3 de março de 2011

O buraco da violência é mais embaixo

O que acrescentaria ao combate à violência o fechamento de bares às 23 horas? Nada, absolutamente nada. A Câmara fez bem em rejeitar a proposta da vereadora Marly Martin, bem intencionada, mas desconectada da realidade da crônica policial. Iria sim, aumentar o desemprego no setor, quebrar um monte de gente que vive disso e nada mais. O problema não está na cerveja ou na pinguinha dos que gostam desse ambiente. A vereadora e seus pares deveriam, isto sim, era acionar o Poder Legislativo para cumprir seu papel de fiscalizador do Executiva e colocar em discussão a necessidade urgente do Estado desencadear ações de "tolerância zero" contra as drogas. Isso poderia começar pelo uso das forças de inteligência policial para combater de verdade o crime organizado. O resto é perfumaria.

Nenhum comentário: