28 de fevereiro de 2011

Coisa do nosso "Midas trapalhão"

Cerca de 8 mil pessoas estiveram no último final de semana no Parque de Exposições de Maringá na esperança de conseguir uma moradia, dentro do programa "Minha Casa, Minha Vida". Foi um Deus nos acuda, teve gente que saiu frustrada e esbrvejando por ter se sentido enganada.
Para que fazer um negócio desse com a população? Se o número de casas e apartamentos é limitado, seria de bom alvitre selecionar os contemplados e chamá-los para sortear a localização do imóvel de cada um. Era isso que se fazia no passado, no tempo do glorioso BNH.
Chamar todo mundo inscrito para dizer que só tem casa para meia dúzia é brincar com o sonho alheio.O problema é fazer marketing? Se foi este o propósito, sairam pelo cano, porque o marketing teve efeito contrário. Tal qual um rei midas às avessas, tudo o que o prefeito SB II põe a mão, vira confusão.

Nenhum comentário: