25 de janeiro de 2011

É nóis na fita!

Foram 11.458 multas em um ano. Não, isso não foi no Paraná, foi em Maringá, a fábrica de multas mais produtiva do país. É um recorde, que se pelo menos tivesse algum efeito pedagógico, daria ao trânsito o título de trânsito de primeiro mundo. Todal arrecadado: R$ 10 milhões.
com tanto dinheiro assim, dava para fazer muita coisa na área de educação, dava para criar um sistema exemplar.
Sobre a capacidade incrível que Maringá tem de produzir multas e ao mesmo tempo, acidentes, escreveu o publcitário Dinor Chagas:"Que coisa. Uma verdadeira máquina de imprimir dinheiro. Se, conforme observado, no mesmo período, o número de óbitos teve salto de 79%, parece que a coisa se tornou apenas planilha de metas, objetivos (financeiros) a serem atingidos. Como se fosse obrigação a cada ano a arrecadação ser maior. Quem não educa, pune".

Nenhum comentário: