30 de abril de 2010

Viva o verdadeiro futebol canarinho!

Mesmo quando perde o Santos tem me dado orgulho. Como quarta-feira, quando jogou o fino da bola no Mineirão e perdeu pro Atlético, que jogou muito também.

Requianês

"Existem políticos remotamente onagros,ou equinos,mas objetivamente ungulosos".

. Requião em seu twitter

29 de abril de 2010

Menos opções, menos mérito para o vencedor


A pré-candidata do PV , Marina Silva, lamenta a saída do deputado Ciro Gomes da disputa presidencial: "A democracia perdeu ao não permitir mais uma opção ao eleitor. A menor quantidade de candidatos também tira um pouco do mérito de uma possível vitória. Prefiro correr o risco de ser avaliada entre muitos do que fechar o leque".

Quem dá mais?

"PP ganhando nas conversas

Ainda não se decidiu por Dilma ou Serra. E vai ficar assim até junho, não por causa da convenção, e sim pelo leilão".

. Hélio Fernandes (Tribuna da Imprensa)

Jornalista argentino detona Serra

Em artigo publicado na imprensa portenha, o analista internacional Martin Granovsky critica duramente o José Serra, adversário do Mercosul:

"O que fica claro, olhando desde a Argentina, é que José Serra associa o Mercosul a um valor negativo. Para ele, por outro lado, seria positivo que o Brasil firmasse muitos tratados de livre comércio. Cabe lembrar que o Mercosul não é o paraíso em boa medida porque foi esvaziado de política pela dupla FHC-Menem com a ajuda de Domingo Cavallo, o ministro argentino que adorava as áreas de livre comércio como Serra. O Mercosul é um resultado concreto da construção regional. Outros são a Unasul e o Conselho de Defesa Sulamericano. E a chave dessa estabilidade é a sólida relação entre Argentina e Brasil".

O "coroné" merece

Informa Diniz Neto em seu blog que o jornalista Carlos Pedroso acaba de se licenciar da assessoria de imprensa da Prefeitura de Maringá para assumir um cargo de direção da TV Paraná Educativa, em Curitiba.Pedroso, a quem eu chamo de "coroné" (ele imita com perfeição o coronel Limoeiro, do Chico Anísio) vai pro lugar certo. De televisão ele entende um bucado.

O desgaste vai começar

Quem haveria de imaginar que o ex-prefeito de Curitiba ia passar a campanha eleitoral surfando na onda do bom mocismo? O status de pop star não se sustenta por muito tempo, oq eu pode significar queda nas pesquisas. Beto Richa acaba de levar sua primeira grande invertida: o TRE não arquivou o processo de caixa 2 que corre contra Beto.Significa que a onda de desgaste da imagem do até agora pop star Beto Richa está apenas começando. Vem chumbo grosso por aí.

Boa nova, direto de Brasilia

"Voltaram a crescer as chances de aprovação do projeto Ficha Limpa, e na terça-feira ela poderá ser votada, depois de apreciado o pedido de urgência. Se isso acontecer, muda boa parte do cenário eleitoral deste ano em Maringá e no Paraná, já que temos muito ficha-suja querendo disputar cargos eletivos para deputado e senador".

. Do site do Rigon, agora residindo na capital federal.

Asta la Vista, baby!


Lula deu a palavra final : Gleisi Hoffmann não deve mesmo abrir mão da candidatura ao Senado,ainda que a vaca tussa. Como Osmar não aceita a dobradinha com o PT se a esposa do ministro Paulo Bernardo não for a sua vice, então fica o dito pelo não dito. Um petista amigo, que se arrepiava só de pensar na possibilidade de ter que pedir votos para o senador do agronegócio, gritou aliviado, ao saber da notícia: "Asta la vista, baby!

Pedágio cai, Pessuti pode subir


Informação do Jornal do Estado dão conta que o gpvernador Orlando Pessuti já praticamente fechou acordo com as concessionárias para baixar o pedágio em 30%. A negociação prevê prorrogação de contrato, fim de ações judiciais e duplicação de trechos mais importantes.

Os trechos prioritários a serem duplicados são : os corredores rodoviários entre Apucarana a Ponta Grossa; e entre Medianeira, Cascavel e Ponta Grossa. Além desse acordo, Pessuti coloca na sua maquininha de somar votos o fim da multa do Banestado, aprovada ontem pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado.
Os peemedebistas pessutistas estão rindo à toa, enquanto os requianistas espumam pelos dois cantos da boca.

Vá entender!

Diz o Hora H News, jornal online que nutre grande simpatia pelo PMDB requianista:

" Ao contrário do que alguns políticos possam imaginar, as declarações do ex-governador Roberto Requião à bancada do PMDB, na terça-feira, admitindo uma aliança com o PSDB, agradou aos tucanos. A começar pelo pré-candidato ao governo do Estado, Beto Richa. Em entrevista, por telefone, a este horaH, Richa afirmou que “não recusa apoios”.

Beto Richa faz questão de ressalvar que respeita a candidatura do governador Orlando Pessuti, “uma aspiração legítima.Mas se não for um projeto que se concretize, vamos conversar com o PMDB, afirmou.

Qual a leitura a ser feita disso? Se o governador Pessuti cochilar, o cachimbo cai. Se depender de Requião, Pessutão dança e ele se alia a quem melhor facilitar seu caminho para ser o senador mais votado da história do Paraná. Beto ou Osmar? Não improta, Requião vai com que mais facilitar seu caminho.

O vice virou prefeito e pode também virar ex

A notícia que corre em Sarandi, segundo o blogueiro Hilário Gomes, é que a justiça poderá afastar do cargo o prefeito Carlos de Paula, por conta de um processo conhecido como "Caso Posto Juninho". A turma do Milton Martini teria até feito buzinaço para comemorar o inferno astral do vice, que assumiu no lugar do predeito cassdo pela Câmara. É Sarandi sendo mesmo passado a limpo? Se for, que o exemplo se propague.

Atletico 3 x 2 Santos. Uma aula de futebol no Mineirão


Atletico Mineiro e Santos deram uma aula de futebol ontem a noie no Mineirão. O Atletico venceu por 3 a 2 graças a Diego Tardelli, que joga uma barbaridade. Vi a tarde o jogo Barcelona e Inter de Milão. A Inter armou uma retranca vergonhosa. Perdeu por 1 a 0 e levou, mas judiou da bola. Voltanto a falar do jogo dos dois alvi-negros, foi sem dúvida um espetáculo. Eu ainda não inha visto time do Luxemburgo jogar este ano. Mas se for mesmo tudo aquilo, será uma das sensações do Campeonato Brasileiro. O Robinho deu show, o Tardelli idem, o Ganso, nem se fala. Mesmo vencendo por 2 a 0 o Atletico não recuou para garantir resultado. Foi pra cima. Tomou 1 e em seguida fez o terceiro. O goleirto Aranha operou alguns milagres, mas não impediu que o Peixe fizesse o segundo. Bom resultado para o time paulista, que decide a vaga na Copa do Brasil quarta-feira na Vila. Provavelmente será um jogo de campeões, porque o peixe pode jogar como campeão paulista e o galo, como campeão mineiro de 2010. Vai ser bonito de se ver, embora como santista, vou sofrer um bocado. Mas valerá a pena pelo bom futebol que os dois times estão jogando.

Comprometida a qualidade do debate

Ciro fora da disputa, resta esperar pelo crescimento de Marina Silva para que a eleição de outubro não se transforme num plebiscito, sobre qual governo merece continuar, o de Lula ou de FHC? A polarização Dilma x Serra aconteceria de qualquer forma, mas acho que a presença de Ciro Gomes na disputa qualificaria o debate. Do jeito que ficou o cenário, a eleição presidencial tem tudo para ser enfadonha. Uma chatice só.

28 de abril de 2010

"Osmar é ingrato!"



O presidente do PT do Paraná, deputado Enio Verri, continua cada vez mais irritado com o senador Osmar Dias, que na visão dele Ênio, " é um ingrato que não sabe avaliar uma boa oportunidade". Diz Verri qye "o PT ofereceu ao senador Osmar Dias um autêntico filé mignon político. Um prato que faria qualquer um lamber os beiços".

. Fonte: Hora H News

Queixume

O deputado Ricardo Barros , que estava licenciado para pilotar a Caravana Progressista, voltou à Câmara Federal e ontem foi a tribuna se queixar do PT. Disse que o PT não está procurando o PP para conversar sobre a sucessão no Paraná. Ricardo está obsecado pelo Senado, mas dependendo do quadro de candidatos , ele pode ter chances reduzidas a perto de zero. Como ficar sem mandato parlamentar pra ele seria a morte, a possibilidade de inviabilização da sua candidatura à Câmara alta pode levá-lo a refazer o caminho de volta à Câmara baixa. Neste caso, Cida continuaria na Assembléla Legislativa e alguns candidatos que o condomíniuo prepara dancariam. Ou ficariam apenas como figurante, para fortalecer a legenda, como é o caso do Ulisses Maia.
E quanto ao vice, Roberto Pupim? Pupim deve disputar uma vaga na Câmara Federal e, Ricardo indo para o Senado ou não, o fato é que ele pode atrapalhar a eleição de Cida. As relações entre om prefeito Silvio Barros e Roberto Pupim não andam mais tão amistosas assim.

O PMDB em pé de guerra

Requião solta fogo pelo nariz quando fala de Orlando Pessuti, que simplesmente assumiu o governo e decidiu governar de fato.Ao se reunir ontem com a bancada do partido na Assembléia Legislativa, Requião disse com todas as letras: "Pessuti, não".
Enquanto isso, o ex-vice e agora governador está prestes a fechar um acordo com as concessionárias para reduzir as tarifas de pedágio.
E se o PMDB rachar, como fica a candidatura Pessuti? Requião domina o partido e seus maus bofes indicam que o quadro sucessório pode sofrer alterações profundas até as convenções. Inclusive com Osmar Dias sendo o candidato do requianismo, e neste caso, com o PT a reboque. Estamos no outono, nos aproximando do inverno, mas as nuvens do céu político do Paraná seguem a lógica do verão, aquelas nuvens que estão sempre mudando de formato, como já constatava o velho político mineiro Magalhães Pinto.

27 de abril de 2010

Ele tá lá

O Rigon já está na capital federal, para onde foi de mala e cuia na última segunda-feira. Está trabalhando num gabinete da Câmara Federal, na assessoria de um deputado, vejam só, de Alagoas. É dele esta notinha aí:

"Um novo dia, mesmo. Começo a fazer o blog de Brasília. As postagens que sumiram entre os dias 21 e 23 não reapareceram e vou repostá-las, ao longo do dia. Uma pequena mudança deverá ser percebida no blog, possivelmente até o final desta terça-feira. E preciso encontrar urgentemente os pontos de interrogação e exclamação neste notebook".

26 de abril de 2010

Requião estaria querendo fritar Pessutão

Informa Fábio Camapana em seu blog:

"A caterva de Requião prepara duro golpe na candidatura a governador de Orlando Pessuti pelo PMDB. Vai encaminhar na convenção uma proposta preliminar para que o partido decida, antes de tudo, se lança candidato, faz aliança ou libera o time para apoiar quem quiser.

Avaliam que os requianistas pró-Beto Richa e os pró-Osmar Dias unidos inviabilizam o projeto de candidatura própria de Orlando Pessuti no PMDB.

Em reunião realizada neste final de semana advogados das duas alas já preparam o requerimento ao partido para que a proposta seja votada como preliminar da convenção".

Atenção , Observatório!

"Sugiro aos vereadores que peçam informações e tomem providências para o cumprimento, pelo Executivo, de duas Leis, a que criou o Portal da Transparência e a transformou em eletrônico o OOM. Cobrem o líder do prefeito que tem se mostrando muito sensível e lembrou a Humberto Henrique, na última sessão, que os vereadores precisam cobrar o cumprimento das leis".

. Akino Maringá, colaborador do site do Rigon

PS: Minha sugestão é que a cobrança de fiscalização seja direcionada ao Observatório Social. Sacumé, né Capilé!!!

Serra manda bala no sindicalismo


Estive hoje de manhã na eleição da Coordenação Sindical, que reconduziu Jorge Moraes à presidência. Os sindicalistas estão de orelha em pé com um vídeo que um deles viu em São Paulo. É um depoimento do presidenciável Serra, dizendo que a estrutura sindical brasileira precisa ser esmagada e que se eleito for, pretende acabar com o atual modelo e implantar aqui o modelo sindical americano. Centrais sindicais, federações, confederações e sindicatos do Brasil inteiro já estão recebendo informações sobre o tal vídeo e, preocupadas, as lideranças sindicais prometem jogar todas as suas fichas na candidata Dilma Rousseff. "Não vamos ter saída, é Dilma na cabeça", disse um dos diretores da Coordenação. O presidente Jorge Moraes completou:"Então meus camaradas, vamos fazer alguma coisa. Vamos nos organizar, porque essa eleição será para anós, a mais importante de todas".

25 de abril de 2010

O discurso está mudando

O reatamento da amizade entre Requião e Osmar Dias está animando o PT, principalmente o seu porta-voz Andrê Vargas. Agora o Partido dos Trabalhadores vai se empenhar em formar um grande palanque pra Dilma no Paraná, com Pessuti, Osmar, Reguião, Gleisi e mais o PR, o PC do B, o PTB e, quem sabe, o PP de Ricardo Barros.

24 de abril de 2010

Serra assume paternidade sem ser o pai

José Serra repetiu pela enésima vez numa entrevista coletiva em Natal (Rio Grande do Norte) que em sua passagem pelo Ministério da Saúde no governo FHC, criou os genéricos e o seguro desemprego. Na verdade, os genéricos foi uma criação do ministro Jamil Haddad e o seguro desemprego já existia em 87/88 quando Serra foi Constituinte.

Pauleira à vista

"O brasileiro não tem idéia do que é enfrentar a máquina clandestina de difamação, que o PSDB de São Paulo montou".

. Ciro Gomes, ao prevê numa entrevista à TV Panorâmica, que daqui pra frente vai ser uma pancada por semana em cima da Dilma.
DESCONFIO SEMPRE DE TODO IDEALISTA QUE LUCRA COM SEU IDEAL

. Millôr Fernandes

Foco distorcido

As alianças partidárias no Brasil não tem como foco o país, a governabilidade, a possibilidade de se viabilizar as reformas necessárias ao país. O foco é o tempo de televisão, o que empobrece demais o processo eleitoral.

A borracha e Gasset


Informa Fábio Campanna que Requião e Osmar Dias, desafetos até ontem, se reencontraram e decidiram passar uma borracha no passado de agressões mútuas. Louco para reunir condições que o ajudem a tirar o PT da sua vida, Osmar aceita a conversa e passa, a partir de agora, a construir junto com o ex-governador uma aliança, pouco palatável a Beto Richa e menos palatável ainda, a Orlando Pessuti. Osmar e Requião parecem poços até aqui de mágoa. Osmar, magoado com o PT que não impôs a Gleisi a condição de vice na chapa liderada por ele. Requião, puto da vida com o seu ex-vice e agora governador, que ao assumir, decidiu governar de fato.
Ao se reencontrarem, diz Campana, " Requião e Osmar falaram das mágoas com a forma que ambos têm sido tratados, da amizade comum antes de 2006, dos tempos dos bons vinhos e os conflitos da última campanha eleitoral. Esclareceram pontos obscuros dos ataques e contra-ataques. Conversa clara faz bons amigos, dizia Helder Câmara. É o que informam pessoas ligadas a Requião, borracha passada nos ataques mútuos e daqui para sempre tudo será diferente".

Algúem tem dúvida que Requião vai tentar rachar o PMDB e a partir daí, tentar jogar o partido no colo de Osmar? E Osmar, esperançoso com esta possibilidade, certamente passará a esnobar ainda mais o PT? O jogo político da sucessão estadual continua em aberto, embora haja quem prefira acreditar que Osmar e Requião poderão também, se decidirem por uma tabelinha para o Senado, com ambos garantindo por antecipação as duas cadeiras em disputa.
Se esta última hipótese fizer algum sentido, fica a dúvida sobre quem será o candidato a governador a receber a bafejada dos dois pesos pesados da política paranaense. Beto? Bem , Requião acaba de mostrar que seus desafetos são circunstanciais. Pessuti? As circunstâncias atuais de Requião não permitem a paz entre ambos, porque de faca entre os dentes, Requião quer dar o trôco pela exoneração de secretários da estrita confiança dele, Requião.Mas, apesar de toda a vulnerabilidade da sua bílis, Requião se inspira em Ortega Y Gasset, pois ele é ele e sua circunstância. Amanhã será outro dia.

Walbinho sobre o Humberto Henrique

"Também me incluo entre os admiradores do trabalho do Humberto e o cito com frequência como exemplo de trabalho eficiente como vereador.
Não há em minha postura nenhum interesse escuso - não tenho relações políticas nem partidárias com o vereador - mas, como militante político, faço questão de registrar ótimos exemplos".
. Walber Guimarães Junior

23 de abril de 2010

Pode ter sido um grande erro de avaliação

O presidente Lula chamou a cúpula do PSB e fritou a candidatura Ciro Gomes. Será que não deu um tiro no pé? Quem sabe? Se por um lado, Lula achava que Ciro poderia prejudicar Dilma, por outro, a saída do marrento cearense de Pindamonhangaba pode levar a polarização Dilma-Serra para uma eleição sem segundo turno. E quem garante que o tucano não vence logo no primeiro? Aí vão perceber que a candidatura Ciro seria um fator de equilíbrio , que daria ao país a chance de decidir a disputa numa segunda rodada.
Com a saída de Ciro Gomes da cena é bom que o PT faça figa pelo crescimento de Marina Silva.

Por que será?


O Flores não tem mais tratado no seu blog da aliança PT/PDT para o governo do Estado. O secretário do PT paranaense (estudamos juntos na UEM) parou de falar do Osmar Dias e não escreve nem mais uma linha sobre a coligação "viúva Porcina" (foi sem nunca ter sido). Ô Florisvaldo, cadê você, meu filho?

Álvaro não pode disputar o Senado


É o que me informa o ex-deputado, ex-promotor e advogado Joel Coimbra. Segundo ele, Álvaro Dias só pode se candidatar a uma vaga no Senado este ano se renunciar ao mandato conquistado em 2006, ainda com 4 anos para cumprir. E ele faria isso? Trocar 4 anos certos por 8 duvidosos? Bem, em política tudo é possível, ainda mais considerando que ele já se afastou durante quatro meses para dar uma "colher de chá" ao suplente Wilson Matos.

Comeu bola

"E ontem durante a premiação dos vencedores da prova Tiradentes, em Maringá, o prefeito Silvio Barros II andou comendo umas bolas.

Ao discursar, Barros II falou sobre a comemoração do Dia da Independência -pelo menos duas vezes.

Ué, cara-pálida, a prova não se chama TIRADENTES e acontece no dia em que se homenageia TIRANDENTES?
Onde é que o prefeito achou o dia da Independência? '.

. Do blog Paçoca com Cebola

O sábio Tostão e a mediocridade dunguiana

"Existe uma máxima no futebol de que jogo se ganha no meio-campo. O Brasil tem ótimas chances de ser campeão do mundo, sem meio-campo. Ou melhor, com um meio-campo apenas forte e marcador. Dunga vai revolucionar o futebol.

Será mais uma evidência de que o talento nesse setor não tem mais a mesma importância. Será o reconhecimento e a valorização da mediocridade".

. De Tostão, um dos melhores jogadores que vi atuar. Pela televisão, claro.

O comentário do craque da Copa de 70 (cmo tinha jogador fora de série naquele time!) me remeteu a 1994, quando o Brasil foi Tetra com um futebol medíocre que, pelo menos a mim, não deu nenhum orgulho. O ideal é que o time jogue bonito,com arte e ganhe títulos. Mas se os títulos não vierem, tá valendo. Prefiro lembrar a Seleção de 82 dirigida pelo mestre Telê do que a de 94, dirigida por Parreira e comandada em campo pela valentia sem graça de Dunga.
Dunga era um volante eficiente, marcador, bom de briga. Mas seu futebol burocrático contaminou toda uma geração de bons atletas. Na seleção que ele dirige, tenta impor o futebol videogame, só descaracterizado quando está em campo a habilidade de Robinho, a genialidade de Ronaldinho Gaúcho. Neymar e Ganso poderiam ajudar Robinho bagunçar este coreto dunguiano. Mas dificilmente Dunga atenderá aos apelos populares pela convocação dos "meninos da Vila". Ele também dá mostras de que vai "gelar" Ronaldinho, o que será uma pena. Sinceridade, se esta seleção que vai a África do Sul repetir aquela que foi aos Estados Unidos e ganhou o tetra nos penaltis, graças àquele chutão nas nuvens do Bágio, aí é pra acabar. Não torcerei contra, porque meu coração é sempre verde e amarelo, mas que será uma copa sem tesão nenhuma, ah, isso será mesmo!

Quem paga?

"Salário mínimo regional do Paraná vai de $ 663 até $765. O maior do pais" , informa Requião no Twitter.

Mas, quem paga este mínimo regional? Ele, pelo menos, serve de base de cálculo para os salários que o governo paga?

Juntos


Caminham a passos de canguru as negociações Beto-Osmar, o primeiro para governador e o segundo para senador, na mesma chapa. Os tucanos estão rindo atoa, por acharem que essa dupla é imbatível e que com os dois, Serra teria um palanque porreta no Paraná.

22 de abril de 2010

Reza brava

Informa Fábio Campana em seu blog que o presidente em exercício do PDT, deputado Augustinho Zucchi, reza para que a aliança Osmar/PT não saia. Justo ele, que preside no Paraná o partido do Ministro do Trabalho, maior defensor dessa coligação? Vá entender!
or outro lado é compreensível a reza do PT estadual e principalmente de Gleisi Hofmman, que só não será senadora que o presidente Lula lhe empurrar goela a baixo a vice de Osmar.

