23 de dezembro de 2011

Vai que é de Pandora?

2011, o ano em que a mídia demitiu ministros. 2012, o ano da Privataria.
A imprensa estará muito menos disposta a comprar uma briga durante a CPI da Privataria – quer porque ela começa questionando a lisura de aliados sólidos da mídia hegemônica em 1994, 1998, 2002, 2006 e 2010, quer porque esse tema é uma caixinha de surpresas.

.Maria Inês Nassif (Carta Maior)

Meu comentário: E se a caixa for de Pandora e seu conteúdo, de efeito bumerangue?

Nenhum comentário: