2 de outubro de 2010

Beto apanha da grande mídia

“Ele vem contando com a mão da Justiça do Estado para barrar a divulgação de pesquisas eleitorais, entre elas duas feitas pelo Datafolha. O nome disso é censura e com sua atitude obscurantista vem se revelando um político de província, uma figura tacanha e de pendores autoritários.
Não se sabe se Richa será eleito. Mas, no decorrer da campanha, ele chegou a ser saudado como uma liderança emergente no país. De que tipo de líder estamos falando?
Se o futuro do PSDB for esse, coitado do PSDB".

. Do jornalista e analista político Fernando Rodrigues na Folha de São Paulo

O Jornal Nacional também desancou o tucano pelo mesmo motivo.

3 comentários:

Parreiras disse...

Meu bródi Messias: A nossa colega Ruth Bolognese escreveu metendo a pua - do jeito que só ela sabe, na presença da Sandra Annenberg, da Globo do Rio, para mediar o debate entre os governamentáveis, terça-feira. Disse que o provincianismo ainda impera aqui no Paraná e coisa e tal.
Agora, carrega nas tintas para elogiar o artigo do obscuro jornalista Fernando Rodrigues que se imiscui em assuntos paranaenses. Acho que não é por ai...

Anônimo disse...

Beto Richa, não deixa o povo saber das pequisas mas, segundo nosso iluminado prefeito, em um jantar na cidade, ele diz que Beto lhe confidenciou que na pesquisa do Ibope, que não vai ser divulgada, Ricardo Barros já teria passado Requião e estaria em segundo lugar. Não sei se dou risada ou se choro. Acho que vou chorar de tanto rir.rsrsrs

Anônimo disse...

Quem escreveu esse artigo foi o Fernado de Barrros e Silva.