12 de agosto de 2011

Infeliz e desgraçadamente...

Informa o jornal curitibano Gazeta do Povo que o dinheiro do Ministério do Turismo que bancou eventos e festas no Paraná sob investigação do Tribunal de Contas da União tem como origem emenda parlamentar do deputado Alfredo Kaefer (PSDB-PR). Nem vou entrar no mérito dessa questão específica, o fato é que o instituto da emenda parlamentar é uma das excrescências da política nacional. Parlamentares apresentam suas emendas e geralmente destinam as verbas delas advindas para suas bases eleitorais. Estaria até bom se fosse só isso. As investigações e os escândalos que se sucedem desde "os anões do orçamento" provam que por este mecanismo muito dinheiro toma rumos diferentes daqueles para os quais as emendas foram destinadas. São elas, as emendas, uma das grandes fontes da corrupção no país. Corrupção, diga-se de passagem, que é endêmica e parece mesmo doença ,infeliz e desgraçadamente, incurável.

Nenhum comentário: