6 de setembro de 2011

Em defesa do vereador Manoel Sobrinho

O colunista do O Diáiro Milton Ravagnani desceu a borduna no vereador Manoel Sobrinho por este ter tido a coragem cívica de defender abertamente 23 cadeiras para a próxima legislatura. Eu continuo achando que o debate tem que ser em torno da qualidade e não da quantidade. Para mim 15, 21 ou 23 tanto faz, importa é a qualidade da próxima Câmara. Imagino que com 23 serão maiores as possibilidades de Maringá vir a ter pelo menos mais um Manoel Sobrinho, bem ao contrário do que acha o Milton, um político ideológico, sério e extremamente ético.

Nenhum comentário: