20 de julho de 2011

Amanhã, vai ser outro dia...



O servidor Paulo Vidigal foi reintegrado ao serviço público ontem por ordem judicial. Ele fez parte do comando da greve de 2006, primeira gestão do prefeito Silvio Magalhãqes Barros II. Foi perseguido e demitido, mas a justiça mandou que o prefeito recolocasse Paulo na função de auxiliar de enfermagem, para a qual foi aprovado em concurso da Prefeitura de Maringá.

De volta ao trabalho, ele está exultante. E, entusiasmado, manda o seguinte recado: "Um recado senhores, sincero e feito por alguém que está com a alma leve e lavada: independente de qualquer questão, retornando ao trabalho volto à prestar aos usuários, ou pacientes, a melhor assistência possível. Um atendimento que prestaria à um familiar meu ou o atendimento que eu mesmo gostaria de receber se precisasse. Com respeito à isso, estejam tranqüilos. E por favor, me deixem em paz. Essas pessoas não têm culpa da administração que impera e, menos ainda, de tudo que sofri durante os últimos anos.

Continuarei na luta, pois esse processo, apesar de tão doloroso, me ensinou muito e me deixou mais forte ainda.

Agradeço muito aquelas pessoas que estiveram ao meu lado. Principalmente minha família que acompanhou tudo de perto, à Rozilda, aos servidores e camaradas da CSP-Conlutas.

Parafraseando Chico Buarque, “... amanhã vai ser outro dia”.

Nenhum comentário: