26 de outubro de 2011

Fifa e CBF exalando mau cheiro

A BBC de Londres levantou junto à Justiça suiça que o ex-presidente da Fifa, João Havelange e seu genro Ricardo Teixeira, presidente da CBF, teriam recebido 60 milhões de dólares em propina da empresa ISL. Foi o que revelou hoje na Comissão de Educação do Senado, o jornalista inglês Andrew Jennings. Ele investiga a Fifa há 20 anos e sabe coisas da entidade mater do futebol mundial que são de arrepiar cabelo de bola de sinuca.
A Copa de 2014, na mira do Ministério Público Federal, ainda está longe e até lá muita lama poderá passar por baixo da ponte.

Nenhum comentário: