18 de outubro de 2011

Sem meias palavras



O termo roubalheira foi utilizado algumas vezes pelo vereador Mário Verri hoje na tribuna da Câmara Municipal de Maringá. Irritado com a manutenção da restrição às casas geminadas, o vereador do PT desancou: "Vereadores têm que fiscalizar a roubalheira nesta administração". Como fatos concretos dos desvios apontou: "o alto número de diárias para a secretária da Mulher (“praticamente um segundo salário”), o desvio de R$ 1 milhão na Secretaria da Saúde, a compra de kits na Secretaria de Educação, licitações na oficina da prefeitura e, agora, o afastamento de um secretário e seus auxiliares".

Fonte: site do Rigon

Nenhum comentário: