15 de janeiro de 2011

Começou a dança dos "ilibados"

Informa Ismael Moraes em seu blog, que o Banco Central vetou o nome o nome de Cássio Taniguchi (DEM), secretário do Planejamento do governo de Beto Richa, para compor o conselho de administração da Agência de Fomento do Paraná. "Em outras palavras, ele não é considerado idôneo para tamanha responsabilidade com as finanças públicas. Além dele, os nomes de Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), secretário do Trabalho, e de Ricardo Barros (PP), secretário da Indústria e do Comércio, que respondem a processos na Justiça, passaram, mas sob rigorosas ressalvas".

Um comentário:

JOSÉ ROBERTO BALESTRA disse...

Romanelli e Barroso, passaram? Assim eu num guento!!! Agora só me falta ver um cego à frente da COPEL...