A cidade do "nada funciona"


Rodoviária Velha interditada há dois anos e esperando a hora de ser implodida; Paruqe do Ingá há mais de um ano fechado; horto Florestal fechado; Estádio Willie Davids interditado há um tempão. Sobre o WD, aliás, o JM acava de divulgar: três vistorias, Willie Davids segue vetado e com os mesmos problemas.
Falta de isolamento completo do campo, defeitos na tela que impede acesso de pessoas pelo muro externo e existência de apenas um complexo de sanitários impedem a realização de jogos oficiais ou amistosos".
E o Chico Neto, a quantas anda?

Propaganda fora de hora


"O Ministério Público Federal investiga o deputado federal licenciado Ricardo Barros (PP) por campanha eleitoral antecipada. A denúncia envolve a publicação de material publicitário sobre sua festa de aniversário, quando costuma reunir correligionários e convidados em clube social da cidade. Barros, que é presidente do PP do Paraná, teria afirmado que estava em campanha para o Senado, o que caracterizaria a infração à legislação eleitoral. As campanhas políticas só podem ser realizadas após as convenções partidárias. A maioria dos condenados por campanhas extemporâneas costuma receber multas da Justiça Eleitoral".

. Do site do Ângelo Rigon

PS: Seria interessante também o Ministério Público dar uma olhandinha no que anda saindo por aí, principalmente em programas amigos de TV, sobre a "Caravana Progressista".

Gleisi é a segunda


Gleisi Hoffmann tem 34% dos votos para o Senado contra 50% de Requião. O mais animador para o PT nativo é que ela está em ascensão e mostra um desempenho surpreendente em Curitiba. Fica cada vez mais difícil para o Partidodo dos Trabalhadores empurrar goela abaixo de Gleisi a vice de Osmar Dias.

Um jogo embolado no meio-campo


sucessão estadual está uma festa. Nem nuvem de verão se parece tanto com o cenário paranaense da disputa pelo Palácio das Araucárias (o Iguaçu está em reforma). O malabarista principal chama-se Osmar Dias,que anoitece candidato a governador pela coligação PT-PDT e amanhece candidato sem o PT. Isso quando as especulações não o colocam ao lado de Beto Richa, na disputa pela renovação do mandato de senador.
Amanhã Osmar estará em Maringá, terra do presidente estadual do PT, que prefere não tê-lo ao lado, ainda mais se a cúpula nacional impor a chapa com Gleisi na vice.
Aquí Osmar vai colocar mais lenha na fogueira, visitando o prefeito Silvio Barros, para tentar uma reaproximação com Ricardo e quem sabe, arrastar o PP para a sua coligação, com ou sem o PT.
A rigor, ninguém pode prever o bicho que vai dar até as convenções. Não se pode nem descartar de todo a candidatura Álvaro Dias, que está quieto e enrodilhado, esperando a hora de dar um bote certeiro. Sim, porque ninguém tem dúvida que se o quadro de candidatos tomar uma configuração tal que tire de Beto Richa o status de "pop star", o senador Álvaro Dias voltará a carga, com o argumento fortíssimo de que sendo ele o candidato tucano, é eleição garantida, já no primeiro turno. E pela simples razão de que uma vez candidato, Alvaro não terá Beto disputando e nem Osmar. Terá Pessuti como adversário, mas ante a perspectiva de enfrentar um PMDB rachado e enfraquecido, com Requião tentanto "cristianizar" o seu ex-vice.

Vão ter que me engolir!!!



Informa o Hora H News que o senador Osmar Dias ganhou uma importante queda de braço com o PT do Paraná. Teria conseguido abortar uma visita ao Estado da candidata Dilma Rousseff sexta-feira. Dilma se encontraria apenas com Pessuti.

O presidente estadual do PT , maringaense Ênio Verri, esteve em Brasília e ouviu da direção nacional que a aliança com Osmar no Paraná é prioridade. Portanto, Osmar está todo cheio, certo de que o PT nativo vai ter que lhe engolir.

Porque Serra tem culpa no cartório com relação a epidemia de dengue


Saiu na Carta Maior:


"Em nome de uma descentralização atabalhoada, transferiu responsabilidades da FUNASA, Fundação Nacional de Saúde, o órgão executivo do ministério, para prefeituras despreparadas e sem sincronia na ação;
- Em junho de 1999, Serra demitiu 5.792 agentes sanitários contratados pela FUNASA em regime temporário, acelerando o desmonte do órgão, em sintonia com a agenda do Estado mínimo;
- Um mês depois, em 1º de julho de 1999, o procurador da República Rogério Nascimento pediu à Justiça o adiamento da dispensa dos 5.792 mata-mosquitos até que as prefeituras pudessem treinar pessoal; pedido ignorado por Serra.
- Em 5 de agosto de 1999, num despacho do processo dos mata-mosquitos, a juíza federal Lana Maria Fontes Regueira escreveu: “Estamos diante de uma situação de consequências catastróficas, haja vista a iminente ocorrência de dengue hemorrágica”.
- O epidemiologista Roberto Medronho, diretor do Núcleo de Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio de Janeiro, completaria: ‘”A descentralização da saúde não foi feita de forma bem planejada. O afastamento dos mata-mosquitos no Rio foi uma atitude irresponsável”
- Em abril de 2001, a Coordenação de Dengue do município do Rio previu uma epidemia no verão de 2002 com grande incidência de febre hemorrágica. A sugestão: contratar 1.500 agentes e comprar mais equipamentos de emergência; foi ignorada por Serra.
- O ano de 2001 foi o primeiro em que os mata-mosquitos da Funasa, dispensados por Serra não atuaram . A dengue, então, voltou de forma fulminante no Rio: 68.438 pessoas infectadas, mais que o dobro das 32.382 de 1998, quando Serra assumiu o ministério.
- Em 2002, já candidato contra Lula, Serra era ovacionado em vários pontos do país aos gritos de ‘Presidengue !’. Justa homenagem a sua devastadora atuação da saúde pública".

Grande Assis!

Virão tempos diferentes
em nossa história, e os vereis:
– haverá mais Tiradentes
do que Silvérios dos Reis!
A. A. de Assis – PR

Recebi a trova do amigo ACM - Antônio Carlos Moreti

20 de abril de 2010

Ainda tem 4 e quer garantir mais 4?

"Em Brasília um tucano de altíssimo coturno comentou no Centro do Poder que a ideia da candidatura ao Senado de Alvaro Dias não é coisa de doido, não! Teria um motivo mais ou menos lógico pois, vencendo agora, ele espicharia por mais quatro anos sua permanência no Congresso. Isso o tiraria da situação de, se Beto Richa for eleito governador em outubro, ficar com menos espaço ainda no partido para tentar em 2014 continuar no Senado ou outra coisa. Acontece que o mesmo poderoso que falou isso disse com todas as letras ao interlocutor que a tentativa seria desmoralizante demais para o partido e para o próprio Alvaro".

. Do blog do Zé Beto

Dupla de futuro


"A dupla maringaense Elton & Thiago lança seu primeiro DVD na terça-feira, véspera de feridão. Thiago é filho do grande Pazini, dono de revistaria no Borba Gato, e grande incentivador do rapaz. O Casa deseja sucesso aos meninos".

. Do blog Casa do Noca

Assino embaixo meu caro Lukas, acrescentando que os meninos tem um repertório próprio, mas cantam de tudo um pouco, inclusive o rock do Cridence.A dupla tem futuro.

Por fora bela viola. E por dentro?

"Tá bonito o entorno do Parque do Ingá.

Muita gente (principalmente mulheres) bonita e saudável fazendo caminhada.

*Pena que a Secretaria de Saúde não coloque pessoal pra examinar os caminhantes e dar conselhos".
Do blog do Edson Lima

PS: Por fora está tudo bonito mas e por dentro? Ninguém sabe, pois o parque está fechado há um ano. Será que por fora é bela a viola e por dentro é pão bolorento?

Unanimidade nacional

Sem o PT, Lupion se entusiasma com Osmar

O deputado Abelardo Lupion (DEM) está exultante com a quase impossibilidade de Osmar Dias sair candidato a governador em coligação com o PT. Pré-candidato ao Senado, ele torce por uma frentona com Osmar , Pessuti e Rubens Nueno para enfrentar Beto Richa. Não só torce como trabalha por isso.

Bate e assopra

Juscelino, Getulio e Lula, definitivamente na história do Brasil.Quem mais, nesta eleição sem ideologia?
Quanto tempo dura a Dilma? Quanto tempo dura o Serra

. Requião no Twitter, onde ele bate no PT e elogia Lula

O Briguet apareceu

"Caro Messias:
Como vai?
Tenho um novo blog: "Com o perdão da palavra", em www.jornaldelondrina.com.br.
Apareça por lá - e obrigado pelas palavras gentis!
Abraço,
Paulo Briguet - agora pai do Pedro.


Pedro Henrique Vale Briguet nasceu na última sexta-feira, 16 de abril de 2010. Chegou cinco minutos antes do meio-dia, com 3,250 kg e 48 cm.

Mãe e filho passam bem e já foram para casa.

O pai morreu. De orgulho".


. A pagina do Briguet no Jornal de Londrina já está linkado a este modesto blog

A conversa agora é com Pessutão


Dilma Roussef vem a Curitiba sexta-feira mas não tem nenhum encontro agendado com o ex-governador Requião ou com o senador Osmar Dias. A conversa será com o governador Orlando Pesssuti, novo alvo do PT ante o fracasso das negociações com o senador do agronegócio.
Gleisi Hoffmann, que organiza a agenda da presidenciável, informa que trata-se de uma visita de cortesia, mas não descarta a possibilidade de sair daí, um novo agendamento com o presidente Lula, para amarrar uma aliança PT/PMDB no Paraná.
Neste caso, Osmar sairia governador sem o PT ou se juntaria a Beto Richa e Gleisi formaria dupla com Requião na disputa pelas duas cadeiras do Estado no Senado da República.
Nesse quadro Pessuti ainda levaria a vantagem de ter a vice liberada para negociar com outro partido.

O futebol arte volta à pauta com o novo Santos


O Santos pode até perder o título para o Santo André, porque felizmente futebol não se enquadra na lógica das ciências exatas, mas o fato é que o time dirigido por Dorival Júnior já está inscrito na história do verdadeiro futebol brasileiro, um futebol alegre, bonito, bem jogado, moleque. Não porque eu sou santista, mas o fato é que tudo mundo que gosta do futebol arte reconhece esta verdade. Ganhar título é consequência e não premissa do futebol bem jogado. Eu por exemplo, nunca vou esquecer a Seleção Brasileira de 82, vou lembrar sempre do Santos de Pelé, do Flamengo de Zico, do Cruzeiro de Tostão,do Palmeiras de Ademir da Guia, do São Paulo de Raí, do Corinthians de Sócrates e claro, do Santos de Robinho e Diego e do Santos de Robinho, Neymar e Ganso. E viva 2010, o ano consagrado ao peixe pelo horóscopo chinês.
Em tempo: já se fala no jogo do século, para premiar o futebol arte. Um Santos x Barcelona, um confronto Neymar x Messi.

Brizola Neto suspeita que Data Folha manipulou dados para favorecer Serra


O deputado disse em discurso do Plenário da Câmara Federal:

"Eu não gosto de brigar com os números, mas de estudá-los — justamente a amostra do Datafolha e vimos que existe uma inexplicável alteração da base dos entrevistados,que o Instituto tem obrigação de explicar para a sociedade brasileira.
O peso de determinadas regiões do País foi aumentado ou diminuído conforme a conveniência e a preferência desse Instituto de pesquisa. A pesquisa do Datafalha, digo, Datafolha tem que explicar por que, no mês de março, que é quando o candidato José Serra abre uma margem de mais de nove pontos em relação à candidata Dilma Rousseff, caiu, nessa pesquisa, o peso real da Região Nordeste para menos de 18%, quando o seu peso real é de 27% da população brasileira. E por que, nessa mesma pesquisa, o Datafolha aumenta em mais de 40% o peso da Região Sudeste, notadamente uma região onde o candidato José Serra — pela presença do Estado de São Paulo, em que há a máquina tucana — reforça a sua candidatura.
Eu acho, para concluir, Sr. Presidente, que são necessárias explicações, até porque a legislação brasileira é muito clara e a publicação e divulgação de pesquisas fraudulentas é crime, que deve ser apurado pelas instituições e pelos órgãos competentes".

Pedra no sapato


"Esse apontador na mão do vereador Humberto Henrique ainda vai dar muito o que falar. Tem a ver com licitação “duvidosa” de material escolar. É mais uma bucha “quente” para o prefeito".

. Do blog do Lauro Barbosa

PS: O Humberto, do PT, é disparado, o melhor vereador de Maringá na atual legislatura (e na passada também). Maringá deve agradecer a pedra no sapato da "administração cidadã" em que ele se constituiu.

Cadê você, Briguet?

Paulo Briguet, o melhor texto do Paraná, parou de postar no seu blog Repórter das Coisas já sevão seis meses. Ontem à noite, na inauguração da Sala de Imprensa Henri Jean Viana Júnior , no Parque de Exposições de Maringá, comentei com o Rogério Fischer sobre isso. Nós dois concordamos que ler o Briguet é um exercício prazeiroso pra qualquer um que goste da boa leitura. A gente aprende a escrever lendo o Briguet. Volte a postar, carinha!

Ronaldo, Mito? Eu ehim!!!


FHCF reconheceu no Canal Livre da Band neste domingo, que Lula foi mesmo transformado num mito.Mas ao comentar que um mito só pode ser "contraposto" por outro mito, comete uma heresia:“Às vezes não precisa contrastar o mito. Deixa o mito. Pelé foi um mito. Isso não impediu que houvesse o Ronaldo”.
A comparação é inadequada. Pelé é mito, o mundo reconhece isso. Ronaldo foi e ainda é um excelente jogador de futebol. Mas, mito? Me poupe.

Fãs constrangem o rei

Olha só: fãs de Roberto Carlos, aproveitando que ele fez aniversário anteontem, tentaram puxar um "parabéns pra você" durante o sepultamento da mãe do rei, Lady Laura.Foi constrangedor.

Deputado petista chama Osmar de Tchutchuca

É voz corrente que Lula deve intervir no PT do Paraná para garantir a aliança com Osmar Dias e por conseguinte, um bom palanque para Dilma. Os petistas de alto coturno no Estado não reconhecem esta possibilidade. E até elevam o tom das críticas ao senador do PDT. Foi o que fez em entrevista à FM Tropical, o deputado André Vargas. Ele disse que não confia em Osmar, que no Paraná fala grosso mas perante o presidente Lula vira uma tchutchuquinha.Disse mais: " Osmar combinou uma coisa com o presidente Lula e aqui no Paraná descombinou. Lá em Brasília ele fala manso e aqui fica valente, fala grosso, dá grito no meio da sala".

Fonte: Blog do Fábio Campana

19 de abril de 2010

Com Lula na parada ou vai ou racha

A direção nacional do PT não está aceitando passivamente a resistência do diretório estadual do Paraná ao nome do senador Osmar Dias e muito menos ao fechamento de portas para a chapa Osmar-Gleisi.A mulher do ministro Paulo Bernardo está em campanha pelo senado com chances reais de se eleger, mas sem ela na vice a aliança PT/PDT não sai. Como a prioridade do PT nacional é a candidatura Dilma, a alta cúpula pensa em jogar o presidente Lula na parada para que, na base da livre e espontânea pressão, Gleise aceite ser vice e Osmar se decida pela dobrada dos sonhos de 9 entre 10 caciques dos dois partidos.

18 de abril de 2010

Com Ciro, todo o cuidado é pouco!


O presidente Lula frita Ciro Gomes em fogo brando para evitar que a candidatura dele vingue e possa atrapalhar Dilma. O experiente Hélio Fernandes (Tribuna da Imprensa) adverte:
"É bom tomarem cuidado. As recentes e duras críticas de Ciro à sua legenda prenunciam tratamento igual a ser lançado sobre o presidente da República. Não que possa adiantar alguma coisa, mas pelo menos demonstrará que com ele não se brinca impunemente".

Novidade na sucessão


"Depois de mais de três anos defendendo a aliança, chegamos a um momento em que sentimos não ser mais possível. Então, como nosso compromisso era de estarmos todos juntos, estamos respondendo que não vamos nem com um nem com outro, vamos com o candidato do PPS". Palavras de Rubens Bueno, presidente estadual do PPS que acava de anunciar rompimento do partido com as pré-candidaturas de Beto Richa e Osmar Dias.
Isso quer dizer que vamos ter um quarto candidato forte no cenário. Não é uma canddatura de ponta, mas se conseguir um bom arco de alianças com partidos menores, ainda que nanicos, Bueno pode surgir como fiel da balança.

17 de abril de 2010

Deixemos o Lombroso fora dessa


"Observando atentamente, o retrato de Jocelito Canto nos leva a pensar se o deputado seria um mocinho ou um bandido, o médico ou o monstro, o vivaldino ou o ingênuo, um sábio ou um parvo, sincero ou hipócrita? Da própria boca sabe-se apenas que ele não é nenhum “santo”, como declarou ao se confessar usuário de Caixa 2".

. Do blog da Marta Belini, reproduzindo texto do Solda

Meu comentário: Bem Marta, o Jocelito, para quem não se lembra, foi afastado do poder em Ponda Grossa na mesma ocasião em que Jairo Gianoto caiu em Maringá. Era corrupção da brava, tanto que a população foi às ruas. Até o bispo da cidade, Dom João de Avis (que de lá veio para Maringá e daquí foi para Brasília), participou de manifestações populares contra o então prefeito Jocelito Canto. Então minha cara, caixa 2 é com ele mesmo. Não sei se Lombroso ousaria enquadrar como "criminoso nato" alguém que se deixa contaminar pela corrupção endêmica.Se a feição e o rosto nos levasse a antever o indivpiduo que se voltaria para o crime, o que dizer do Arruda, com aquela cara de santo?

Filha do Araújo, que está na Espanha, escreve:

MESSIAS,TE AGRADEÇO EM NOME DA MINHA FAMÍLiA TODO CARINHO EXPRESSADO POR VC E AMIGOS.MEU PAI FOI UMA PESSOA MARAVILHOSA,AMIGO VERDADERO,UM PAI EXCEPCIONAL E UM GRANDE ESPOSO.VIVEU E LUTOU A VIDA TODA POR NÓS,TUDO QUE EU FALAR SOBRE MEU PAI NAO SERÁ SULFICIENTE PRA EXPRESSAR O QUE ELE ERA.NOS DEIXARÁ SAUDADES E MUITAS LEMBRANÇAS QUE JAMAIS SERAM ESQUEÇIDAS.INFELIZMENTE, ESTOU MUITO LONGE E NAO LHE PUDE AGRADEÇER EM VIDA TUDO QUE FEZ POR MIM,MAS ELE SABIA O AMOR INCONDICIONAL QUE TIVE,TENHO E SEMPRE VOU TER POR ELE.OBRIGADO MESSIAS, POR RENDER A MEU PAI ESSA LINDA HOMENAGEM.

. Andréa Cristiane de Araújo Santos

Bem Andréa, tudo o que escrevi sobre seu pai é verdadeiro. Trabalhamos juntos e tinha por ele uma grande admiração. Admiração pelo profissional competente e correto que sempre foi, pelo bom caráter que todos nele reconheciam e sobretudo, pelo senso de humor e alegria de viver que nunca deixou de manifestar, mesmo no momento mais difícil da sua vida, que foi quando descobriu o câncer.Sei que Deus está confortando você, seus irmãos e sua mãe pela perda irreparável.Mas sei também que a dor logo passa, porque a morte é uma contingência natural da vida. Ninguém fica pra semente e esta é a única certeza que a vida nos dá. Mas saiba de uma coisa: o Araújo se foi mas dele você irá se orgulhar sempre, porque ele deixou um belo exemplo de dignidade.

Falta só um tiquim pra eu encostar no Serra

16 de abril de 2010

Foto mais recente do "Véio"


Recebi agora da Fernanda Jacques, afilhada do Araújo Jr. esta foto recente. Ele deixa esposa, três filhos e, salvo engano, dois netos. Visitei o Arapujo um mês antes dele se internar pela última vez no HC. Estava fazendo quimioterapia, mas parecia esperançoso na eficácia do tratamento. Conversamos bastante, lembramos da nossa época na TV Cultura, quando eu redigia parte dos textos que ele lia nos telejornais, de maneira brilhante. Saudosista, ele me mostrou seu acervo de vinil, que colecionava desde os tempos de Rádio Jornal. São raridades de um valor histórico incalculável. Araújo tinha um gosto musical muito apurado, sabia apreciar a boa música. Tinha LPs, compactos simples e duplos e até disco de acetato, de 78 rotações. Entre as raridades, discos de Chico Alves, Vicente Celestino, Johni Alfi, Zé Fortuna e Pitangueira,Francisco Petrônio, Carlos Gallhardo, Ângela Maria e por aí vai.
Não sei se a Marivoni vai guardar tudo como recordação do marido que ela amava um bucado ou se vai doar. Se doar, sugiro que seja pra Rádio Universitária da UEM, única FM que vale a pena ser ouvida por quem tem bom gosto musical.

No lugar certo


Se prevalecer o cenário atual Osmar Dias deverá dar o segundo palanque ao candidato do PSDB a presidente no Paraná. Ainda meio constrangido no ninho tucano, ele se identifica mais com Serra do que com Dilma. Ou não?

A voz do rádio e da tv


Pincei a foto do site do Rigon. Este é João Celestino de Araújo Filho, que a gente chamava carinhosamente de "Véio". Foi locutor de rádio durante muito tempo, sem dúvida uma das vozes mais bonitas da radiofonia maringaense em todos os tempos.Aqui, ele aparece na redação da TV Cultura fazendo uma chamada para o Jornal do Meio Dia.Araújo faleceu na noite de quarta para quinta-feira no Hospital do Câncer onde estava internado fazia mais de uma semana. Que Deus o tenha.

Record em vias de tomar o Campeonato Brasileiro da Globo

A Rede Globo, que já perdeu as Olimpísdas de 2012 para a Record e fez troça das Olimpíadas de Inverno que a tv do bispo Macedo transmitiu este ano, está em vias de levar mais uma tunda da concorrente. A Globo pode perder para a Record os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro de 2010. É apenas uma questão de cifras. A Rede Record de Televisão oferece à CBF pelos diretos de transmissão dos jogos com exclusividade, a bagatela de R$ 500 mihões. O Clube dos 13 está assanhadíssimo com a proposta, que a Globo não admite cobrir.


Fonte: Blog do Avalone

Luppi não desiste do lupping

Apesar das dificuldades quase insanáveis da aliança Osmar Dias/PT, o ministro do trabalho Carlos Luppi está agora em Curitiba tentando colar os cacos do que restou do rompimento. Dizem que le está mexendo em fios desemcapados de altorisco. Mas o presidente nacional do PDT, partido de Osmar, promete ao presidente Lula se esforçar para retomar as negociações, que só com intervenção direta de Lula pode ocorrer.
Para conversar sobre as possibilidades de ainda salvar a sonhada aliança com o PT, em torno da candidatura ao governo do estado (leia-se Osmar Dias), está em Curitiba o ministro Carlos Luppi, presidente nacional do PDT, e se reúne logo mais a tarde com pedetistas e petistas interessados na coligação.
Quanto mais roda o filme, mais as mesmas cenas aparecem. Lupping é coisa dura de aguentar. Mas Luppi desemenda as pontas da película pra ver se este filme tem the end.

Cadê você, Osmar!


O ministro Paulo Bernardo, que não abre mão de ser marido de senadora a partir do ano que vem, jogou a toalha mas não perdeu a esperança de ver Osmar Dias aceitando Samek como vice. Quem pensa que ele está nas alturas procurando um vice palatável ao candidato dos sonhos do presidente Lula, se enganou. Bernardo procura mesmo é o próprio Osmar, que neste momento não quer ser visto e nem alcançado pela estrela vermelha.

Já era

A aliança do PT com Osmar Dias já era mesmo. Veja esta nota do blog do Cláudio Humberto:"O ministro paranaense Paulo Bernardo jogou a toalha: já não crê em acordo para garantir o senador Osmar Dias (PDT) no palanque do PT".

Um diz e outro desdiz, mas o jogo tem que ser jogado

Osmar Dias considerava a candidatura Gleise como sua vice, essencial para o sucesso da chapa. Já o PT nega que Osmar tenha colocado isso como condição para fechar o acordo. É a palavra do candidato contra a palavra do partido, o que significa dizer que trata-se de um problema sem solução aparente. Resultado: a aliança não sai mais. Como vai ficar a candidatura Osmar? O senador garante que será candidato, com ou sem o PT. Mas com quem Osmar vai contar em termos de aliança partidária? Sozinho , só com o PDT e no máximo com a companhia de algum partido nanico, não irá a lugar algum.
E o PT? A candidatura própria não vinga. Nem Ligia Pupato e nem com Nedson.Mas é importante que haja um terceiro candidato forte no cenário, senão Beto Rciha leva no primeiro turno. Por isso é que mesmo não fechando com ele, o PT torce para que Osmar ganhe musculatura, até como forma de equilibrar o jogo. Se houver segundo turno, a coisa pode se complicar para o ex-prefeito de Curitiba. E até o Pessutão tem chance de chegar.

Requião bate e não assopra

"O Apaziguador é o homem que alimenta o crocodilo na esperança de ser o último a ser comido. Não digam que não avisei".

. De Requião no Twitter

Pra quem será que foi o recado? Há quem diga que foi pro Pessuti

Saria de Maringá

Circulou hoje no centro da cidade, mais precisamente na Getulio Vargas a notícia de que o ganhador da megacena acumulada é de Maringá. Dizem que ele é representante comercial, passou por Tupâssi e fez o jogo milionário na lotérica da cidade.

15 de abril de 2010

Morre Araújo, meu querido "véio"

João Celestino de Araújo Filho ou simplesmente Araújo Júnior, foi uma das vozes mais bonitas do rádio e da televisão em Maringá. Locutor da antiga Rádio Jornal (atual Nova Ingá), marcou época também como apresentador de telejornais da TV Cultura. Foi um dos primeiros, junto com o Ari Bueno de Godoy, a Marialva Taques e o Nelson Tenório. Trabalhei muitos anos com Araújo, que a gente chamava carinhosamente de "véio". Grande figura, um legítimo pedra 90. Ele faleceu esta madrugada aos 63 anos, vítima de câncer. Descobriu a doença há pouco mais de quatro meses. Uma grande perda, que entristeceu muito esta minha manhã de quinta-feira.
Que Deus o tenha, meu caro Araújo. E que a TV Cultura, onde começamos juntos a fazer os primeiros telejornais da história da tv maringaense, renda-lhe merecida homenagem.
Infelizmente não consegui nenhuma foto do "véio", mas assim que tiver uma em mãos, posto aqui.

Objeto de cobiça


O PMDB é o sonho de consumo dos candidatos a presidente Dilma e Serra. Não pelos belhos olhos do Temer ou pela beleza do bigode do Sarney. Muito menos pelo brilho ético do Quércia ou pelo caminhão de votos que arrastariam Requião, Simon, Sérgio Cabral ou Jedel Viueira Lima. O PMDB é cobiçado por ser o maior partido do país, por ser o único que tem diretórios em todos os municípios brasileiros e por ser um dos partidos de maior tempo de televisão. O peso da máquina partidária conta e por isso, o PMDB pode fazer a diferença em qualquer eleição.Portanto, o vice de Dilma deve ser mesmo o Michel Temer. Também por isso, o governador do Paraná e candidato Orlando Pessuti pode acabar costurando uma aliança muito forte no Estado com a participação do PT. Isso acontecendo, Beto Richa e Osmar Dias que coloquem suas barbas de molho.

14 de abril de 2010

TRE cassa deputado


A nota foi postada há 10 minutos no blog do Fábio Campana: "Acabo de receber a informação que o deputado Mauro Moraes teve o mandato cassado há pouco pelo TRE".

13 de abril de 2010

Alívio econômico, pesadelo político


"Um dos post de Requião em seu Twitter mirou direto a sala principal do Palácio das Araucárias, ocupada há uma semana e meia pelo novo governador e pré-candidato do PMDB ao governo do Paraná, Orlando Pessuti, e acertou o alvo como se fosse um míssil guiado por GPS: “Se o Pessuti não se viabilizar em trinta dias nosso PMDB deve costurar uma aliança que garanta as linhas básicas de nosso governo”.

. Do jornal online Hora H News

Pessuti respira aliviado

Pelo menos é o que deixa transparecer em seu twitter o deputado Rodrigo Rocha Loures que esteve hoje a tarde em Brasília correndo ministérios com o governador Orlando Pessuti. Diz o deputado que a multa monstruosa que o Paraná tem por conta da privatização do Banestado está por um fio. Ele e Pessuti sairam animados de uma conversa com os ministros Guido Mantega e Paulo Bernardo. O Paraná deve cerca de R$ 9 bilhões ao Tesouro Nacional e se tiver que pagar, quebra. Se obtiver o perdão da multa gerada devido a um negócio mal feito pelo governo Lerner, enfim poderá o Estado resgatar os títulos da Copel que estão nas mãos do Banco Itaú, cuja diretoria torce pela manutenção do débito, pela simples razão que se o governo não resgatar os títulos da Copel , o banco fica com a faca e o queijo na mão. Daí até abocanhar a companhia de energia elétrica será "pai bola". Já pensou que situação, que caos? Mas isso não vai acontecer porque dona Eleuza de Jesus Cristim já se ajoelhou diante de Santo Expedito e clamou:"O sangue de Jesus tem poder!".

O inferno astral de Requião

O ex-governador Requião recebeu uma multa de R$ 200 pelos ataquea ao miistro Paulo Bernardo. Essa foi apenas uma das invertidas do dia. Teve várias outras, como a exoneração de fiéis escudeiros, pelo vice que assumiu seu lugar , Orlando Pessuti. O novo governador demitiu Benetido Pires (Comunicação), Rogério Tizot (Transportes) e secretário do coração de Roberto Requião, Luiz Fernando Delazari. À tarde no seu twitter, desabafou: “Deus fez o homem com coluna vertebral para que não rastejasse como um réptil . Penso,logo resisto. Afinal……”

Neto de Brizola escreve a Serra

"Li boa parte de seu discurso, senhor José Serra. Talvez eu seja hoje o que o senhor foi, na minha idade, quando era um jovem, que presidia a União Nacional dos Estudantes e apoiava o Governo João Goulart no Comício da Central. Quando o senhor defendia o socialismo que hoje condena, o patriotismo que hoje trai, o desenvolvimento autônomo do Brasil do qual hoje o senhor debocha.

Não pode mais o Brasil ser das elites, porque nossas elites, salvo exceções, desprezam nosso povo, acham-no chinfrim, malandro, preguiçoso, sujo, desonesto, marginal. Têm nojo dele, fecha-lhe os vidros com película para nem serem vistos.
Não pode mais ser o país das elites, porque nossas elites, em geral, não hesitam em vender tudo o que este país possui – como o senhor, aliás, incentivou fazer – para que a “raça superior” venha aqui e explore nossas riquezas de maneira “eficiente” e “lucrativa”. Para eles, é claro, e para os que vivem de suas migalhas.
Não pode mais ser o Brasil dos governantes arrogantes, como o senhor, que falam de cima – quando falam – que empolam o discurso para que, numa língua sofisticada, que o povo não entende, negociem o que pertence a todos em benefício de alguns.
Não pode mais ser o país dos sábios que, de tão sabidos, fizeram ajoelhar este gigante perante o mundo e nos tornaram servos de uma ordem econômica e política injustas. O país dos governantes “cultos”, que sabem miar em francês e dizer “sim, senhor” em inglês.

Vi um homem, já idoso, enfrentar derrotas eleitorais e morrer como um vitorioso, por jamais ter traído as idéias que defendeu. Erros, todo humano os comete. Traição, porém, é o assassinato de nós mesmos. Matamos quem fomos em troca de um novo papel.
Talvez venha daí sua dificuldade de dormir.
Na remota hipótese de vencer as eleições, José Serra, o senhor será o derrotado. O senhor é o algoz dos seus melhores sonhos".

. Brizola Neto (blog Tijolaço)

Recordar é viver


Eis a Avenida Brasil no "Maringá Velho". Do esquerdo da imagem vemos o Cine Primor (o mais alto) e ao fundo, na esquina, a Cerealista Sayão.


Fonte: Acervo Maringá Histórica / Colaboração - José Flauzino / Foto Maringá

. Do blog do Miguel Fernando (bacharel em Turismo e Hotelaria)

Sinal de alerta


Extensas lavouras de cana, terras férteis deixando de produzir lavoura branca, comida. Para piorar a situação, incêndios que destroem a fertilidade do solo, que vai precisar de muito calcário para receber sementes de lavoura branca no futuro. A foto do blogueiro Elias Brandão chama a atenção para a necessidade urgente de um novo zoneamento agrícola no Estado do Paraná.

Mudanças e briga, no embalo da rima rica

O governador Orlando Pessuti anuncia hoje a mudança do secretariado. Entre os "rifados" estão Luiz Fernando Delazari, da Segurança, Benedito Pires, da Comunicação e Rogerio Tizzot dos Transportes. O que se comenta nos bastidores do Palácio das Araucárias é que deverão pedir demissão, até para evitar constrangimentos, ninguém menos do que a irmã e a esposa do ex-governador Roberto Requião. Lúcia Arruda, a irmã, preside o Provopar e a esposa Maristela , o Museu Oscar Niemeyer.
Alguém tem dúvida que essa mudança deverá abalar um pouco as relações do vice que assumiu e do governador que se desincompatibilizou para disputar uma vaga no Senado?
Requião/ Pessutão dá rima rica, mas deixa na bica uma trovinha, de intriga rimando com briga.

O processo eleitoral impõe limites


Depois do ridículo em que o governador Serra se expôs, inaugurando obras inacabadas e até uma maquete, o presidente Lula ficou esperto. Determinou que os ministérios façam vistorias rigorosas antes de confirmarem a presença dele em solenidade de inauguração. Se o levarem a entregar obra inacabada o responsável está na rua. Dia desses , ao constatar que entraria numa roubada,o presidente mandou cancelar agendas que cumpriria em Guaribas (Piauí) e Salgueiro (Pernambuco).

O "pulga de cóis"

Gostemos ou não, em matéria de peristência ninguém ganha de Umberto Crispim de Araújo. Nunca largou o PMDB, embora em Maringá tenha impedido o partido de crescer como devia. E nunca deixou de ir pro pau para defender Requião e Pessutão. Estava na chefia de um orgão regional da Secretaria do Meio Ambiente em Maringá e agora foi guindado a uma diretoria da Sanepar. Apenas como registro: Crispim, que na época era conhecido como Piauí , trabalhou muito tempo no caixa da Codemar. Eu me lembro de ter pago conta d'água algumas vezes pra ele, em um escritório de madeira que a Codemar tinha em frente a estação de tratamento na Avenida Pedro Taques.
Aglaé, maior especialista em folclore nordestino, chamaria Crispim de autêntico "pulga de cóis".

Olhe bem, preste atenção!


De um dos três últimos dessa primeira fila de cadeira sairá o próximo governador. O encontro aconteceu na sede da OAB/Paraná em Curitiba. Olhem bem para esta foto, porque Pessuti, Osmar e Beto Richa juntos, em clima amistoso, não haveremos de ver mais até outubro.
. Fonte: blog do Zé Beto

Qualquer semelhança é mera coincidência



O que há em comum entre a obra de arte na catedral inacabada de Barcelona e a obra tucana? Nada, a não ser a simulação do histórico beijo de Judas. Te cuida Aécio Neves!!!.

12 de abril de 2010

Osmar dá uma de Zagalo: "Vão ter que me engolir!"


O senador Osmar Dias bateu pesado, disse que não aceita aliança com o PT sem Gleisi na vice. Gleisi se preparou para disputar o Senado, mas Lula não abre mão de Osmar, em nome de um bom palanque para Dilma no Paraná. Resultado: pressionada, angustiada, Gleisi fraqueja e dá sinais de que poderá se render à pressão que virá de cima, justamente dele, o cara.
Osmar, sempre de cara amarrada, não dá mole, porque sabe que sem Gleise na vice o PT abandona sua campanha no meio do caminho e passa a trabalhar só para a candidata a presidente. O jogo é pesado, o senador do PDT bate acima da linha da cintura, até por questão de sobrevivência. Os petistas do Paraná estão num mato sem cachorro. Ou botam um quiabinho no prato e engolem Osmar já ou correm o risco de ter que digeri-lo depois, mas no formato de porco espinho. Mamamia!

Aqui, retrovisor quebrado


O retrovisor da administração municipal de Maringá quebrou de vez. O passado, que no caso do necessário confronto de biografias tem outra conotação, deve ser lembrado sempre e se possível, eternizado através da preservação de monumentos históricos. É triste ver a determinação do prefeito Silvio Barros II para demolir a rodoviária velha, ao invés de tombá-la e restaurá-la. Ouvi hoje de manhã do Procurador Jurídico do Município que Maringá precisa de um novo prédio público no centro, para abrigar biblioteca e disponibilizar espaços culturais. Então, porque não restaurar a rodoviária? O prédio é grande , tem uma arquitetura moderna. É só restaurar e fazer do local um ponto de encontro dos maringaenses, com biblioteca, museu, praça de alimentação, revistaria , etc. Aquele maravilhoso vão livre, com seu mezanino ao fundo, pode se transformar num local de apresentações musicais, do rock à orquestra de câmara. Já pensou que maravilha? Pois ao invés disso, a Prefeitura quer indeinzar os condôminos e jogar o préio na chon.
Gente, aquela rodoviária tem história. Alí chegaram sonhos, dalí partiram frustrações. O progresso de Maringá desembarcou nas plataformas dos ônibus que estacionavam dos dois lados nos anos 60. Eu me lembro do como aquele espaço movimentava a vida da cidade. Alí vendi muito exemplar da Folha do Norte nas madrugadas. Pegava os passageiros descendo dos ônibus para vender o principal jornal da cidade. Um batalhão de garotos gritava a todo pulmâo: "Olha a Folha do Norte do Paraná!". Invariavelmente "cantávamos" a manchete do dia.
E pensar que aquele local, de tantas histórias, está para ser demolido. E que prédio histórico preservamos? O da Companhia Mlehoramentos e do Bandeirantes Hotel? É pouco. Maringá é uma cidade ainda jovem, mas tem muita história pra contar. E seus historiadores e pioneiros contam por meio da música de Joubert Carvalho, do hino de Ary de Lima e Aniceto Matti, das páginas de Terra Crua (Duque Estrada), Maria fumaça (Zitão) ou das lutas sindicais lideradas por José Bonifácio; das polêmicas enfrentadas com determinação pelo prefeito João Paulino. A história da cidade pode ser contada pelos causos do Zé Risada, pela saga do Galo Cego. Mas deve também ser contada pela visualização de monumentos de concreto como a rodoviária. A demolição engendrada é um crime de lesa pátria, de lesa memória. Em nome de um progresso torpe, ao estilo "favela hitech ", demoliram a ferroviária, o Posto de Saúde da Praça da Catedral. Por isso é que repito: abaixo os exterminadores do passado!

. A foto foi pinçada do blog do Edson Lima

Esforço para que se esqueça o passado

"Num instante em que José Serra diz que o tema da eleição será “o futuro, não o passado”, Dilma Rousseff insiste em buscar o rival no retrovisor".

. Do blog do Josias de Souza

PS: Ora, ora, é possível num processo eleitoral ignorar-se o passado dos candidatos? Além de se discutir propostas, a disputa pressupõe também confronto de biografias. Pois então seu Josias, dirija sem considerar o retrovisor pra ver o que lhe acontece.

11 de abril de 2010

Twitando e guerreando

O deputado André Vargas, do PT, chega o reio em Requião. Diz que o ex-governador enganou Osmar Dias e o prefeito Beto Richa, pra ver se os dois tiram do caminho dele Requião, Gleisi Hoffmann e Gustavo Fruet. Assim Requião não precisaria fazer esforço para ser o candidato ao senado mais votado da história do Paraná.
Pensam que Requião deixou por menos? Na guerra via twitter, o ex-governador não usou meias palavras: “Vá a merda ) Andrë,Já basta a sucessão de asneiras que vcs fizeram”.

Sobre o Plano Diretor, escreve Ana Lúcia

Caro Messias. O prefeito João Ivo enviou ao presidente do Legislativo, vereador John Alves, mensagem de Lei Complementar do Plano Diretor (PD) em setembro de 2004. Infelizmente, o vereador engavetou o PD que a população elaborou no Congresso da Cidade e somente o desengavetou quando o novo prefeito pediu de volta para fazer a revisão do mesmo antes de submeter à votação na Câmara de Vereadores, o que só ocorreu em outubro de 2006.

. Ana Lúcia Rodrigues (professora da UEM e coordenadora do Observatório das Metrópoles)

O Paraná, vítima de uma transação absurda

O Paraná já pagou R$ 7 bilhões, ainda deve R$ 9 bilhões e recebeu apenas R$ 5 bilhões. É a matemática maluca da privatização do Banestado, dado de presente ao Banco Itaú, que mesmo assim é credor do tesouro estadual.O crédito do Itaú deverá ser pago com títulos da Copel. Significa, segundo ouvi agora há pouco do senador Osmar Dias, em entrevista a um canal de TV a cabo de Londrina, que de uma hora pra outra a Copel pode ser privatizada, sem que os paranaenses saibam. Osmar mostra-se indignado com a transação, diz que tenta negociar o fim da multa gigantesca que o Paraná tem que pagar, mas não disse, e nem lhe foi perguntado, que governador cometeu este crime contra a economia paranaense. Todos nós sabemos quem foi. Sim, foi ele mesmo, Jayme Lerner.

Sessão nostalgia

Há 40 anos Paul McCartney anunciava o fim do Beatles, uma banda que tornou-se o maior mito do pop, uma espécie de Pelé do rcok. Quem é da minha geração sabe o quanto esse quarteto formado por McCartney, Lenon, Harison e Ringo foi importante para a música universal. Tanto quanto Elvis Presley.
E falando aqui de Brasil, que saudade de Luiz Gonzaga, João do Vale, Tião Carreiro e Pardinho,Sidney Muller, Elizeth Cardoso e tantos outros cantores e compositores maravilhosos.

PT e PDT não aprenderam com a sucuri


“Eles deveriam ter sacramentado o acordo há alguns meses e, em seguida, imitar a sucuri quando engole um bezerro, ou seja, paralisar todas as atividades, digerir o bezerro e só depois começar a cuidar da eleição. Mas fizeram tudo ao mesmo tempo e as diferenças entre os dois lados começam a aparecer e a atrapalhar”.

. Do governador Orlando Pessuti, falando sobre as dificuldades do PT e Osmar Dias se entenderem

Lugar de ficha suja



. Pincei do blog do senador Álvaro Dias. A charge é do Paixão

Quando um palmeirense vira santista

José Serra é palmeirense de carteirinha. Mas copiou o slogan da campanha do sociólogo Luis Álvaro de Oliveira para a presidência do Santos Futebol Clube, aliás, meu time do coração. Como na política nada se cria, tudo se copia, Serra iniciou sua campanha a presidência da república ontem em Brasília com o slogan da campanha de Álvaro, que felizmente derrotou Marcelo Teixeira no final de 2009: "O Santos pode mais".
Irônico, o presidente do peixe brincou:"Se o Serra quiser, dou uma carteirinha de torcedor do peixe pra ele".
Nada mal, afinal este começo de 2010 foi desastroso para o "Verdão".

Eles aceitaram. E nem poderia ser diferente


O presidente do PMDB, Humberto Crispim, informa Rigon, vai para uma diretoria da Sanepar e o atual chefe do núcleo da Secretaria da Agricultura, vai para a Coordenação da Região Metropolitana. Os dois já são funcionários do governo do PMDB , e Renato é o homem de confiança do atual governador na regtião Noroeste do Paraná. Neste caso, foi promoção, prova de que tanto o Crispim quanto o Renato, estão "assim com o home".

Não aceitaram e nem aceitariam. Sem convescote, nem pensar!

"O empresário maringaense Adilson Emir Santos, presidente da Acim – Associação Comercial e Empresarial de Maringá-, foi convidado para assumir uma secretaria de Estado do Paraná. Não aceitou.

Outro maringaense que foi convidado para assumir uma secretaria de Estado foi Jefferson Nogarolli, que também não aceitou", informa Rigon.

E eu acrescento: o ex-procurador geral do Estado, Joel Coimbra, amigo pessoal de Pessuti também foi sondado, mas disse não. Claro que Joel não aceitaria, pois afinal de contas está hoje com um bem estruturado escritório de advocacia em Curitiba e além do mais pertence ao Diretório Estadual do PSDB, partido de Beto Richa. Nem faria sentido aceitar.
Quanto a Adilson e a Geferson, também não aceitariam, pois imagine que iriam ser secretários num governo que está no fim? Ademais, o empresário quer é estar bem com todo mundo, tem urticária de pensar que pode ficar mal com quem vier depois a assumir o poder no Estado. Pode ser que seja o próprio Pessuti, e por que não? Mas e se for o Beto Richa ou o Osmar Dias? Seguro morreu de velho e empresário do porte do Adilson e do Géferson não embarcam em canoa, só de iate pra cima. Agora, se der Pessutão, haja beija-mão e no iate do PMDB reeleito, o convite ao convescote seria irrecusável.

Democracia rima com ousadia. Então, viva a ousadia!!!

Informa Ângelo Rigon em seu site que a 4ª Conferência das Cidades do Paraná , realizada em Foz do Iguaçu, aprovou moção de repúdio ao comportamento da "administração cidadã" de Maringá no processo de mudança do Plano Diretor da cidade. O processo de alteração foi conduzido de maneira absurda, em claro desrespeito ao conjunto da sociedade local, que participara ativamente da elaboração do PD, ao longo de um ano de debates durante a administração do PT.
Mas o Governo Popular de Zé Claudio (in memorian) e João Ivo Caleffi não regulamentou o Plano, deixando em aberto, certamente acreditando na reeleição em
2004. Resultado: acabou deixando o dito pelo não dito, porque todo o trabalho, todas aquelas assembléias (foram mais de 100) acabaram na lata de lixo.Sem regulamentação o Plano Diretor ficou a mercê do novo gestor, que preferiu turbinar a especulação imobiliária ao invés de lançar mão de mecanismos que garantissem a ocupação racional do solo urbano. Por conta dessa visão distorcida de desenvolvimento sustentável, é que o mercado imobiliário vai agora avançar sobre as áreas de contenção, ameaçando os fundos de vale e, pior, expandir o perímetro urbano para o Norte e para o Sul, quando está provado por estudo minucioso do Observatório das Metrópoles, que os vazios urbanos em Maringá chegam a 40%. Mas, num levantamento mandrake da Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Município, a administração Silvio Barros II "detectou" apenas 4,6% de terrenos baldios. Isso claro, com o objetivo de justificar a despropositada expansão dá área urbana.
Por tudo isso é que esta moção de repúdio veio em boa hora. Veio num momento bom para se reabrir o debate a cerca daquela audiência pública suspeita, realizada às 8 horas da manhã de uma segunda-feira, em dois locais diferentes e na véspera do Natal. Isso para evitar que a sociedade tivesse um maior número de representantes e a audiência pública pudesse terminar com um resultado adverso aos interesses da especulação imobiliária.
Mas enfim, a moção reativa o debate a cerca do crescimento desordenado do parímetro urbano de Maringá, e o que é mais interessante, num ano eleitoral, onde é grande, e incontrolável por quem detém o poder, o fórum de discussão.

Viva a democracia, que mesmo que interesses econômicos lhe causem asia, segue em frente, ensinando ao povo a arte da ousadia!.

10 de abril de 2010

Péssima notícia para RB

Ricardo Barros teria ordenado ao partido que comanda uma pesquisa na região metropolitana de Curitiba ára ver quais suas chances na capital para o Senado. O resultado não teria sido nada bom: o deputado só ganha de Lupion. Disparados na frente dele estão: Requião, Gleise e Gustavo Fruet.

Quem salvará a rodoviária velha?

Para cometer o extermínio do passado que pretende o prefeito Silvio Magalhães Barros II, a prefeitura de Maringá terá que pagar R$ 5,1 milhões aos condôminos, detentores de 63% do prédio. Ao invés de ser tombado pelo patrimônio histórico do município , a rodoviária velha deverá ser riscada do mapa pela "administração cidadã", que tem pelos monumentos históricos da cidade o mesmo apreço que teve pela canafístula centenária da casa dos Vilanova.

Joel faz um contraponto à simplificação



Para quem costuma dizer que o problema dos bandidos nas ruas "são essas leis arcaicas, que o Congresso Nacional teima em não mudar", eis o que diz um especialista em legislação penal, o promotor aposentadop e agora advogado militante, Joel Coimbra:"Isso é o que muita gente fala e passa para a imprensa e o povo, mas não é a verdade. Os artigos 311 e 312 do Código de Processo Penal permitem ao Juiz decretar a prisão preventiva do infrator, desde que fundamente adequadamente a sua decisão. No caso do assassino de um policial em Maringá dia desses, como tem várias passagens, ele pode ficar preso sim, para a "garantia da ordem pública", isto é para evitar a "reiteração criminosa", ou evitar que pratique novos crimes.
Ao contrário do que muita gente fala, nossas leis só impedem a prisão quando mal aplicadas, isto é, quando a decisão que manda prender não é fundamentada de acordo com a lei.
"Não se combate criminalidade com cadeia somente. O Diário publicou neste fim de semana declaração da coordenadora do pro egresso afirmando que 100 por cento dos envolvidos com drogas voltam a delinquir. Isso prova que só cadeia não resolve. É preciso politica social séria. E aí está a outra face do problema. Teimam em confundir politica social com assistencialismo.
O problema não está nem no Judiciário e nem no Legislativo. Está no Executivo, que trata a questão de maneira demagógica e eleitoreira".

9 de abril de 2010

É cada uma!

Informa Verdelírio Brbosa em sua cluna no Jornal do Povo: "Adelaide Colombari, João Ivo Caleffi e Miguel Grillo deverão ser os candidatos do PMDB de Maringá à Assembleia Legislativa do Paraná. Na recente viagem feita a Curitiba, João Ivo Caleffi foi informado pelo governador Orlando Pessuti, que seu nome não foi indicado pelo Diretório de Maringá. Ontem Crispim, João Ivo Caleffi e Rosalino Felicio dos Santos almoçaram juntos, e Crispim disse que não há nenhum problema quanto à candidatura".

PS: Peraí Crispim, haveria de ter algum problema a candidatura do João Ivo? Me poupe!

Minha criação involuntária

Do colega blogueiro José Roberto Balestra:

"Messias, a notícia em si já é ótima, me recordo exatamente de tudo que você acaba de rememorar; à época notava que Moacir não só éum colega advogado, como também é um sujeito de fibra, destemido.

Mas nessa sua nota adorei foi sua criatividade léxica, Messias: "...não se intimiudou..."

Desculpe, mas como apaixonado pela lingua patria, e por isso gosto de brincar com ela, então terei de usar sua criação ("intimiudou") no "livreco" que estou às lavras das últimas páginas, o arremate da história... Surpresa!

Me aguarde, e obrigado pela "belezura" da sugestão impensada em meu favor!

Vai que é tua Moacir!!!

A cassação do prefeito Moacir pela Câmara Municipal de Paiçandu foi uma violência. Acompanhei a história,conversei muito com o então prefeito quando os vereadores se assanhavam para colocá-lo no olho da rua. A prova de que os vereadores cometeram uma grande injustiça veio agora com o julgamento do mandado de segurança feito pela 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná. O TJ anulou a cassação por absoluta falta de provas. Não reuniram provas convincentes no processo porque provas não tinham. Agora, Moacir vai pra cima dos que o condenaram. Entre os ex-vereadores a serem processados está o atual prefeito Vladão, eleito em 2008.
Só pra lembrar: Moacir comeu o pão que o diabo amassou, depois de assumir o mandato tampão pós-cassação do prefeito Jonas. Botou pra quebrar quando descobriu que estavam lesando o município com o imposto territorial rural e em consequência da sua ação corajosa, quase foi assassinado por um pistoleiro de aluguel. Mas Moacir não se intimiudou e foi enfrente, até ter o mandato cassado. Felizmente, o Tribunal de Justiça do Estado reparou a injustiça, cometida de maneira leviana, pelos vereadores. Paiçandu deve essa ao corajoso Moacir de Oliveira.

O mosquito desafia a incompetência e o desleixo


Maringá está batendo na casa dos mil infectados pelo mosquito da dengue. O Aedes Aegitpty desafia a população, ri dos descuidados e desleixados munícipes, faz troça da "administração cidadã", que desde 2006 não vem fazendo o dever de casa, quando muito, entrega a tarefa com atraso ao professor. O resultado disso é mais uma ameaça de epidemia, que preocupa uns, assusta outros e apavora a maioria.

O PP resiste ao PT

Partido Progressista é da base do presidente Lula mas é aliado de segunda hora, conforme observa Fábio Camnpana em seu blog. E como todo aliado de segunda hora, não é um aliado confiável. Como provou o PP do Paraná ao senador Osmar Dias, que num momento teve o presidente do partido Ricardo Barros como fiel escudeiro e daí a pouco, viu o mesmo Barros se encostar em Beto Richa e dar uma piscadinha para o PMDB de Pessuti. Agora, o PP manda avisar que não lhe entusiasma nem um pouco a possibilidade de estar na aliança com a presidenciável Dilma Rousseff. E sabem porque essa recuada repentina? Simplesmente porque o incípto e inodoro Francisco Dornelles quer ser o vice. E Márcio Fortes, Ministro das Cidades de Lula, que cheira a naftalina, desistiu de ser candidato a deputado, apostando que continuará comandando a pasta que mais libera dinheiro para os estados e municípios. Dilma já sinalizou que dificilmente Fortes continuaria, caso ela venha a se eleger. Então, tá explicado, né Salomé?

Graciliano não merece isso

Pois é, o ex-governador do DF José Roberto Arruda, preso há quase dois meses por corrupção, aproveita seus merecidos dias numa cela para escrever. Abatido, o outrora almofadinha de riso cínico permanentemente nos lábios, está um trapo. Mas diz que vai publicar suas memórias do cárcere. Êpa, êpa! Memórias do Cárcere? Por favor, não ofendam a memória de Graciliano Ramos dessa maneira.

O holocausto e o massacre de palestinos

O professor e escritor usaamericano Norman Finkelstein faz duras críticas ao uso do holocausto por dirigentes de Israel para oprimir os palestinos. Ele afirma também que quem tem coração deve lamentar o que Israel vem fazendo com os palestinos.Os pais de Norman foram detidos em campos de concentração durante a II Guerra, mas apesar de todo o repúdio ao nazismo, ele denuncia em livro a indústria do holocausto.

De Requião no Twitter

"Todos ladrões que denunciei não foram condenados, alguns sequer citados. Eu, condenado a cada momento, por ofensa a moral desta cachorrada.F limpa? "

Leitor fala do crime subjetivo

"O crime é subjetivo apenas porque nao existe nenhum laudo técnico demonstrando objetivamente que a ocupaçao da área representa risco para a populaçao ou para uma parte dela. Penso que a mudança do plano diretor, assim como a mudança do sistema viário, do terminal urbano ou a demoliçao/conservaçao do patrimônio arquitetônico ou qualquer outra mudança que se faça na cidade precisa vir embasada com uma avaliaçao de impactos, quantificando os investimentos, os ganhos e as perdas.
Em Maringá, Rio, Niteroi e em qualquer cidade onde existe ocupaçao irregular (Maringá tem vários loteamentos irregulares que ainda nao se responderam às normas da lei), os riscos vêm se acumulando por geraçoes, porque até agora nao houve nenhuma medida eficiente de contençao das causas da ocupaçao irregular. O pobre sobe o morre porque nao tem condiçoes de descer, de adquirir um apartamento em area regular. Mesmo na favela Santa Marta, onde se tenta consolidar a ocupaçao oferecendo serviços públicos alternativos de transporte, coleta de lixo, segurança, sem resolver o problema geológico e ambiental, o risco permanece.
Àrea de risco ocupada irregularmente, concentrará sempre mais riscos porque os instrumentos técnicos de mitigaçao sao fabricados para funcionar em areas com um minimo de risco e com uma ocupaçao tecnicamente organizada. Por exemplo, é quase impossível uma ambulância, um caminhao de corpo de bombeiros, ou uma tesoura hidraulica acessar uma favela que sofreu deslisamento ou um terremoto. Num sistema como a favela é quase impossível instalar rede de infraestrutura de esgotos, pluvial ou de agua, ou mesmo construir uma edificaçao adequada segundo as normas técnicas por causa das condiçoes naturais do sítio e também das condiçoes criadas pelo tipo de ocupaçao que nao foram pensadas para receber as redes de infraestrutura de forma legal.
No meu ponto de vista, a consolidaçao das favelas com serviços de maquiagem, sem tocar no problema socio-ambiental, apenas reforça a exclusao na medida em que nao toca as causas que deram origem ao assentamento irregular em area de risco".

8 de abril de 2010

Sinal de alerta

"O papo é o seguinte: na Prefeitura de Maringá estão estudando – sem alarde – como será feita a demolição da velha rodoviária de Maringá, ao lado da Praça Raposo Tavares.

*Chegaram a discutir — outra vez — uma implosão, para botar rapidamente no chão aquele treco –como forma de evitar que os que são contra a demolição tenham tempo de promover protestos".

. Do blog do Edson Lima

Se fizerem isso na calada da noite será mesmo caso de polícia. A simples idéia fixa de demolir aquele prédio histórico, que deveria ser restaurado e servir de espaço cultural e de lazer, já é um crime de lesa pátria, um desrespeito sem precedentes à memória da cidade.

Sorrisos à parte, Osmar está quase fora


O senador Osmar Dias e a pré-candidata ao senado pelo PT, Gleisi Hoffmann se encontraram hoje em Londrina. Trocaram cumprimentos, ambos com sorriso nos lábios, mas Osmar deixou claro que sem Gleise comko sua vice, nada feito. Isso depois de ter dito que sua campanha segue em frente e que ele não precisa do Partido dos Trabalhadores. Osmar disse à Gleise que já fez a parte dele e que agora era com ela. Traduzindo: depende da esposa do ministro Paulo Bernardo a aliança PT/PDT. Como Gleisi está em campanha para o Senado, angariando fãs e eleitores por onde passa, ela não quer nem ouvir falar em vice. Resumo da ópera: Osmar nao vai de Pt e nem o PT vai de Osmar. Melhor para Beto Richa, que assim passa a ter um provável concorrente enfraquecido. Melhor ainda para o governador Orlando Pessuti, que pode se achegar ao PT e fazer uma aliança forte, de tirar o sono do tucanato.

Esse é o Lukas!

Crime subjetivo. Vá se queixar ao bispo!

O que aconteceu em Niterói ontem é verdadeiramente um crime hediondo. Mas infelizmente subjetivo, na medida em que foi cometido lá atrás, por gestores públicos irresponsáveis que o Código Penal não alcança. Gestores que o povo certamente haverá de se lembrar os nomes, mas que não correrão risco de ser enquadrado em nenhum artigo, nem do Código Penal e nem do Código Civil. Isso porque cometeram o tal crime subjetivo, que a própria sociedade precisa encontrar mecanismos de dar objetividade, porque não é possível que a capa protetora desse tipo de subjetividade vá garantir vida boa ad eterno a políticos descarados que, quando no poder, permitem e até incentivam absurdos como a construção de moradias em locais de risco, como foi o caso.
É por isso que quando se fala e se discute plano diretor, a população e mais ainda, os veículos de comunicação, precisam ficar atentos e denunciar qualquer manobra que coloque em risco o futuro de uma cidade.
É recente o episódio do circo armado no auditório Hélio Moreira e depois na Câmara Municipal, para alteração, por meio de audiência pública, do Plano Diretor de Maringá. E em nome de interesses econômicos de um mercado imobiliário impiedoso, se fragilizou o único instrumento capaz de promover uma ocupação racional do nosso solo urbano. Claro que Maringá é uma cidade plana, sem riscos nem hoje e nem manhã de tragédias como essa de Niterói, mas existem outras consequências graves que poderão advir de irresponsabilidades como a expansão desnecessária do perímetro urbano e a destruição de áreas de contenção.
Mas são crimes subjetivos, que a população assiste passivamente, sem se dar conta dos riscos ambientais que gerações futuras poderão enfrentar, dos transtornos que um crescimento desordenado da cidade pode trazer para a qualidade de vida dos nossos filhos, dos nossos neto. Os gestores de Niterói em passado recente promoveram uma espécie de extermínio do futuro. Gestores de hoje de Maringá tentam promover extermínio do passado e sacramentam projetos de extermínio do futuro. Tudo bem, são crimes subjetivos que não permitirão queixas contra A ou B. Daqui 15 , 20 anos, muita gente vai perceber os estragos. Mas quem católico for, certamente terá uma saída: se queixar ao bispo.

Pedra no sapato ou cisco no olho?

"Há 23 meses, completados nesta semana, um recurso extraordinário do deputado federal licenciado Ricardo Barros (PP), pré-candidato a senador, está concluso ao relator, no Supremo Tribunal Federal, já com parecer da Procuradoria Geral da República pelo desprovimento. O recurso foi protocolizado no STF em dezembro de 2007. Trata-se do caso que ficou conhecido como Tenda dos Milagres, um dos escândalos da administração do PFL de 1989-92, que concedeu remissão de tributos municipais a apaniguados e contribuintes com cunho eleitoral".

. Do site do Ângelo Rigon

PS: Mais do que a insistência de Gleisi em disputar o Senado e bem mais do que a persistência de Gustavo Fruet em não desistir de ser o candidato do grupo Beto Richa, abrindo espaço para o cacique do PP. Esse caso da "Tenda dos Milagres" paira sobre a cabeça do deputado Ricardo Barros como uma espada, o deixa manquitola como se estivesse com uma baita pedra no sapato ou, quem sabe, um cisco no olho, desses que nem Santa Luzia dá jeito.

7 de abril de 2010

Dividir para sucumbir

"Um dos últimos atos de Roberto Requião como governador foi assinar o decreto 6643/2010, que exonerou a pedido o ex-vereador maringaense José Miguel Grillo do cargo de diretor do Detran-PR.

A exoneração (Grillo, que recorre de condenação criminal, é protegidíssimo de Requião) confirma que ele será candidato a deputado estadual pelo PMDB local, que vive uma das piores safras de nomes de toda a sua outrora respeitável história política".

. Do site do Rigon

Meu comentário: Interessante essa candidatura do Grilo, como é igualmente interessante, e claro, intrigante, a candidatura da professora Adelaide Colombari. O PMDB não tem em Maringá nomes com densidade eleitoral. Teria João Ivo, se o partido tivesse tido juízo em 2008 quando abandonou o seu candidato a prefeito a própria sorte. E até teria chance de fazer João Ivo deputado estadual, pela simples e boa razão que ainda é um nome, o único do PMDB, que tem voto. Mas as candidaturas de Grilo e Adelaide atrapalham, e muito, a de João. No frigir dos ovos, o PMDB corre o risco novamente de não eleger ninguém. Uma pena!

E temos nosso dia, uai!

A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), os sindicatos filiados e os jornalistas profissionais de todo o país celebram hoje o dia do jornalista. Na páuta das reflexões, a regulamentação profissional e a volta da obrigatoriedade do diploma de comunicação social para o exercício da profissão. Eu prefiro pensar não no diploma, mas na qualificação do profissional que tem a função social de informar e sobretudo, na formação ética, que pode ser forjada no dia-a-dia das redações e na leitura de bons textos, porque afinal, quem não lê, mal fala, mal ouve , mal vê e porcamente escreve. De qualquer forma, parabéns pra nóis.

Saindo do túmulo


"E nesta disputa política entre o PDT e o PT do Paraná, um personagem que já havia recebido a extrema unção, aproveitando o momento pascal, parece que está ressuscitando. Nedson Micheleti, ex-prefeito de Londrina, que saiu da prefeitura com uma rejeição de deixar magoado o mais egomaniaco do universo, vem sendo cogitado para ser vice e até para uma candidatura solo ao governo do Paraná".

. Do blog Paçoca com Cebola