30 de novembro de 2011

É aí que mora o perigo

O governo Beto Richa evita falar em privatização, mas a proposta de terceirizações pontuais que a Assembléia Legislativa aprecia hoje pode significar uma janela aberta para a entrega de boa parte do patrimônio público estadual para a iniciativa privada.
O deputado Tadeu Veneri (PT), irritado com o rolo compressor que está sendo preparado para a sessão, alerta: “Um projeto que mexe com a estrutura do estado para os próximos 30 anos e nós vamos votar isso em 24 horas, apenas ouvindo dois secretários? Não vamos ouvir os servidores, as entidades? Vamos virar as costas à população e nem discutir um projeto que propõe a transferência de milhões do patrimônio público para a iniciativa privada?”.

Nenhum comentário: