14 de outubro de 2011

O povo está de atalaia


Eu estava chegando para assistir a sessão ordinária de ontem e o prefeito Silvio Barris estava saindo da Câmara Municipal de Maringá. Pastinha na mão, atravessou a Av. Cerro Azul, desceu a Rua Padre Germano Mayer (a pé) e foi pra casa descansar. Comentei com um amigo, logo depois que SBII passou pela gente e acenou com a mão direita,ensejando, timidamente, um "boa tarde!":

"Tenho pra mim que o prefeito está vindo da sala da presidência, onde deve ter pressionado sua bancada a adiar mais uma vez a votação daquela emenda supressiva que acaba com a proibição das casas geminadas". Dito e feito, cheguei no "aquário" ao lado do plenário e perguntei para o Lauro Barbosa: "vai ser votada a tal emenda 39?". Com a pauta na mão, Lauro sorriu :"Ficou pra terça-feira".

Na verdade, o prefeito sabe que a pressão popular será maior do que a dele e por isso tenta ganhar tempo, para convencer os vereadores da sua bancada, que a pressão popular não pode prevalecer sobre seus respectivos votos. Ano que vem é ano de eleição e quem "mijar fora do pinico" corre o risco de ficar sem "lastro" para a campanha de renovação do mandato.
Por isso, a sociedade organizada, que se organizou à margem da SER, do Observatório Social e da ACIM, está cada vez mais alerta,de atalaia mesmo. Esse panfleto aí é uma prova disso. Será que mesmo assim, os vereadores do "Amém F.C." vão fazer ouvidos moucos à voz do povo? Os que preferirem se render à fala macia, porém irada, do alcaide, sofrerão prejuízos eleitorais inevitáveis. Quem viver, verá.

Nenhum comentário: