7 de abril de 2011

Médicos páram: lucro aos planos e ferro no SUS

Cerca de 11 mil médicos pararam nesta quinta-feira em todo o país. O protesto é contra os convênios, que os remunera mal, R$ 42,00 por consulta. Eles querem R$ 100,00. Já imaginou quantos R$ 42,00 os convênios não deixaram de desembolsar hoje? A conta certamente caiu sobre os cofres do SUS, que se já atende mal os que dele necessitam, imagine com a enxurrada de pacientes egressos da medicina de grupo?
Em algumas cidades os médicos anunciam paralisação por tempo indeterminado a partir do dia 23 próximo. É o caso de Ivaiporã (PR), onde os profissionais vão cobrar as consultas e emitir recibos para que os pacientes busquem ressarcimento junto aos seus planos.

Nenhum comentário: