15 de janeiro de 2011

Negligências criminosas

Segundo denúncia publicada na Folha de São Paulo de hoje, o governo do Rio de Janeiro havia sido alertado há dois anos dos perigos de desabamentos na região serrana. Relatório produzido por técnicos do próprio governo Sérgio Cabral aponatava para riscos de trágédias em Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo. Seria necessário fazer com urgência o mapeamento de áreas de risco e ao mesmo tempo, a recomposição da mata tropical.
Nada foi feito e o resultado da tragédia anunciada veio agora, com as águas de janeiro.
Não é possível que os governantes não vão entender nunca os recados da natureza contra os crimes ambientais. A absoluta falta de critérios nas políticas de ocupação do solo urbano não é coisa apenas das grandes cidades, principalmente das de topografia acidentada como o Rio. Aqui em Maringá, por exemplo, chega a ser criminoso o descaso com os fundos de vale.

Nenhum comentário: