25 de outubro de 2010

Jornalão vai à justiça para publicar o que todo mundo sabe

Não li mas a revista Carta Capital informa que "a Folha de S.Paulo anunciou na edição deste sábado 23 – pág. A11 – que protocolou uma ação cautelar no Supremo Tribunal Federal (STF) para que tenha acesso ao processo que levou Dilma Rousseff à prisão da ditadura militar em 1970.
O jornalão tem pressa, alega que trata-se de “atualidade do interesse público, já que a candidata pode se tornar a próxima presidente”. E arremata: “para os leitores conhecerem o passado de Dilma”.
Muito estranha realmente esta preocupação da Folha, posto que já saíram muitas matérias, inclusive no próprio jornal, sobre o passado de Dilma Rousseff, que ficou presa durante mais de dois anos nos porões da ditadura. Dilma, o Brasil inteiro sabe, pertencia à organização guerrilheira VAR – Palmares e na prisão foi torturada.
Todo mundo sabe também, e o jornal mais ainda, que Serra foi presidente da UNE e que assim que ocorreu o golpe, quando os militares estavam atrás apenas de comunistas notórios (e notáveis), Serra renunciou ao cargo e se autoexilou, primeiro na Bolívia e depois no Chile.

Será que a Folha pretende publicar também este lado de revolucionário de araque do tucano?

Nenhum comentário: