24 de fevereiro de 2011

Na terra dos exterminadores do passado, do presente e do futuro


Vejo agora no site do Rigon uma foto do Horto Florestal, fechado. Aliás, a cidde do verde, que tem o privilégio de ostentar três grandes pedaços da Mata Tropical, vê essas reservas totalmente abandonadas. O Parque do Ingá, interessante ponto de parada dos turistas, há mais de dois anos que está fechado para o público. O Horto,então, nem se fala. O Bosque 2,que um dia começou a ser destruído com uma pista de motocross em seu interior, é uma incógnita. O que tem lá dentro, como está seu interior ninguém sabe. O que essa "administraçao cidadã" faz da nossa linda Maringá é um absurdo. Os bosques são apenas um exemplo, talvez o mais visível. Mas o que falar dos monumentos históricos? Quem passa pela Rua Joubert Carvalho leva um susto ao ver em que se transformou o prédio da antiga rodoviária. Que gentinha, ehim Tio Arquimino!!

Um comentário:

Anônimo disse...

Messias, se os exterminadores estão ai exterminando com competência e ao arrepio da justiça e da lei (elas existes em Maringá?)é porque o povo quer. Jumento não é o Ari, mas o povo!