12 de novembro de 2011

Cultura inútil? Nem tanto

O que é tautologia? Que bicho é esse?

Informa o professor Pasquale Cipro Neto, um dos maiores craques em Lingua Portuguesa, que "é o termo usado para definir um dos vícios, e erros, mais comuns de linguagem. Consiste na repetição de uma idéia, de maneira viciada, com palavras diferentes, mas com o mesmo sentido.
O exemplo clássico é o famoso 'subir para cima' ou o 'descer para baixo'. Mas há outros, muitos outros. Eis alguns exemplos:

Elo de ligação,acabamento final, certeza absuluta,em duas metades iguais, livre escolha, encarar de frente, multidão de pessoas, amanhecer o dia, criação nova, empréstimo temporário, surpresa inesperada e a seu critério pessoal.

Deu pra perceber como essas repetições são dispensáveis? Já viu elo que não seja de ligação? Certeza que não seja absoluta? Empréstimo definitivo? Alguma surpresa esperada?

Nenhum comentário: