22 de julho de 2011

Tal qual o caminhar do caranguejo


Informa Ismael Morais que na última quinta-feira o ex-deputado e secretário da Indústria e Comércio, Ricardo Barros, deslocou-se até Ponta Grossa, nos Campos Gerais, com o objetivo de arregimentar apoios. compareceram 5 pessoas, apenas um presidente de sindicato com direito aa voto da eleição da Fiep. Uma dia antes Barros
organizou um jantar da sua chapa , a "Nova Fiep", no buffet Ilha do Mel, na capital . Sabe quantos convidados apareceram? Quem falou quatro acertou.
Qual a leitura a ser feita dos dois eventos? Uma só: a de que o empresariado de peso está fugindo da candidatura Barros.

Um comentário:

JOSÉ ROBERTO BALESTRA disse...

Messias, nem precisa muita preocupação co'a leitura disso, não! O tal procurado apoio vai dar em NADA.

Quer ver? Repare; nos números da notícia a pronta resposta: cinco + quatro = nove, noves fora, NADA... de "Nova Fiep".

Por essas e por outras é que tenho tanta fé no meu São Serapião; ele é tão bão! O que d' mal e ruim mal'e mal vai nascendo ele já derruba no chão, assim.

abs