5 de outubro de 2010

Sobre o comentário de Balestra, Sivaldo disse:

" Nesta hora se lembra somente das mazelas do PT.
Porém se esquece dos Anões do Orçamento ( um deles teve o sigilo quebrado). Dos Sanguessugas, do Mensalão do DEM no Distrito Federal, Do Mensalao do PSDB Mineiro. Tem gente que não se lembra nem que PP era o PDS e que o esquifoso PFL é hoje o DEM.
Temos exemplos de Maringá também. Tivemos uma prefeito do PSDB (Jairo) e um do PT (josé Cláudio).
Agora, em qual foi o maior escândalo de corrupção da cidade?
Lembram só do que lhe convem, é muito fácil".

6 comentários:

JOSÉ ROBERTO BALESTRA disse...

Messias, por crer na sinceridade das discussões no plano elevado das idéias, com sua permissão dou minha tréplica ao comentário do seu blogleitor Sivaldo.

Não. Não me esqueci nem abençoo as demais mazelas, e nem deslembro das mudanças subterfugidas das siglas partidárias, um outro mal que atinge todos os partidos; as novas siglas, sempre derivadas de rachas internos, nada mais representam senão a mesma prática.

Só que não me descuido do fato de que no momento quem insiste em manter o poder pela absoluta sede de estar no poder é o governo federal atual – que ensaiou um 3º mandato pra Lula, mas recuou rápido, diante da reação enérgica da sociedade -, que apesar das suas amplamente divulgadas mazelas domésticas, não só mantém consigo personagens duvidosos que com certeza retornarão a cargos importantes em caso de vitória da indicada, como também renova o quadro com erenices & family.

Quanto aos casos maringaenses – Jairo (PSDB) e José Cláudio (PT) – há que primeiramente se fazer uma justa correção: José Cláudio, todos vimos, infelizmente foi o prefeito apenas de direito, já que, diante de tantas justas licenças, o seu vice foi quem governou a cidade por mais de ¾ do período do mandato. Um ano e meio foi apenas o período ininterrupto de governo do vice, agora prefeito.

Porém, se o governo municipal de Jairo (PSDB) foi escrachadamente corrupto por um lado, e por isso a Justiça cuida do caso, por outro a administração municipal do vice de José Cláudio, mesmo sem padecer do mesmo mal da de Jairo, à absoluta inexperiência em administração, foi igual às águas d’um lago em dia sem vento. Justamente por isso foi que o maringaense recusou a reeleição do vice em segundo turno, e a militância do seu partido não pode ajudá-lo em nada.

Para o desenvolvimento de uma cidade como Maringá, estando-se à frente do seu governo, fazer mal ou não fazer nada – já que isso também representa o poder simplesmente pelo poder - tem a mesma correspondência, apenas com o detalhe que no segundo caso não se é chamado aos Tribunais. Porém o tribunal da História, que é inapelável, e perene porque não individual mas sim colegiado pelo povo, costuma ser mais severo que a mão da deusa Themis, que apraza suas penas, constitucionalmente recorríveis.

Em tempo: não filiado a qualquer corrente partidária, nem tenho paixão ou ódio por esta ou aquela sigla. Exerço apenas meu direito de cidadão que não se omite nas opiniões pessoais, e a todas assino responsavelmente com meu nome completo, sem temor de qualquer ordem, sobretudo porque me policio para não ser iníquo com quem quer que seja. abs

JOSÉ ROBERTO BALESTRA disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Messias, parece-me que o egrégio advogado Balestra está usando o termo nonidáctilo para depreciar o presidente Lula. Pergunto: além do preconceito contra a "pouca" cultura do presidente, ele também tem preconceito contra a deficiência física? Estou em dúvida se esse é o mesmo rapaz que conheci, pois recebeu educação primorosa de seus pais...
Creio que a maioria dos que leem seu blog são pessoas com um mínimo de cultura, mas não atentaram para esse detalhe.
E você, Messias,que considero uma pessoa ponderada e lúcida, concorda com esse absurdo?

Ass.: Será

Parreiras disse...

Sivaldo: Erros não justificam outros erros.
O Petê - fui nessa onda, chegou ao governo mandando pedradas na vidraça e se propagandeando como arauto da ética, da transparência e da incorruptibilidade.
Deu no que deu: Nunca se viu na história desse País, incluindo ai os anos de arbítrio, tanta roubalheira, e nas barbas do Lula. A quadrilha conta com o beneplácito presidencial, pois dela faz parte até o Neto do Brasil. E escândalo, Sivaldo, é o aparelhamento do Estado com vistas a sua transformação em totalitarista, em república sindical. Leia A ERA LULA de Ipojuca Pontes e O CHEFE, do também jornalista e ex-petista Ivo Patarra. Na Internet: www.escandalodomensalao.com.br - Leituras não recomendadas para a noite. Ela pode tornar-se indormível.

Anônimo disse...

Nunca se viu na história desse país um governo que tirasse tanta gente da miséria.

Nunca se viu na história desse país um governo que pagasse a dívida externa, como esse fez.

Nunca se viu na história desse país um governo que fizesse um país crescer diante de uma enorme crise mundial.

Nunca se viu na história desse pais um governo que conseguisse fazer um panamericao e trazer uma copa mundial e as olimpíadas.

Quanto ao governo petista em Maringá, só Deus sabe como pegaram a prefeitura. Fizeram, ou ampliaram, muitas escolas, quadras esportivas. Se tivessem feito o asfalto, ou recape, teriam ganho a eleição. Talvez se no lugar do João Ivo tivesse alguém menos humilde que ele, isso é, mais extrovertido.

Acho que uma pessoa para fazer um comentário acerca de quem quer que seja não precisa depreciar essa pessoa. Ninguém escolhe se irá nascer baixinho, preto, amarelo, se vai ter 6 ou 9 dedos.

Outra coisa, nunca confundir escolaridade com cultura, sabedoria e inteligência. Escolaridade não é necessariamente sinônimo das outras três.

Abraços.

Sivaldo disse...

Tréplica.
Quem mudou a regra, no meio do Jogo foi FHC e nós sabemos o quanto custou $ a aprovação dela no congresso. Tentar eleger sua sucessora democraticamente, isto sim, faz parte do jogo.
Agora quanto a corrupçao, eu quero dizer que todos tem suas mazelas, portanto não venha me dizer que de um lado são Corruptos e de outro são honestos.

Também sobre a questão de Maringá. Vale dizer como alguem comentou acima, a situação em que o PT de Maringá assumiu a Prefeitura.
Só não roubaram o que não puderam carregar. E isto o Próprio Messias pode comentar. Pois ele sabe muito mais do que nós.