11 de fevereiro de 2011

Em Pintadas

Estou em Pintadas, minha cidade natal. Volto aqui depois de 20 anos da última visita. Tudo mudou. A cidade cresceu, experimenta um índice de crescimento como nunca visto por essa redondeza. O progresso vem junto com o asfalto, que liga Pintadas a Ipirá. Dos 38 faltam 8 quilômetros para o governo Jacques Wagner concluir a obra prometida em campanha.Amanhã estarei presente à cerimônia de casamento de Salma, que há 25 anos batizei na mesma igreja aonde fui batizado há mais de meio século.Trouxe comigo meu irmão Daniel, que saiu daqui com 3 anos de idade, hoje tem 53 e revê seu torrão pela primeira vez.Ontem, passamos o dia com tio Daniel, irmão mais novo de mãe, visitando as pequenas fazendas do Canto, inclusive a que era de meu pai Domingos e onde está enterrado meu umbigo. Como diria Roberto Carlos: "São muiiiiiitas emoções!!!".

4 comentários:

Sivaldo disse...

Parabéns Messias.

Curta esta sua egotrip. Pois estes momentos costuman ser muito raros.

Meire Mendes disse...

Primo...Bem vindo à Pintadas, esta terra muito querida! Espero conhecê-lo pessoalmente o mais breve. Então já esteve com tio Daniel no Canto? Que bom! Sinto muitas saudades do Canto apesar de estar aqui pertinho, menos de 20 km.

Anônimo disse...

Curta bastante isso aí, meu caro!
É a tua história. E a gente gosta da história de quem a gente gosta!!

Um abraço

Bulga

JOSÉ ROBERTO BALESTRA disse...

Messias, parabéns pelo sincero respeito ao seu passado físico e espiritual. Você nem imagina o quão os que Foram s’alegram. A propósito, tenho pra mim que “Quem os ossos guarda d’seu espírito é vizinho.” (JRB)

Um ótimo passeio por aí, meu amigo. O nordeste é lindíssimo, sobretudo o interior. Ano passado li “A Pedra do Reino...” de Ariano. Foi uma viagem sem ir; a cada página uma grande alegria e muito riso.

abs