9 de julho de 2011

Um time de guerreiros


A nossa falta de humildade no futebol é um negócio muito sério. Porque não reconhecer logo que o Paraguai foi melhor que a seleção brasileira? Como ignorar o fato dos paraguaios jogarem com raça e inteligência? Raça, ao marcar pressão e não dar espaço para nossas estrelas e inteligência por anular Neymar e só não aniquilar Ganso porque o camisa 10 estava numa tarde feliz, deixando os atacantes na cara do gol a cada toque de prima nos contra-ataques dos comandados de Mano.
O fato é que o Paraguai parece um exército espartano, tamanha é sua determinação em campo.

Um comentário:

Anônimo disse...

Messias,

uso mecanismo porque achei mais rápido.

Escrevo para comunicar que nosso amigo Bonifácio Martins, um dos maiores vereadores da história de nossa Câmara, faleceu hoje em São Paulo, em consequencia das complicações do Mal de Alzheimer.

Para você não achar que é trote, lembro que conversamos sobre ele na semana passada, na sede do sindicato da UEM.

abraço

reginaldo dias