suas contas, João Ivo, porque não agüento mais o Ricardo aqui pedindo a todo momento para o Tribunal rejeitar”.
Fiquei sabendo depois que o presidente do PP tem feito o mesmo esforço junto ao Tribunal de Contas do Paraná para “ferrar” o ex-prefeito Said Ferreira. Vale também a lembrança de que no processo que a Procuradoria Jurídica do Município entrou contra três ex-prefeitos, pedindo ressarcimento aos cofres públicos de mais de R$ 100 milhões de recursos desviados, não consta o nome justamente de um dos ex-prefeitos que mais problemas teve nesta área. Ele mesmo, Ricardo Barros que, em valores atuais, teria desviado mais de R$ 20 milhões. Mas o então procurador Laércio Fondazzi , que deixou RB fora, não poupou nem o nome do saudoso José Claudio Pereira Neto. Viu, Terezinha Pereira?

Leitor disse:

Este pitaco foi postado pelo leitor que se identifica como Albino:

" O crescimento de Ciro nas últimas pesquisas deixou Serristas e Dilmistas assustados e ambos partiram pro ataque a Ciro. O petista porque sentem que a ministra Dilma vive um momento ruim para qualquer candidato porque a rua sabe que ela é candidata do Lula, mas esta mesma rua não acredita que ela será capaz de vencer as eleições.Os tucanos porque temem língua afiada do Ciro e sabem que no segundo turno ganhar da Dilma e mais fácil que de Ciro.
Por isso, a a situação mais confortável para ambos é Ciro candidatar ao governo de São Paulo".

Péssima notícia

Está na Gazeta do Povo :
"Pesquisa da FGV revela que as pessoas acreditam cada vez menos no Judiciário. A maioria (70%) acha que os juízes não são honestos nem imparciais".

Isso é trágico, ainda mais num momento como este em que a violência explode e o Estado se mostra incompetente para enfrentar o crime organizado. Se o judiciário não é confiável, em que mais acreditar?

Ciro ou nao Ciro? Eis a questão


O articulista da Folha de São Paulo e blogueiro Josias de Souza, sustenta que Ciro Gomes é um candidato multiuso e embora insista que disputará a presidência, pode mesmo é entrar com tudo na refrega paulista. Ciro Gomes foi governador do Ceará, é deputado federal pelo Ceará, mas transferiu o seu título de eleitor para São Paulo. Isso não é obra do acaso.
Ele insiste: “Sou candidato a presidente”. Mas não descarta de todo disputar o governo de São Paulo. Diz não a esse desejo de Lula, mas não é um NÃO rotundo. Até bate na madeira e nega três vezes ser o governador que Pindamonhangaba sonha. Prefere ter seu busto como um pindamonhangabense a escalar a rampa do Planalto. Porém, vai acabar convencido que se mirar seu foco no Palácio dos Bandeirantes e não no Planalto, será mais útil ao lulismo. Se insistir, vai atrapalhar Dilma e corre o risco de ficar sozinho na multidão e protagonizar um grande fiasco eleitoral em 2010. Ciro, que não é bobo nem nada, terá chances ampliadas se disputar o governo de São Paulo. Não será um cearense querendo governar o principal estado da federação. Não será mesmo, pois Ciro é paulista da gema , embora com espírito nordestino, ao contrário de Lula, um nordestino com espírito paulista.

Se o zero engole zero e noves fora, nada...

De tudo o que o presidente da Sanepar disse ontem na Câmara Municipal de Maringá, uma coisa é tranqüilizadora para a sociedade local: o fato de que a Prefeitura não pode abrir licitação para que a iniciativa privada assuma o serviço. Não sei com base em que ele disse isso, mas se for de lei, maravilha. Significa que no caso da água, o sonho privatista de RB e SB não se realizará.
O presidente da Sanepar não confirmou a nulidade do aditivo de prorrogação do contrato de concessão, que não tem validade segundo o prefeito da época Said Ferreira. Deixou implícito que a Sanepar vai brigar na justiça para continuar gerindo o sistema de saneamento básico da terceira maior cidade do Estado. Porém, com muita “generosidade”, informou que se o município estiver disposto a reembolsar a companhia com a bagatela de R$ 225 milhões, a Sanepar devolve a bagaça.
Não sou economista, sou péssimo em matemática, não tenho cabedal jurídico, manjo nadinha de administração, mas como a esmagadora maioria dos maringaenses, não sou bobo. E concluo: se Maringá deve isso a Sanepar, como ficaria um cruzamento de contas? Se fizermos a conta do caboclo do sertão, aquela do zero engole zero e do noves fora nada, a companhia ainda terá que deixar alguns caraminguases nos cofres do município ao final do contrato.

Presentaço


Que não se diga que o prefeito de Maringá, Sílvio Magalhães Barros II não foi generoso com Sarandi por ocasião do 28º. aniversário do município vizinho: deu um presente de 300 toneladas de lixo por dia. E que presente!

. A ilustração, de autoria do Jeferson, foi pinçada do blog do Rigon.

Corram, o Comitê 9840 vem aí, com tudo



“O princípio da presunção de inocência é uma característica do Direito Penal. É o que defende a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que cooperou para colher as assinaturas, que ultrapassaram a casa do milhão, para o Projeto de Lei que pretende vedar candidaturas de políticos que respondem a processos no Judiciário.

. Do site O Consultor Jurídico

PS: Mesmo que este projeto de iniciativa popular não vingue, os “fichas sujas” vão ter muita dor de cabeça em 2010. Imagine só: CNBB, OAB , centenas de organizações não governamentais e muitas outras entidades representativas da sociedade civil no pé dessa gente?
Como perguntar não ofende, pergunto: será que a SER e o Observatório Social de Maringá vão estar firmes nessa campanha contra os fichas sujas? Podem até estar, mas desde que não haja exposição pública dos nomes dos “fichas sujas” de cada região. Imagine um enorme painel na Praça Raposo Tavares com a relação dos candidatos de Maringá que respondem processos na justiça, alguns até com condenações nas costas? É ruim da SER e do Observatório Social colocarem suas logos, endossando a execração.

Novos lances da sucessão estadual

“A candidatura do senador Osmar Dias não se viabilizará, após a formalização da aliança PT-PMDB - aliança que depende ainda das convenções, e até lá de muita água podre passará por baixo da ponte eleitoral -, somente se o PMDB insistir em candidatura própria”.

Concordo em gênero , número e grau com a leitura do amigo Pedrialli, em seu blog. Mas acrescento uma alteração que há tempo venho dizendo que poderá acontecer: a do governador Requião “cristianizar” Pessuti e colocar o PMDB do Paraná a serviço do senador Álvaro Dias. Álvaro tem poucas chances de vencer a queda de braço com Beto Richa dentro do PSDB, mas se conseguir a façanha será governador. Um obstáculo ele já está conseguindo ultrapassar: o irmão Osmar, cujo barco vem fazendo água há algumas semanas. O acordo PMDB-PT costurado as avessas por uma parte do Diretório Nacional , fortalece a posição de Álvaro, que lavra um tento importante se conseguir, atrair o PMDB requianista para o ninho tucano, o que convenhamos, tá facim, facim. Neste caso, a alta cúpula do PSDB “convence” Beto a terminar o seu segundo mandato na Prefeitura de Curitiba, ainda com a promessa de lhe presentear com um Ministério em caso de vitória de Serra (ou Aécio).
E porque digo que se for candidato Álvaro será o próximo governador do Paraná? Porque ele concorrerá sozinho, voará em céu de brigadeiro, sem o irmão Osmar na Parada, com o pop star Beto a apoiá-lo , ainda que por dever partidário. Este quadro, tira também Pessuti da parada, porque se o diretório regional do PMDB insistir com a candidatura do atual vice e a jogada de Requião for com Álvaro, Pessuti se transformará no Cristiano Machado paranaense. Cristiano foi candidato a presidente em 1950 mas foi abandonado pelo PSD, seu partido, que se aliou a Getúlio.

Mal que pode vir pra bem

"A CPI deveria investigar também as entidades que são contra a Reforma Agrária, especialmente as que pregam calote nos financiamentos agrícolas com recursos públicos", disse hoje a presidente estadual do PT Gleisi Hoffmann, sobre a CPI do MST, que Osmar Dias apoia e Ricardo Barros, vice-lider de Lula, adoraria relatar para detonar os sem terra.
Quer saber? Se decolar, esta CPI vai colocar muitos pingos nos is, fazendo cair algumas máscaras. Inclusive a de um certo Ronaldo, que um amigo meu chama de sepulcro Caiado.

22 de outubro de 2009

PH acha que a candidatura de Serra já era

Paulo Henrique Amorim diz em seu blog porque acredita que Serra ja era e o candidato tucano a presidente será Aécio Neves, governador de minas:

"Aécio é candidato porque ele sabe que o Serra perde.

Aécio é candidato porque sabe que dentro da máquina do PSDB e dos Demos fora de São Paulo Zé Pedágio não passa.

Aécio é candidato porque ele sabe que o Brasil cansou do paulistismo.

Aécio é candidato porque ele sabe que é impossível eleger alguém que represente o anti-Lula, como o Zé Pedágio.

Aécio é candidato porque vai ser difícil o presidente Lula pendurar o Fernando Henrique no pescoço dele.

Como se sabe, Aécio tem por Fernando Henrique o mesmo respeito que seu avô tinha: ou seja, nenhum.

Aécio é candidato porque se ganhar, ganhou.

Aécio é candidato porque se perder, ele se torna o líder da oposição no Brasil".

Uma foto que diz muito


A foto é de hoje e foi tirada no Palácio das Araucárias, onde o governador Requião e o vice Pessuti se reuniram com o ministro Paulo Bernardo e a presidente do PT, Gleisi Hoffman. Seria uma cena normal, não fosse o encontro realizado a portas fechadas e dois dias depois do presidente nacional do PMDB, Michel Temmer, anunciar o fechamento de um acordo político com a presidenciável Dilma Roussef. Dizem nos bastidores que Requião pretende chutar o pau da barraca, seguindo a mesma posição do paulista Orestes Quércia, que já tem compromisso com Serra e portanto, não vai engolir essa aliança, com Temmer na vice de Dilma. Mas no Paraná, só dois fatores podem impedir o PMDB de estar junto com o PT em 2010: a consolidação da aliança PT/PDT de Osmar Dias ou algum possível acordo de Requião com o tucanato, mas diante da perspectiva de ser Álvaro e não Beto, o candidato do PSDB ao governo do Paraná. De qualquer forma, guardem bem esta imagem aí (pincei a foto do blog do Campana), ela diz bastante coisa e vai dizer muito mais.

Ideologia, a gente ver por aqui

Tá na veja online:
“A cúpula do PP se reunirá na terça-feira com Dilma Rousseff. Será mais um dos jantares para tentar costurar a aliança governista para 2010. Mas o encontro não deve ir além das cortesias de parte a parte. O PP não tomará qualquer decisão antes de o PSDB definir quem será seu candidato para 2010. Nunca é demais lembrar que o presidente da legenda, Francisco Dornelles, é parente do tucano Aécio Neves”.
PS: O PP é um partido coerente, ninguém pode negar. Ele só está com quem é ou pode chegar ao poder. Por isso, é Dilma e se insinua para Serra e no Paraná, é Osmar Dias, mas flerta com Beto Richa, manda beijinho para Pessuti e pisca para Álvaro

Balé das nuvens

O acordo do PT com o PMDB para 2010, com Dilma na cabeça de chapa e Michel Temmer na vice está encontrando sérias resistências . A primeira surgiu em São Paulo, terra de Temmer mas onde o presidente da Câmara não canta de galo, pois o rei do terreiro lá ainda é Quércia, Serra desde criancinha. No Paraná, o PMDB de Requião também reage a aliança, embora o provável candidato a governador do partido, o atual vice Orlando Pessuti tenha esbanjado otimismo com o acerto feito lá por Brasília. A sucessão estadual no Paraná continua confusa, com cenário cada vez mais parecido com o balé das nuvens de verão.

Estava escrito nas estrelas

"O senador Osmar Dias assinou o pedido da CPI do MST. Atendeu a pedidos de ruralistas paranaenses, transimitos a ele por Ágide Meneghetti, presidente da FAEP e principal liderança do agrobusiness no Paraná.

Os maus bofes que provocou não estão no gibi. Há petista de carteirinha jurando que Osmar só será candidato com apoio do partido passando sobre o seu cadáver.

Radicalizações a parte, é cada vez mais improvável o entendimento entre Osmar e seu PDT e a turma do PT no Paraná".

. Do blog do Fabio Campana


PS: Alguém tinha alguma dúvida de que isso iria acontecer? Eu não.

21 de outubro de 2009

Pessuti otimista

Confessável ou não o fato é que o acordo PT-PMDB para a presidencia da república pode ter repercussão no Paraná, com uma possível dobradinha estadual. O vice Orlando Pessuti, virtual candidato a governador, está otimista com a possibilidade de ter o PT na sua chapa. Se isto acontecer, adeus candidatura Osmar Dias, que há dias vem fazendo água. Sem Osmar na parada, Pessuti passa a polarizar com Beto Richa, hoje com status de pop star mas com um telhadão de vidro enorme para ser explorado por seus opositores. Muita água ainda vai passar por baixo dessa ponte.

Será que são confessáveis?

" Só espero que o PMDB entregue o que está prometendo. Espero também que os termos da aliança sejam confessáveis".
. De Ciro Gomes sobre o acordo PT-PMDB, que deve produzir a chapa Dilma-Temmer.

Voltando devagar, devagarinho...

Estou fora do ar desde sábado quando uma descarga elétrica queimou meu PC. O danado ainda está na UTI, mas espero ainda hoje voltar a postar normalmente. Estou agora no computador de um amigo, de onde aproveito para reproduzirt esta nota do blog do Rigon, sobre a anulação pelo TRE, da sentença do juiz Alexandre Kozechen, da 66ª Zona Eleitoral de Maringá, com a determinação de que houvese o reinício do processo em que o prefeito de Maringá, Silvio Barros II, é acusado de abuso do poder econômico e político na campanha eleitoral do ano passado. " O TRE entendeu que não a falta de oportunidade para o contraditório, da defesa e do Ministério Público, violou o princípio do processo legal, já que o julgamento foi antecipado em primeira instância. Estão disponibilizados o texto do redator designado, Luiz Fernando Keppen, e do relator Auracyr Azevedo de Moura Cordiero, que foi voto vencido no julgamento ocorrido no início do mês. O relator propôs a reforma da sentença e aplicação de multas no valor total de R$ 218.140,50 a Silvio II "por propaganda extemporânea e práticas de condutas vetadas no período eleitoral".
A proposta da multa, vencida, deu-se por conta das entrevistas do prefeito e de secretários a programas de televisão, à grande tiragem de uma revista derramada no município às vésperas do início da campanha e o uso irregular de bens públicos. O recurso eleitoral, que partiu da coligação PMDB-PTN, pode acabar cassando o mandato do prefeito por conta das ilegalidades cometidas em 2008".

PS: a propósito desse assunto conversei rapidamente hoje com o advogado Rogério Calazans, um dos autores da ação contra o abuso do poder econômico e propaganda extemporânea. Calazans está otimista quanto ao resultado do processo que ele tem poucas dúvidas de que acabará mesmo em cassação de mandato.Seu parceiro, o também competente advogado Walter Toledo Valle pensa da mesma forma. As provas juntadas na época são contundentes.

Continue lendo

17 de outubro de 2009

Ética na política, a gente vê por aqui



“As posições no partido estão distribuídas na proporção das pesquisas de intenções de votos.Temos adeptos de todas as possibilidades. Podemos conversar com o Pessuti, com o Beto, com o Osmar”. Palavras do deputado Ricardo Barros, presidente estadual do PP
Vejam só: o PP está aí pra negociar com todo mundo. Seu presidente deixou claro que o “balcão de negócios” está instalado, quem chegar e der mais, leva. Nessa, quem dança é Osmar Dias e o PT, que tanto tem afagado Ricardo Barros. Lembremos que Osmar Dias entregou as articulações de sua candidatura ao deputado maringaense, que ao perceber que não terá mais como Osmar voar em céu de brigadeiro , decidiu recolher o trem de pouso. Agora, ele se insinua para as demais candidaturas, inclusive a de Pessuti, do PMDB, que tem por Ricardo a mesma simpatia que Ciro tem por Serra.

Um apelo a Silvio II

Um apelo a Silvio II
“ Neste sábado, dia sagrado para os Adventistas do sétimo dia, o prefeito Silvio II, que professa a religião e passa em oração e atividades voltadas à ligação com Deus, certamente busca inspiração para administrar o município levando em conta os princípios das Escrituras Sagradas. Sabedor que é, que terá que prestar conta de seus atos ao Criador, antes dos Tribunais de Contas,conforme ele mesmo disse aos prefeitos em Brasília, gostaria de fazer-lhe um apelo: lute contra os desvios e desperdícios de recursos públicos, nesta questão do lixo, tome providências para apuração do esquemão de lavagem de carros; libere o Observatório Social para fiscalizar o Executivo com o mesmo rigor que faz no Legislativo, seja aquele Sílvio doce, amável da campanha. Muitos estarão orando para isto aconteça. Assim seja, amém.
Se a gente fala, a gente faz.

Akino Maringá, colaborador (Blog do Rigon)

PS: Nessa frase “libere o observatório Social para fiscalizar o Executivo”, o Akino diz tudo. Todo mundo sabe que o Observatório é um, braço da SER e esta, por sua vez, braço ACIM. Isso explica porque a entidade pega tanto no pé dos vereadores e ignora os deslizes constantes do prefeito.

Secretário Nardi responde

Recebi uma ligação do secretário de Saúde Antonio Carlos Nardi sobre a postagem do Messias Mendes que repercuti no meu blog. Ele me disse que a declaração de atribuída à ele de que “se a gente for liberar atestado pra todo mundo, a prefeitura pára”. não é verdadeira.

Disse que foi a cerca de quarenta dias teve uma reunião com alguns dirigentes sindicais que disseram a ele que empresas não estavam aceitando declarações de comparecimento de trabalhadores que procuravam serviços de saúde. O secretário disse a eles que a declaração de comparecimento é um documento legal e o empregador tem que entender isso. É um direito do funcionário ou do servidor. O secretário disse a eles que a prefeitura atualmente aceita a declaração de comparecimento de servidores e servidoras que, por exemplo, acompanham o filho num atendimento médico. Durante essa reunião, um dirigente sindical disse ao secretário que haviam empresas que não estavam aceitando a declaração de comparecimento. Dr. Nardi disse então que por conta disso não pode obrigar o médico a fornecer um atestado que não tem necessidade. O secretário propôs então aos dirigentes realizar uma reunião com a Regional de Saúde, CRM, Sociedade Médica e empresas que o procuraram, para tentar convencê-las a aceitar a declaração de comparecimento. “Se alguém falou ou entendeu diferente disso, eu não posso responder pelo poder de interpretação de outros”, disse Nardi.

Acho justo publicar a versão do secretário que dispensou seu tempo para

com esse modesto blog.
. Paulo Vidigal (blogueiro e servidor municipal da área da saúde)

O que fazer?

O que fazer quando a água cristalina vira um mar de lama?
O que fazer quando a fome vira um número que não alimenta?
O que fazer quando o passado vira referencial para quem prometia o futuro?
O que fazer quando o júbilo, envergonhado, busca abrigo na solidão?
O que fazer quando a virtude se cobre de trevas?
O que fazer quando a mentira cospe na verdade?
O que fazer quando a soberba se torna filha dileta no banquete do cerrado?
O que fazer quando se perde a esperança?
O que fazer quando os olhos não querem enxergar e o coração fica cego?
O que fazer quando a bondade se cobre de mau hálito?
O que fazer quando a ternura se vê brutalizada?
O que fazer quando a desigualdade social é incentivada?
O que fazer quando o sonho vira pesadelo?
O que fazer?

Amigo, se você sobreviveu a tudo isso, você pode tudo!
Lembre-se: a História conspira a seu favor e o bem-estar da humanidade é o objetivo derradeiro do universo.

. Georges Bourdoukan (jornalista e escritor)

16 de outubro de 2009

Trova do Assis

Nosso A.A. de Asssis mais uma vez matou a pau num concurso nacional de trovas. Foi o terceiro colocado no projeto PROJETO DE TROVAS PARA UMA VIDA MELHOR.
O Rigon publicou as primeira colocadas e aproveito a carona para colocar aqui a trova do grande Assis, meu guru:


Em nome do amor, em nome
dos sentimentos mais nobres,
perdão, meu Deus, pela fome
que a injustiça impõe aos pobres!
Antonio Augusto de Assis
Maringá – PR – Brasil

O dilema de Osmar


Vai sair mesmo a CPI do MST. Dia 21 o DEM, devidamente autorizado pelo presidente do Senado José Sarney, fará a leitura do requerimento.
Já tem muita gente se perguntando: qual será a posição do senador Osmar Dias nesta Comissão Parlamentar de Inquérito? O PT é contra e vai pro enfrentamento com a bancada ruralista. No Paraná, um dos estados onde o Movimento Sem Terra é bastante ativo, Osmar dobra com o PT nas eleições de 20l0. Haja desconforto, haja saia justa.
O senador Osmar Dias coça a cabeça, passa a mão na barba, tenta encontrar inspiração no além e, claro, lembra Drummond: "E agora, Osmar?".
Ao lado do deputado Abelardo Lupion, inimigo mortal do MST, tudo fica mais complicado nessa aliança PT/PDT,que mais parece um enredo de Buñel.

Uma aventura?

Requião acha que o PT está entrando numa aventura com Osmar Dias. E isto pode custar muito caro a candidatura Dilma.”No final o PT terá que pedir uma carona no palanque do Pessutão. Mas aí pode ser tarde demais”, vaticina o governador.

Lixo que move milhões

A prefeitura de Maringá vai pagar R$ 6,3 milhões por mês para a Pajoan jogar 300 toneladas de lixo por dia no aterro sanitário projetado para receber apenas as 30 toneladas recolhidas na cidade de Sarandi. Dá pra imaginar o estrago que isso deve provocar no meio ambiente? Não consta ter sido feita qualquer audiência pública no vizinho município para saber se a população estava de acordo e muito menos se tem conhecimento de um estudo (sério) de impacto ambiental. É por essa e outras que o chefe regional do IAP , Paulino Mexia vira mote para alguns trocadilhos infames, como por exemplo: “Quanto mais se MEXIA no lixo de Sarandi, mais a coisa fedia”. E vai feder muito mais.

Engana-se quem pensa que o povo está se lixando

De um leitor do Rogério

“Diante destes fétidos fatos que “emporcalham” nossa pacata Sarandi, onde mais uma vez somos vitimizados em nosso orgulho de povo, de cidadão de ser sarandiense, és necessária certa reflexão: até que ponto o povo e a sociedade organizada ficará refém destes acontecimentos? Pois o poder público parece estar dando “risadas”.

Revolta em Sarandi

O comentário do blogueiro Rogério Rodrigues em sua página dá bem a dimensão da revolta da população de Sarandi com a oficialização do aterro sanitário daquele município como fiel depositário do lixo coletado em Maringá. Escreve Rogério:

"Agora a sacanagem está oficializada e, ao que tudo indica, Sarandi será mesmo o lixão de Maringá. Isso de quebra abre as portas para que outros municípios tragam pra cá toda a merda que quiserem.
Este é um presente ofericido por Cido Spada,patrocinado pela a Pajoan, IAP e a corja Barros, com anuência de Martini, do PP.Parabéns Sarandi, nunca uma festa de aniversário foi tão fedorenta como esta!!!"

15 de outubro de 2009

Fala sério, o!!


"Ora, pois, o PMDB tem candidato a presidente da República. Ninguém acredita na sua indicação ou na sua viabilidade, mas por enquanto o professor Mangabeira Unger é candidato e o PMDB nativo, interessado em contestar a direção nacional, exige que levemos a sério essa pantomima".

. Do blog do Fabio Campana

Mais uma pisada de bola na conta da “administração cidadã”

Pode acreditar, mas os médicos do SUS estão proibidos de dar atestado a trabalhadores consultados nas unidades de saúde de Maringá. A ordem é do secretário Nardi, que diz estar respaldado em portaria do Ministério da Saúde, mas uma portaria que ninguém conhece e nem ele revela qual. A negativa está deixando os presidentes de sindicatos obreiros fulos da via. O Jorge Moraes e o Rivail Assunção foram conversar com o secretário em nome da Coordenação Sindical. Em vão, porque Nardi foi enfático: “Acontece que se a gente for liberar atestado pra todo mundo, a prefeitura pára”.

Na verdade, isso foi uma referência direta aos servidores municipais, que na visão dele, Nardi, se puderem justificar suas faltas com atestado médico, os servidores não trabalham.
Os sindicalistas quiseram saber o que os trabalhadores do setor privado têm a ver com isso? Nardi foi evasivo, tentou se justificar mas nada explicou.
No lugar dos atestados, os médicos dos postinhos são orientados a fornecer declarações de comparecimento. O problema é que poucos empregadores aceitam esta declaração e por isso não abonam faltas dos empregados que perderam dia e as vezes dias de trabalho para tratamento de saúde.
Comentei este fato com a presidente do Sismmar, Solange Marega e ela disse que desconhecia, mas adiantou que ser isso for verdade, vai tomar providência. Sugeri que ela fosse conversar com o Presidente do Sindicato da Alimentação, o Rivail, um dos mais revoltados com essa irresponsabilidade da “administração cidadã”.

Em tempo: médico nenhum pode se recusar a assinar atestado para o paciente atendido que solicitar. A recusa significa desrespeito ao Código de Ética Médica (artigo 112), o que é passivo de punição do profissional pelo Conselho Regional de Medicina.

Competência, a gente vê por aqui

"Maringá e Foz do Iguaçu estão entre os 16 municípios brasileiros que tiveram suspenso o credenciamento do Ministério da Saúde ao incentivo financiamento aos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasf). A portaria suspendendo o benefício foi publicada no Diário Oficial da União de hoje. O motivo parece ser o atraso na implantação das equipes do Nasf e o envio de dados ao Sistema de Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde".
. Blogo do Rigon

Bye, bye, RB!

João Elísio Ferraz de Campos foi vice-governador , é homem rico e está disposto a investir alguns milhões de caraminguás para conquistar uma das duas cadeiras que o Paraná terá que preencher no senado em 2010. Passa a ser, então , o terceiro nome forte a disputar uma vaga, já que a outra ninguém tem dúvida que será conquistada pelo governador Requião. Nesta parada, então, Elísio, Gleisi e Fruet. Dá pro deputado Ricardo Barros? É ruim, ehim!

Inspirada por Muntazer al-Zaidi

"... estou viajando. Para Onde? Adivinhem! Estou levando uma mala cheia de sapatos para jogar em políticos. Então, a cidade é...?! Brasília! Acertaram. O Blog fica meio parado até sexta-feira".
. Do blog da professora da UEM Marta Bellini

PS: Muntazer al-Zaidi foi o jornalista iraquiano que atirou o sapato no ex-presidente Americano George W. Bush

Com as burras cheias

"Tem pré-candidato que, independentemente de sair ao Senado ou disputar a reeleição, tem 10 milhões prontinhos para a campanha de 2010. É praticamente uma Mega-Sena acumulada".

. Do blog do Rigon

PS: Um doce de jaracatiá para quem adivinhar o nome do mega-candidato

14 de outubro de 2009

Deputados cara de pau

"Os deputados estaduais Nelson Justos e Durval Amaral estão aparecendo nos canais de TV para se vangloriarem de que estão praticando transparência com o Portal da Transparência da Assembléia Legislativa do Paraná. Sempre que questionados pela imprensa e por deputados favoráveis à transparência dos gastos, se demonstraram contrários ao Portal e agressivos a quem os questionavam, agora saem cantando de galo, se vangloriando como se sempre estivessem a favor. São deputados cara de pau. Deputados assistam as entrevistas concedidas por vocês nos últimos quatro meses. Certamente se envergonharão de vocês mesmos".

. Do blog do Elias Canuto Brndão

De arrepiar

Via uma entrevista do delegado Protógenes Queiroz na Record News em que ele revela coisas de arrepiar. Falou sobre a rede de corrupção comandada por Daniel Dantas e que envolve figuras como Naji Nahhas e Celso Pita. Dantas começou a operar em 90,mas foi a partir do primeiro governo Fernando Henrique que espalhou seus tentáculo por todo canto. Comandou a elaboração de um diabólico plano de privatização, que incluía a Petrobras. O plano teria sido elaborado nos Estados Unidos e redigido em inglês, sabe por quem? Pasmem, pelo professor Mangabeira Unger!
Mangabeira foi ministro (sem pasta) do governo Lula e demitido por incompetência. Pode acreditar, Mangabeira foi uma espécie de guru de Leonel Brizola, um crítico mordaz do estado mínimo e que deplorava o programa de privatizações de FHC. Pobre Briza, está se mexendo no túmulo.

13 de outubro de 2009

Será que ele correria risco?


“O deputado Ricardo Barros, do PP, disse hoje à jornalista Denise Mello, da rádio Banda B, que vai manter a sua candidatura ao Senado, mesmo que Gleisi Hoffmann não desista de sua pretensão.
Barros declarou há cerca de um mês que a desistência de Gleisi Hoffmann, do PT, era condição natural para que ele e o PP dessem apoio ao candidato osmar Dias, do PDT, e que encabeça a chapa que procura agregar os partidos da base de apoio do presidente Lula. Ouça a gravação da entrevista de Barros”.

. Do blog de Fábio Campana

PS: quer saber? Com Gleisi e Gustavo Fruet na parada, duvido que o deputado se arrisque a ficar sem imunidade, aquela capinha protetora que poucos políticos podem abrir mão dela.

A justiça tarda, tarda, mas nem sempre falha

“O TRE-PR, em julgamento realizado na semana passada, anulou a sentença do juiz Alexandre Kozechen, da 66ª Zona Eleitoral, que em agosto do ano passado considerou improcedente a representação da coligação PMDB-PTN contra o prefeito Silvio Barros II (PP), acusado de abuso do poder econômico na campanha eleitoral de 2008. A proposta partiu do juiz Fernando Tomasi Keppen e foi aprovada por maioria de votos Desta forma, o processo retorna a Maringá, onde será aberto novo prazo e proferida nova sentença.
Como o Ministério Público Eleitoral de Maringá havia manifestado naquela ocasião parecer pela cassação do registro da candidatura de Silvio II diante da denúncia, isso significa na prática que o prefeito de Maringá pode ter o mandato cassado se assim entender a Justiça Eleitoral”.
. Blog do Rigon

OS: Este processo foi montado pelos competentes advogados Walter Vale e Rogério Calazans. As provas de abuso do poder econômico, que começaram já no início de 2008 com ostensiva propaganda eleitoral extemporânea, são contundentes e irrefutáveis.
Num país sério, SBII nem teria sido diplomado.
Tanto é verdade que a lei eleitoral foi agredida em 2008 em Maringá, que por conta das mesmas transgressões a TV Maringá ficou recentemente 24 horas fora do ar.

12 de outubro de 2009

Estatística da fome

“Há 800 milhões de pessoas desnutridas no mundo,1 bilhão de pessoas passando fome, 30 mil crianças morrem de fome a cada dia, 15 milhões a cada ano, um terço das crianças dos países em desenvolvimento apresentam atraso no crescimento físico e intelectual, 1,3 bilhão de pessoas no mundo não dispõe de água potável, 40% das mulheres dos países em desenvolvimento são anêmicas e encontram-se abaixo do peso. Uma pessoa a cada sete padece fome no mundo.

a cada dia 275 mil pessoas começam a passar fome ao redor do mundo, o Brasil é o 9º país com o maior numero de pessoas com fome, tem 15 milhões de crianças desnutridas. 45% das crianças Brasileiras, menores de 5 anos sofrem de anemia crônica”.

Trecho de um artigo de Márcio Demari (PLANETA VOLUNTÁRIOS), escrito a propósito do 16 de outubro, Dia Mundial da Alimentação. Recebi por email.

Desejo de quem afirma...

“A jornalista Denise Mello entrevistou Everaldo Moreno, diretor executivo do Conselho Comunitário de Segurança de Maringá, cidade onde a criminalidade diminuiu a partir de iniciativas locais. Uma experiência que deu certo, mas que não é adotada e nem levada em consideração pela secretaria de Segurança Pública do Estado”.

. Do blog do Fábio Campana

Minha observação: Maringá tem registrado números normais de uma época de violência generalizada em cidades do seu porte. Acho que o Everaldo está falando de uma Maringá que todos nós gostariamos que fosse um oásis.

Lauro fala dos 11 anos sem o seu parceiro


"Faz hoje 11 anos que Seo Álvaro se foi. Ele faleceu no Hospital Santa Rita, vítima de infecção generalizada.
Infelizmente a vida dele foi abrevida, pela covarde e monstruosa agressão que sofreu - à traição pelas costas - e cujos criminosos nunca foram punidos.
Um fato que chama a atenção, é o dia de sua morte - 12 de outubro.
Ocorre que todos os anos, nesse dia, Seo Álvaro comprava doces e brinquedos e os enviava para entidades que cuidavam de crianças. E incrivelmente ele faleceu nesse dia.
Como explicar? Teria sido apenas coincidência?".

. Do blog do Lauro Barbosa

Obs: Lauro apresentava ao lado de Fernandes na Rádio Metropolitana (AM), um bom programa de noticias e debates. A emissora, de propriedade do deputado Ricardo Barros, tem hoje o nome de Nova Ingá, que Ricardo mantém em sociedade com o comunicador Pinga Fogo de Oliveira.

PMDB em guerra, ao estilo babuíno

O presidente Lula vai tentar seduzir o PMDB no próximo dia 21, oferecendo a vice de Dilma para Michel Temer. Isso aniquila o maior partido do país, que mais uma vez não terá candidatura própria. Este jogo de sedução deve gerar uma guerra interna, de fazer inveja aos babuínos, aqueles primatas que brigam jogando merda uns nos outros. De São Paulo, o sempre cacique Orestes Quércia manda dizer que não aceita tal aliança. Da tribuna do Senado, o gaúcho Pedro Simon detona o namoro e no Paraná, o requianismo abomina o papel de mero figurante da sucessão presidencial para o PMDB velho de guerra. Reage Simon, o senador peemedebista mais respeitado no Congresso Nacional:”Esta situação é humilhante. Estão selando para nós, um presente negro e um futuro triste”

Aos que chamam Marina de traidora

Engana-se quem pensa que a candidatura Marina Silva favorece Serra. Segundo análise do colunista Mauricio Dias, da revista Carta Capital “a candidatura presidencial de Marina Silva (PV) ruiu o palanque que se armava para Serra, cujo pilar seria a candidatura de Fernando Gabeira ao governo do estado dp Rio de Janeiro”.

A justiça tarda e falha


O judiciário dos estados só consegue cumprir 31% da meta nacional de julgar processos pendentes, que no país todo chega a marca de 5,1 milhões. É o que informa reportagem da Folha Online.
Essa lentidão da justiça brasileira explica porque os delinqüentes contumazes estão sempre reincidindo. A lentidão é maior no julgamento de crimes do colarinho branco, o que significa estímulo aos chamados marginais de gravata, boa parte encastelada na política e fazendo na vida pública o que só deveriam fazer na privada.

11 de outubro de 2009

Lupion prepara a banana que quer ver Osmar dando pro PT


Há uma força tarefa liderada pelo ruralista Abelardo Lupion para salvar a candidatura de Osmar Dias ao governo do Estado. O caminho passa pelo rompimento com o PT, a quem o senador cortejado por Lula, daria uma banana. O passo seguinte seria piscar e jogar charme para o PSDB . Com Osmar nos braços de Serra, a esperança é que a cúpula tucana convença Beto Richa a completar seu segundo mandato de prefeito de Curitiba.
Assim , o senador Osmar Dias, que anda de braços dados e todo entusiasmado com a candidatura Dilma Roussef a presidente, viraria o disco, para cantar nas ruas do Paraná: “ Serra é um bom companheiro/ Serra é um bom companheiro...ninguém pode negar”.

Sobre a destruição dos pés de laranja na “Cutrale”

A direção nacional do MST distribuiu nota dando sua versão sobre aquelas imagens mostradas exaustivamente nos telejornais, principalmente os da Rede Globo de Televisão. A nota é extensa, mas reproduzo alguns tópicos que julgo importantes para mostrar o posicionamento do Movimento Sem Terra :
- As famílias acampadas recorreram à ação na Cutrale como última alternativa para chamar a atenção da sociedade para o absurdo fato de que umas das maiores empresas da agricultura - que controla 30% de todo suco de laranja no mundo - se dedique a grilar terras. Já havíamos ocupado a área diversas vezes nos últimos 10 anos, e a população não tinha conhecimento desse crime cometido pela Cutrale.
- Nós lamentamos muito quando acontecem desvios de conduta em ocupações, que não representam a linha do movimento. Em geral, eles têm acontecido por causa da infiltração dos inimigos da Reforma Agrária, seja dos latifundiários ou da policia.
- Os companheiros e companheiras do MST de São Paulo reafirmam que não houve depredação nem furto por parte das famílias que ocuparam a fazenda da Cutrale. Quando as famílias saíram da fazenda, não havia ambiente de depredações, como foi apresentado na mídia. Representantes das famílias que fizeram a ocupação foram impedidos de acompanhar a entrada dos funcionários da fazenda e da PM, após a saída da área. O que aconteceu desde a saída das famílias e a entrada da imprensa na fazenda deve ser investigado.
À sociedade, pedimos que não nos julgue pela versão apresentada pela mídia. No Brasil, há um histórico de ruptura com a verdade e com a ética pela grande mídia, para manipular os fatos, prejudicar os trabalhadores e suas lutas e defender os interesses dos poderosos.

Apesar de todas as dificuldades, de nossos erros e acertos e, principalmente, das artimanhas da burguesia, a sociedade brasileira sabe que sem a Reforma Agrária será impossível corrigir as injustiças sociais e as desigualdades no campo. De nossa parte, temos o compromisso de seguir organizando os pobres do campo e fazendo mobilizações e lutas pela realização dos direitos do povo à terra, educação e dignidade.

Pérola do You Tube



Navegando pelo You Tube vi um vídeo sobre João do Vale, cujo talento é comentado por ninguém menos que Ferreira Goulart. O saudoso João aparece cantando Carcará, uma de suas músicas mais executadas, em dueto com Chico Buarque. Imperdível também, o clipe “Canto da Ema”, com João do Vale e Jackson do Pandeiro.

Álvaro só vai na boa. E se for, é caixa



“Nos encontros com lideranças políticas suprapartidárias e representantes das mais diversas entidades em todas as regiãos do Estado constata-se a aprovação unânime ao critério definido pelo PSDB para a escolha do seu candidato ao Governo. Todos concordam em que a pesquisa de opinião pública é a forma mais inteligente de escolha, sobretudo porque respeita a vontade da maioria”.

. Vendo esta nota aí no blog do senador Álvaro Dias, que aposta na pesquisa para ser ele o candidato e não o pop star Beto Richa, reforcei minhas convicções de que a esperança é mesmo a última que morre.
Em tempo: continuo insistindo na tese de que se conseguir o hoje quase milagre de sair candidato, Álvaro será o próximo governador do Paraná. Não se trata de previsão, é uma leitura de cenário embasada em obviedade óbvia: uma vez candidato,Álvaro Dias não terá concorrente, pois Beto estará fora, por ser do mesmo partido e Osmar, o irmão, tentará renovar sua cadeira no Senado. Será mamão com açúcar, como foi em 1990, quando Dias se elegeu governador concorrendo com uma chapa inviável formada por Alencar Furtado e Jaime Lerner. Em síntese: o senador tucano só pilota avião se o céu for de brigadeiro. Ainda mais depois de 1996 quando uma turbulência repentina, batizada pelo nome de Gleisi Hofmann , quase o impede de pousar no Senado.

Mistérios da meia-noite, que voam longe...

"É preciso saber se é mesmo verdade que teriam deixado lavar carros oficiais pela bagatela de duzentos paus cada. Se isso aconteceu é crime. Dá cadeia !!!"

. Blog do Lauro Barbosa

PS: Bem Lauro, o Observatório Social ameaçou denunciar, mas de maneira muito estranha, calou-se. E a pergunta que não cala é exatamente esta: Por que calou? Calou porquê ?

10 de outubro de 2009

Pérola do You Tube

Passeando pelo You Tube encontrei um clipe de 1969, com Elis Regina e Chyco Anísio interpretando Canto de Ossanha, de Baden Powel. Magnífico.

Entre o benefício e o pesadelo

Enfim , a rede de esgoto passou na frente da minha casa. Acabar com a fossa negra é um alívio danado. Mas tem um porém: a conta que o leiturista da Sanepar deixa na caixinha de correio é pra acabar. Acho que já passou da hora da Assembléia Legislativa questionar pra valer a tarifa de 80% sobre o valor gasto com a água.

A imprensa dos sonhos

“ A imprensa dos sonhos para os políticos da cidade é cômoda e, acima de tudo, comodista. Só faz perguntas positivas. É que dá preguiça fazer pergunta difícil.

Em qualquer época, a imprensa dos sonhos mostra o lado bom dos vereadores, deputados e prefeitos. É a mídia poliânica.

Para os políticos de Londrina (com exceções que não chegam aos dois dígitos), imprensa boa é imprensa muda, surda e cega. Amordaçada, se possível".


. Trechos de um artigo do jornalista e cronista Paulo Briguet, que transporto para este modesto blog, porque lá (Londrina) como cá (Maringá) , "a imprensa dos sonhos (deles) é a imprensa dos nossos pesadelos".

O Santos tem fábrica de dinheiro,mas está sempre em crise



Nem bem despertou para o futebol o menino Neymar já está em vias de deixar o Santos por uma pequena fortuna. Informa o jornal italiano Tuttosport que o Milan vai oferecer R$ 50,6 milhões pelo jogador de apenas 17 anos. Mas o menino tem contrato com o peixe até 2014, com uma cláusula de rescisão que chega a R$ 75 milhões. Sabendo disso, o clube italiano, que parece disposto a levar Neymar de qualquer jeito, estaria disposto a cobrir este valor, podendo chegar a R$ 90 milhões. É muito dinheiro. Como os clubes brasileiros vão conseguir segurar suas revelações?
Por essas e por outras, o Brasil vai enriquecendo a qualidade do futebol europeu e enfraquecendo aqui. Como diz o Dr. Sócrates: os países ricos, de clubes milionários, vendem o espetáculo e nos vendemos o artista.
O Santos foi o time que mais vendeu pratas da casa para o exterior, mas apesar de entrar tanto dinheiro, o clube vive em crise financeira. Só para lembrar alguns craques vendidos a peso de ouro: Diego, Robinho, Renato e Helano.

Coisas da “administração cidadã”

Recebo de Jorge Gonçalves de Oliveira o seguinte email:

. Foi lamentável...

" No discurso o gestor é muito bom, faz uma defesa do SUS que
impressiona, mas infelismente na prática não conseguimos avançar.
Na minha avaliação, aqui em Maringá até estamos regredindo no
controle social pois o dinheiro do SUS ao contrario de ser usado para
seu fortalecimento, como ampliação do hospital municipal e dos
serviços públicos de saúde com unidades e aquisição de equipamentos
próprios, esta sendo usado para enriquecer setores privados.
É nesta linha que o gestor atuou na conferência, interferindo em
todas as propostas que podeiríamos avançar e podando como se fossem
ficar como gestor para sempre.
Muitas das propostas os usuários e trabalhadores tinham consciência
de que não poderiam ser implantadas imediatamente, apenas desejavam
que através da 8ª conferência, fossem aprovadas para servir como
referência.
Infelismente o gestor tratorou e nitidamente, novamente usou as
"nardetes" pressionando estes funcionários que embora sejam de
carreira, como ocupam cargos de confiança, a votarem de acordo com os
destaques do gestor.
ainda bem que a militância, faz levar nossa voz e nossos anseios além
das divisas de Maringá".

CPI do telhado de vidro

A senadora Kátia Abreu jura por todos os juros que vai conseguir emplacar a CPI do MST. Ela está determinada. Mais do que isso: obcecada. O objetivo dela e de toda a bancada ruralista, é investigar principalmente a origem do dinheiro que financia o Movimento Sem Terra.
Mas nessa questão de financiamento público, a senadora do DEM de Tocantins tem um baita telhado de vidro. Pesa sobre ela a denúncia de que sua eleição teria sido financiada integralmente pela Confederação Nacional da Agricultura, cuja entidade ela preside

MST, dois lados de uma mesma moeda

CARA:

“Acompanhei este movimento desde o começo, fiz dezenas de reportagens com seus líderes e sobre suas conquistas em jornais, revistas e redes de televisão, corri riscos junto com eles nas desocupações violentas promovidas pelas forças policiais, mas venho notando nos últimos anos que o MST perdeu completamente o sentido, o rumo e a razão de ser.
As cenas de vandalismo, furto e destruição, pichações e lixo espalhado pelo chão, que marcaram esta semana a invasão da fazenda da Cutrale por 250 famílias, em Iaras, tornaram-se o símbolo do triste fim de linha a que seus líderes conduziram um movimento que em boa parte da sua história contou com o apoio de amplas parcelas da sociedade. Agora, acabou da forma mais melancólica possível.
Por mais que me doa escrever isso, lembrando das tantas famílias de sem terra que acreditaram neste sonho, acampadas nas beiras das estradas por este país afora, o que era justa luta pela sobrevivência virou banditismo puro e simples.

. Do jornalista Ricardo Cotscho, ex-secretário de imprensa do governo Lula (blog do Rudá Ricci)


COROA:

“O MST nos faz atentar para o fato de que em cada um de nós há um Esteban de A Casa dos Espíritos; há o ditador, cuja existência atravessa os séculos, de que nos fala Gabriel García Márquez em O Outono do Patriarca; há os traços irremovíveis de nossa patriarcalidade latinoamericana, que indistingue sexo, raça, faixa etária ou classe social:

O MST é o negro amarrado no tronco, que chicoteamos com prazer e volúpia.

O MST é Canudos redivivo e atomizado em pleno século XXI.
O MST é a Geni da música do Chico Buarque - boa pra apanhar, feita pra cuspir – com a diferença de que, para frustração de nossa maledicência, jamais se deita com o comandante do zeppelin gigante.

E, acima de tudo, O MST é um assassino de laranjas!”

. Por Maurício Caleiro (Blog do professor Vanderlei Amboni)

9 de outubro de 2009

Quantas cabeças hão de vestir essa carapuça!

O projeto de lei de iniciativa popular que exige “ficha limpa” deixou deputados “fichas sujas” fulos da vida e dispostos e lutar contra a ordem natural das coisas, ou seja, contra o desejo da população brasileira. Questionam a validade dos julgamentos de primeira instância, com o argumento de que tornar inelegível condenados na primeira ou em instância única significa cometer injustiça contra muitos politicos, tornando-os vitimas em potencial de perseguiçoes.

Pode ser que isso tenha fundamento, mas vale a pena refletir sobre um artigo do subprocurador-geral da República, Edinaldo de Holanda Borges, publicado no site Congresso em Foco. Ele conclui, de maneira enfática:
“Depois de que, se a sociedade exige para a profilaxia de seu poder público e para evitar a candidatura a cargos eletivos, não a CERTEZA, mas INDÍCIOS VEEMENTES de culpa da prática delituosa, não é possível dizer que o julgamento condenatório em primeira instância não seja suficiente. O raciocínio em contrário peca pelo excesso de zelo na proteção individual, em detrimento da coletividade. Repita-se: não é preciso a CERTEZA DA CULPA, mas INDÍCIOS VEEMENTES, para evitar a contaminação do poder”.


Que bela carapuça, ehim!

É ele que é o cara!


Barack Obama é o novo Prêmio Nobel da Paz, menos de um ano depois de ser empossado na presidencia dos Estados Unidos. Foi premiado "pelos seus extraordinários esforços para fortalecer a diplomacia internacional e a cooperação entre os povos", segundo o presidente do Comitê do Prêmio Nobel, Thorbjoern Jagland.Ele sim é o cara.

Quem dobra o Dobrandino?


O presidente do PMDB do Paraná, Dobrandino da Silva, disse que não aceita o acordo da cúpula nacional com Lula para o partido indicar o vice de Dilma Roussef. Naturalmente orientado pelo governador Roberto Requião, Dobrandino vai pra cima de Orestes Quércia, principal articulador da chapa que se pretende “papa voto”.

Umas agradáveis, outras nem tanto, mas coincidências

"Projeto desatualizado, o Contorno Norte, também conhecido pelos moradores como Transtorno Norte, apesar de ser antigo e não contornar nada, está em desacordo com a legislação ambiental. A obra não tem relatório de impacto ambiental, como outras do mesmo porte são obrigadas a ter. Alegria de político, a obra contornou a legislação - ou passou por cima dela".

. Do blog do Rigon

PS: Mas que importância tem esse detalhe prosaico se Maringá é campeã de verbas federais? “Zuza Metralha”, um político totalmente desprovido de senso ético, dizia sempre, de boca cheia: “Não importa que a mula manque, o importante é rosetá”.
Lembro, a propósito, que “Zuza” reinou durante décadas como legítimo representante do “Carlismo” na região de Mairi (Bahia). Só por coincidência, fui registrado em Mairi (antigo Monte Alegre) no cartório da saudosa dona Castorina. Orgulho-me em saber que no mesmo cartório , casou-se em 1951 meu dileto amigo e conterrâneo Deusdeth , reserva moral de Paranavaí, onde foi prefeito.

Akino sugere

"Para acabar com os requerimentos inócuos, que só servem para fazer volume e dar a impressão de que o vereador está trabalhando muito, sugiro à mesa diretora da câmara que apresente um projeto de resolução nos seguintes termos: Que o prefeito informe à câmara, para fim de esclarecimento público, todas as obras que estão previstas para o período dos seu mandato e atualize as informações sempre que houver alterações. Assim vereadores como Heine, Evandro e outros terão mais tempo para atividades de fiscalização e produção de leis de interesse geral.
Seria uma forma de racionalizar os serviços do Legislativo".

.Akino Maringá, colaborador (Blog do Rigon)

PS: Sugiro que a mesa diretora da Câmara envie oficio ao Observatório Social, cobrando desse braço do poder paralelo na cidade, interferência junto ao prefeito Silvio Magalhães Barros II para que ele responda também aos pedidos de informações procedentes, feitos pela minoritária bancada oposicionista.

O que é isso, companheiro?


Entre os deputados que foram a Honduras e sentaram-se a mesa com o golpista Micheletti estava o petista Maurício Rands , de Pernambuco. A ação dos parlamentares, comandada em Tegucigalpa pelo suspeitíssimo Raul Jungmann, deixou o Ministro das Relações Exteriores Celso Amorim, P da vida. “O que é isso, companheiro?”, teria gritado Amorim para o petista, em tom de carraspana corretiva.

Achou o tom da campanha



O senador Osmar Dias achou o tom da sua campanha de governador. Vai pegar firme no problema da segurança, que está realmente caótica. Em discurso ontem no Senado, desceu o cacete no governo Requião, usando como mote da sua indignação a recente chacina ocorrida em Curitiba e os dados alarmantes de assassinatos na região metropolitana da capital. O pronunciamento significou lenha na fogueira da sucessão estadual, onde o PT faz parte do governo e se alia ao principal adversário do governador para a disputa de 2010. O pau vai cantar pra valer de agora em diante. Melhor para Beto Richa, que deve ter visto várias vezes o pronunciamento de Osmar, reproduzido pela TV Senado. Alguém tem dúvida que Beto está acordando de madrugada para rolar de rir?

Que maravilha!!!

“Maringá é o município do Paraná que mais recebeu verbas do governo federal, entre 2008 a setembro de 2009. O levantamento foi feito pelo site Congresso em Foco, levando em conta o Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi) e calculando o valor recebido em relação à população de cada município.
Maringá recebeu R$ 704,00 por habitante (a população considerada para o cálculo foi de 325 mil habitantes), totalizando R$ 229.479.959,49. Londrina, que ficou em segundo lugar, recebeu R$ 558,00 por habitante, totalizando R$ 278.075.790,46”.

Atualizado: Vi agora no twitter do chefe de Gabinete de Maringá, Ulisses Maia, que as razões para a liderança de Maringá, no estado, está ligada a bons projetos e ao trabalho dos parlamentares, especialmente o deputado federal Ricardo Barros, vice-líder do governo”.

. Do blog do Diniz Neto

PS:Tanto dinheiro, tanta obra, tantas ações de improbidade, tantas manifestações de protesto, tanta transparência. Que maravilha!!!

Um dilema a priori...

"O professor Angelo Priori, que foi vice-reitor e reitor da UEM, confirmou ontem à noite: deixou o Partido Verde e está de volta ao Partido dos Trabalhadores.
Poderá ser candidato em 2010".
. Do blog do Rigon

PS: Ângelo não era, a priori, um membro do PT PT, agoniado com os rumos do PT pós-poder. Então por que saiu? Saiu porquê ? E por que voltou? Voltou porquê ?

Ainda temos eleições indiretas

Foi no Tocantins, onde o deputado estadual Carlos Henrique Gaguim (PMDB) teve 22 dos 24 votos da Assembléia Legislativa e vai assumir o lugar de Marcelo Miranda, cassado por abuso do poder político nas eleições de 2006.
Bem, se abuso do poder político e do poder econômico fosse realmente levado a sério no país, como tem ocorrido em alguns casos, só em alguns casos, não ficaria pedra sobre pedra...Maringá, Maringá/ Depois que tu partiste/ Tudo aqui ficou tão triste/ Que garrei a imaginá...

Parreiras disse:

A propósito da nota sobre Mario Roque, ex-prefeito de Paranaguá, que perdeu a vaga de deputado para o maringaense Wilson Quinteiro, escreve o jornalista Parreiras Rodrigues?:
"Paranaguá é a Capital Mundial dos Apelidos. Apelido lá é como celular, carro novo e bunda. Todo mundo tem. O ex-prefeito e quase ex-deputado Mário Roque tem o rosto vermelho e os cabelos ruivos. Comprou um Ford KA branco. Saiu da concessionária e o vendedor cutucou o gerente: Lá vai o Ovo Frito!".

Seria um recado a Beto Richa?

"Levantamento feito pelo Congresso em Foco mostra que 23 senadores articulam candidatura para governador.Desses, 17poderão continuar no Senado mesmo que não sejam eleitos, já que seus mandatos só terminarão no início de 2015. Os outros seis vão para o “tudo ou nada” na disputa estadual. O PSDB é o partido com maior número de senadores pré-candidatos:sete. PT e PTB vêm logo atrás, com quatro senadores cada. Em seguida, aparecem o DEM, com três senadores, e o PMDB com dois".

. Do blog do senador Alvaro Dias

7 de outubro de 2009

A Cutrale e o MST

A destruição de pés de laranja numa fazenda no interior de São Paulo pelo MST, mostrada a exaustão, realmente choca. Mas é preciso considerar também que a mídia eletrônica, Globo a frente, usa e abusa da cena para colocar o Movimento Sem Terra definitivamente na marginalidade. Criminalizar é a palavra de ordem. Não fosse essa a intenção, os telejornais teriam se aprofundado mais na cobertura do episódio, informando aos milhões de telespectadores que a Fazenda Cutrale localiza-se em área do Estado e que portanto, seria terra grilada. Não informa também, que os milhares de pés de laranja foram plantados ali depois que a fazenda entrou na mira da reforma agrária.

Fonte: Blog do Miro