3 de setembro de 2011

Elomar, Maringá e a ópera- bufa

A ópera, como define o sábio compositor baiano Elomar Figueira de Mello, é a forma mais completa que existe da arte. Nela está o teatro, a representação, a orquestra, a sinfonia, a dança, o canto, o enredo, a poesia e a história, tudo no palco.
E aí, refletindo sobre o assunto, pensei o que seria o contrário disso? Por exemplo: o espaço onde há desvios éticos, discussões torpes, escalas de valores inviesadas, conceitos equivocados aos magotes e falta de apego a valores que são caros a qualquer sociedade civilizada.
Colocando tudo no caldeirão do extraordinário criador de bode do Sul da Bahia e mexendo com a colher de pau de "dindinha Alvinha", chego à conclusão de que nossa Maringá vive hoje o seu grande momento de ópera bufa.

Nenhum comentário: