31 de janeiro de 2012

Dilema no sistema ministerial de cotas

Mário Negromonte (PP) está fora do governo. Oficialmente será demitido quando a presidente Dilma Roussef retornar do Caribe. O problema é que o Ministério das Cidades é da cota do PP e o único nome do partido que a presidente aceita discutir é o de Márcio Fortes. Mas Fortes não estaria disposto a voltar ao ministério que ocupou no governo Lula.
Enquanto isso, cá na província, um certo ex-deputado e secretário do governo Beto Richa esfrega as mãos, torcendo para seu amigo Fortes aceitar a imposição partidária de ser novamente ministro. Isso, pela simples razão de que, com Márcio Fortes no Ministério das Cidades o presidente do PP do Paraná tem chance de pegar um gargo de segundo escalão na mesma pasta.

Evandro no cenário

O deputado estadual Evandro Júnior já admite a possibilidade de ser candidato a prefeito de Maringá este ano. Animado com um percentual de 9% nas intenções de voto e com a quase inexistência de rejeição, dorme sonhando com a candidatura e acorda pensando nas coligações possíveis.

Com Evandro na disputa o cenário muda totalmente. Com sua cara de menino ele entra na seara de Quinteiro; faz estrago no reduto de Batista devido o tipo de relacionamento que mantém com o eleitor; aneaça Pupim, com seu perfil de queridinho da elite. Talvez quem menos perde nessa correlação é Ênio Verri, cujo perfil ideológico é diametralmente oposto ao de Evandro Júnior.

Ironia do destino

Num evento solene dia desses na cidade de Floraí,Odílio Balbinotti teria dito em tom de brincadeira: "Quem garante que eu não volto a ser deputado? Vai que morre algum titular da minha coligação, aí estarei dentro de novo". Odílio assumirá na condição de primeiro suplente do PMDB, partido do deputado Moachir Micheleto, morto ontem em acidente de carro.

30 de janeiro de 2012

Luis Fernando Veríssimo sobre o BBB

"Impossível assistir ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros...todos na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterossexuais. O BBB é a realidade em busca do IBOPE.



"O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral. São apenas pessoas que se prestam a comer, beber, tomar sol, fofocar, dormir e agir estupidamente para que, ao final do programa, o “escolhido” receba um milhão e meio de reais. E ai vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a "entender o comportamento humano". Ah, tenha dó!!!"

Crônica do caos anunciado



Fui conferir hoje de manhã a farsa que imaginava que seria a audiência pública sobre o Plano Municipal de Seneamento Básico. O Secretário do Meio Ambiente Leopoldo Fiewski conduziu tudo conforme estava no script. Relutou em dar a palavra ao público, cuja qualidade questionadora não esperava. O máximo que o script permitia eram perguntas por escrito, mas a pressão foi tão grande que Leopoldo acabou se rendendo. Porém, manteve-se firme na condução dos trabalhos, que pareciam programados para não chegar a lugar nenhum.

Audiência começou com a enfadonha palestra de um técnico da empresa contratada para elaborar o plano, que despejou números e mais números sobre o sistema de água e esgoto, com diagnóstico da situação atual e projeção de crescimento visando os próximos 30 anos.

Com isso, o secretário certamente esperava que o plenário se esvaziasse, venceria pelo consaço. Ledo engano. Vários representantes de entidades ligadas à questão ambiental colocaram o secretário na roda, ironizaram o caráter meramente informativo da reunião, que parecia mais querer desinformar do que esclarecer algo sobre temas tão complexos, como a destinação do lixo, por exemplo.

Depois de alguns bate-bocas e manifestações de reprovação à condução dos trabalhos, Leopoldo mostrou porque é o homem de confiança do prefeito Silvio Barros: absorveu todo o clima de hostilidade que criara e encerrou a audiência sem demonstrar receptividade a nenhuma das propostas contrárias ao que já estava no papel, mesmo que , em tom ameaçador, uma revoltada ambientalistas tenha gritado lá de trás:"Vocês não vão queimar o lixo de Maringá de jeito nenhum. A sociedade vai se mobilizar e não vai permitir esta sandice".

Fim da audiência, ficou o dito pelo não dito, com a certeza de que a "administração cidadã" colocará seu plano em prática, e pasmem, por decreto.
Portanto, a sociedade que trate de se organizar e começar desde já a pensar em mandados de segurança. Só por meio da ação judicial será possível salvar Maringá do caos da incineração.

29 de janeiro de 2012

Para os anais da história


Djokovic e Nadal, dois monstros na final do Aberto da Austrália nesta manhã. Foram 6 horas de jogadas maravilhosas , mas sobretudo, da maior demonstração que dois atletas poderiam dar de resistência física e psicológica. Deu Djokovic, mas a vitória, sem dúvida, foi do tênis.

A reação de um " betista"

Muito ao contrário do que tu disseste.

Quem deve ter insônia é a Gleisi, por saber de antemão que terá em 2014 como adversário um candidato de peso como é o Richa.

Até lá, meu amigo, o Richa já terá encaminhado a ótima administração que fará no Estado e o eleitorado não vai querer trocar o certo pelo duvidoso.

A Gleisi que se prepare para ficar na teta federal mesmo.


. Júlio Mancine

28 de janeiro de 2012

Páreo duro



2014 está meio longe, mas segundo a bem informada Roseli Abrãao, o governador Beto Richa já tem insônia quando pensa que terá uma adversária de peso.Gleisi vem aí.

O PMDB de hoje, segundo o implacável Aroeira

Sobre a audiência pública

O vereador Humberto Henrique esclareceu minha dúvida e a dúvida de todo mundo que ficou sabendo da audiência pública de segunda-feira, pela divulgação bôca-a-bôca. Será no Auditório Hélio Moreira (Paço Municipal). Além da água, vai debater a questão do lixo.
Humberto, reconhecido inclusive pelos adversários como o melhor vereador de Maringá, está se mexendo para levar bastante gente à audiência pública, que corre o risco de ser dominada pelos CCs da "administração cidadã".
Não nos esqueçamos do exemplo de 2010.

Em curso, mais uma audiência pública mandrake

A "administração cidadã" marcou para segunda-feira às 8hs, em local ainda incerto e não sabido, uma audiência pública para discutir a retomada do sistema de água e esgoto da ciade, que há mais de 30 anos é operado pela Sanepar.
Audiência pública secreta? Quem vai participar, só os CCs da Prefeitura, para decidir pela população?
Audiência pública, até onde se sabe, tem o objetivo de colocar o problema em questão à apreciação da sociedade. Deve ser bem divulgada (até em serviço de auto-falante) e tem que ser aberta, com ampla liberdade para as pessoas debaterem.
Não é o que acontece em Maringá da era barrosa.
Quem se lembra da audiência realizada na véspera do Natal de 2010, para decidir sobre mudanças no Plano Diretor? Aquilo foi uma afronta à democracia. Pelo jeito, a lei e o bom senso vão apanhar novamente de reio depois de amanhã.

Valdir, Valdir!

Ouvi o Pignata (Secretário Municipal dos Transportes)dizer num vídio da página online do jornal O Diário, que o corredor de ônibus na Avenida Brasil não teria consequência sobre o estacionamento de veículos naquela via. Segundo ele, quase todos os carros estacionados nas espinhas de peixe, são de comerciários que chegam às 8h e saem às 18hs. Ora, ora, se alguém se atreve a deixar o carro o dia todo estacionado num lugar só, leva tanta multa que não ganhará nem para acertar as contas com o Estar. Conta outra, Valdir.

27 de janeiro de 2012

Ovacionando

"Kassab ovacionado literalmente: tacaram ovo nele. Ele passa bem, mas o ovo inspira cuidados. Alguém escreveu que foi um desperdício e uma sacanagem com a galinha".

. Macaco Simão (Folha de São Paulo)

O que será que o Opus Dei acha disso, governador?


O massacre do pinheirinho manchou de sangue a biografia do governador Geraldo Alckmin que, candidato a presidente da república, foi derrotado por Lula em 2006.O que será que o Opus Dei acha disso?

26 de janeiro de 2012

Um juiz acima da lei


"Aqui em Campos dos Goytacazes, um juiz esbofeteou uma jovem guarda municipal. O Meritíssimo se recusou a colocar o cinto de segurança. A guarda insistiu, ele recusou, ela multou, ele disse o famoso “Sabe com quem está falando?”. Ela disse que isso não importava. Resultado: tabefe".

. Luiz de Moraes Rego Filho (Tribuna da Imprensa - online)

A tragéida à espreita

Tampa de bueiro indo pros ares,prédios caindo sem mais nem porque. Meu Deus, como está perigoso andar pelas ruas das grandes cidades brasileiras!

Cadê a fábrica de multas que não funciona no terceiro caso dessa montagem fotográfica?



Montagem: Andye Iore (blog do Rigon)

Quem anda de circular em Maringá tem a exata dimensão do absurdo que é esta cena da foto 3. Além dos riscos, o que se vê é motorista estressado, à beira de um ataque de nervos. O que diz o Código Nacional de Trânsito sobre isso? Dirigir falando ao celular é algo inaceitável; com uma garrafa de cerveja, então, nem se fala. E voltando trôco ao passageiro enquanto dirige um ônibus?

FHC liquida de vez, o sonho de Serra ser presidente

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso rompeu definitivamente com José Serra, sepultando de vez qualquer novo sonho que o ex-governador de SãoPaulo possa ter de ser presidente da república. Em entrevista concedida esta semana ao blog The Economist, FHC jogou a pá de cal:

- O PSDB perdeu as eleições de 2010 devido a erros primários na campanha.

- Esses erros foram de responsabilidade exclusiva de José Serra, por seu individualismo, arrogância e pelos conflitos que criou dentro do próprio partido.

- Aécio Neves é o candidato natural do PSDB nas próximas eleições. Serra não tem possibilidade de vitória.

Livre pensar

A propriedade é um direito sagrado. Inclusive a de escroques como Naji Nahhas?

Aleluia!Aleluia!Aleluia!

Me informa o jornalista Marcelo Bulgarelli, assessor de impensa da Viapar, que o contorno de Mandaguari vai finalmente começar. A obra já era para estar pronta há pelo menos 5 anos. Mas em 1998 o governador Lerner reduziu a tarifa do pedágio pela metade, visando sua reeleição e com isso, desobrigou a concessionária de pagar as desapropriações por onde o desvio passaria. A lenga-lenga durou até o segundo semestre de 2010, quando o governador Orlando Pessuti concordou com a responsabilidade do Estado de indenizar os proprietários rurais.

A partir daí a Viapar começou os levantamentos topográficos, ao mesmo tempo em que o DER iniciou o levantamento das faixas de domínio.São 9,9 quilômetros de extensão a um custo de R$ 90 milhões. Seria em torno de R$ 40 milhões se a obra tivesse sido executada na época estabelecida pelo contrato inicial de concessão.

Mas antes tarde do que nunca. E a população de Mandaguari, cansada com o tráfego pesado de caminhões e ônibus dentro do perímetro urbano, penhoradamente agradece.

25 de janeiro de 2012

A ideologia da exclusão

A propósito do massacre do Pinheirinho, desocupações do tipo, vai além da violência em si ou da falta de comprometimento de setores da Justiça com os problemas sociais do país. Há por trás de tudo, a questão ideológica, centrada no caldo de cultura da Casa Grande. Apesar de todos os avanços que o Brasil teve nos últimos anos, sobrepõe-se à agenda social, a ideologia da exclusão, que diga-se, não é privilégio de São Paulo.

Há casos mais sutis de retirada de populações pobres de áreas urbanas eleitas como alvo da especulação imobiliária. O fato do poder político não lançar mão de suas milícias não significa que o processo seja pacífico. Guardadas as proporções, o que dizer do desmantelamento gradativo do "Santa Felicidade" em Maringá? Várias famílias que lá moravam foram deslocadas para outros bairros, levadas pela lábia de quem comanda o processo ou pela tática da cisânia dentro das casas mais visadas do Conjunto Profilurb.

O pretexto é a necessidade de revitalização da área, fruto de uma verba de R$ 20 milhões "caída do céu" via Ministério das Cidades, com o falso objetivo de desfavelar a cidade sem favelas.

A população do bairro Santa Felicidade, na valorizada Zona Sul de Maringá, ainda tem
muito sapo pra engolir. Talvez não muito a seco, devido ao processo eleitoral que se avizinha.
Dependendo do resultado das urnas quem sabe, haja um refresco para os apreensivos moradores daquela área tão cobiçada pelo mercado, na era barrosa.

Por quem os sinos dobram, governador Alckmin ?

Referência histórica



Elegeu-se governador de Pernambuco em 1962 e, empossado, "forçou usineiros e donos de engenho da Zona da Mata do Estado a estenderem o pagamento do salário minimo aos trabalhadores rurais. E deu forte apoio à multiplicação de sindicatos, associações comunitárias e às Ligas Camponesas.

Deposto, foi levado para a ilha de Fernando de Noronha, onde ficou preso por 11 meses. Passou depois pelas prisões da Companhia da Guarda e do Corpo de Bombeiros, no Recife, e da Fortaleza de Santa Cruz, no Rio. Solto em 25 de maio de 1965 por meio de um habeas corpus, foi para o exílio na Argélia.


Em 1979, beneficiado pela anistia decretada pelo presidente João Figueiredo quando a ditadura começava a se esgotar, Arraes voltou ao Brasil e à política. Virara mito em Pernambuco e referência para a esquerda no resto do país. Os mais pobres tinham o retrato dele nas paredes de suas casas".

. Do blog do Ricardo Noblat


Meu comentário: não se faz mais político como antigamente. Arraes, Brizola, Dr. Ulysses... a política com idealismo, feita por homens corajosos, sábios e éticos, não deve ser esquecida nunca. Tio Arraia, como diziam os camponeses do Nordeste, deve ser citado sempre como referência do que o Brasil já teve de melhor na sua vida republicana.

Clara, magistral

Faça o que eu digo, não faça o que eu faço...

Há um institucional da Prefeitura de Maringá na TV, pregando a limpeza dos imóveis, para evitar a dengue. Quem deixar lixo acumulado corre o risco de levar multa. A pergunta que fica é a seguinte: será que alguém multa a administração "cidadã" pelo descaso com muitos espaços públicos da cidade?
Só pra ficar em dois exemplos: Cineteatro Plazza e fundos de vale. O cineteatro, é bom que se diga, fica bem no centro, em frente à Praça Raposo Tavares, igualmente abandonada. E põe abandono nisso.

24 de janeiro de 2012

Por 2014 Quinteiro pode ganhar musculatura

O cenário da sucessão municipal de Maringá ameaça surpresas. Praticamente cooptado pelo governador Beto Richa, Umberto Crispim acena seu lencinho para Quinteiro, que se conseguir uma coligação com o PMDB, ganha musculatura. Mesmo não dando certo tal amarração, se Ricardo trair o governador e assumir um cargo no Minisério das Cidades, da cota do PP, Beto vai apostar no seu Secretário de Assuntos Comunitários, viabilizando alianças com partidos menores e até com o grandalhão PSDB. O que estará em jogo não será apenas a Prefeitura de Maringá, mas o projeto político do tucanato para 2014.
Quanto ao PMDB local, o risco que Crispim corre é de ver sua ambição pessoal ser atropelada pela nacional do partido, comandada por Michel Temer.

Ele é o cara da mineração


Expedir alvará para exploração de jazidas minerais no Brasil é com ele mesmo. A partir de hoje quem manda nessa área é o ex-presidente da Sanepar, Hudson Calef.Ele acaba de ser nomeado novo superintendente do Departamento Nacional de Produção Mineral.Entre as substâncias afetas ao DNPM estão: ouro, minério de ferro, níquel, calcário, fosfato, potássio e água mineral.

Que justiça é essa?

“O conflito judicial parece esconder algo de muito podre na disputa da área”. Frase do deputado federal Protógenes Queiroz ao visitar ontem o palco do confronto ocupantes x desocupadores de uma área em litígio em São José dos Campos (SP). A polícia usou de violência para expulsar os moradores, num processo de desocupação que segundo o deputado (ex-delegado da Polícia Federal), feriu de morte os direitos constitucionais à moradia daqueles ocupantes desalojados.
É estranho imaginar a justiça brasileira dando guarida a uma ação violenta da polícia, num momento em que o governo federal pregava uma saída negociada , posto que a área já tinha se tornado um bairro residencial.
"Toda a operçaão foi acompanhada por um juiz", gabou-se o governador Geraldo Alckmin, ignorando o drama social ocasionado. Dizem os juristas que decisão judicial não se discute, cumpre-se. Mas é incompreensível que os operadores do Direito sejam assim tão frios quanto a própria letra da lei. Lei que, cá pra nós, é mais voltada aos vencedores do que aos vencidos. Como diria o historiador Edgar De Decca: é urgente fazer na cultura jurídica do Brasíl, uma escovação a contrapêlo.

23 de janeiro de 2012

Ciagym e um pão bolorento chamado Chico Neto

O Rigon é mesmo danado. Descobriu que o anúncio da entrada do Ciagym na Liga Nacional de Futsal este ano pode dar chabu. A participação do time maringaense no campeonato nacional foi anunciada hoje em grande estilo pelo Secretário Municipal de Esportes Valter Guerles e o prefeito (em exercício) Roberto Pupim.
Rigo jogou um balde de água fria no entusiasmado Guerles, informando hoje à tarde em seu blog:" O Ciagym só poderia entrar na competição alugando uma vaga ou comprando uma franquia (que custa em torno de R$ 400 mil). A informação de que o aluguel da vaga do Superbolla, de Anápolis (GO), foi confirmada agora à tarde junto à Confederação Brasileira de Futsal. Anteriormente, houve a informação de que o Poker/PEC, de Petrópolis (RJ), havia sido contatado, mas o clube negou. Em Anápolis, um diretor do clube, porém, não confirma o aluguel; segundo ele, depois que começaram a negociar com o Ciagym apareceram outras seis propostas e somente na próxima quarta-feira é que definirão para qual clube a vaga será alugada".

Aproveito a deixa para dizer que a reforma do Ginásio Chico Neto ficou uma caca. Não tem nem bebedouro lá dentro e volta e meia algum cano trincado inunda a entrada dos vestiários, que não tem banco para os atletas sentarem. Além disso, a iluminação ficou péssima, com lâmpadas queimando com facilidade. Quem me disse isso foi alguém muito ligado ao esporte e que ficou meio horrorizado quando foi acompanhar competições esportivas no ginásio.
Aparentemente a reforma ficou muito boa. Quem vê de fora fica achando tudo bonito, mas sem se dar conta de que "por fora é bela viola e por dentro, pão bolorento".

Quem souber do paradeiro de "Dunga" dê um alô



Procura-se um cãozinho de estimação, esse lindo Cocker aí da foto. Ele atende pelo singelo nome de Dunga, certamente uma homenagem ao ex-técnico da seleção brasileira.
Lembro que Dunga foi ídolo do Internacional , mas não tenho certeza se a minha amiga Cecília (dentista) é colorado ou Grêmio. Mas isso pouco importa. Importa saber que tem uma criança na jogada, que está sofrendo muito com o desaparecimento do bichinho.
O desaparecimento ocorreu no dia 18 último da Zona 5. Qualquer informação entrar em contato com a Maria Cecília pelos telefones 9103 9292 ou 3224 7159. Importante ressaltar: paga-se recompensa!

22 de janeiro de 2012

Brasil, patrão da bola!


Foto: Ricardo Silva (Blog do Zé Beto)

A propósito do início da maioria dos campepnatos estaduais de futebol,eis uma grande verdade nacional: a pelota (gorduchinha, segundo Osmar Santos) embala o sonho de 9 entre 10 garotos pobres do nosso Brasil.Cada um desses meninos que revela talento para o esporte bretão, com uma pequena dose de sorte vai ao estrelato e à estabilidade financeira. Na pátria de chuteiras, o proibido é abdicar do sonho.

Esquentando os tamborins

O PV de Maringá fará curso de formação política para os seus prováveis candidatos a vereador. Será no próximo sábado, na sede do partido, a Rua Neo Alves Martins, 1215 - Vila Operária.
O curso deve qualificar melhor o quadro de candidatos, que começa a corrida com um bom aquecimento. Na linguagem dos sambistas equivale a esquentar os tamborins.

Papai não aprovaria

"Antigo integrante da turma de defensores dos inúmeros processos do grupo político de Ricardo Barros responde na Justiça, o procurador jurídico da Prefeitura de Maringá, Luiz Carlos Manzato, se for candidato a prefeito de Sarandi poderá – quem diria – ter o apoio do atual prefeito, Carlos de Paula (PDT). É que De Paula comentou esses dias (depois negou, mas que era verdade, era) que até sairia candidato a prefeito de Maringá, em 2016, depois de um eventual segundo mandato em Sarandi, se o capo Ricardo Barros “mandasse”.
A seguir pelo mesmo raciocínio, se Barros “mandar”, De Paula desiste e apoia o candidato do PP".

. Do blog do Rigon

Meu comentário: se isto for verdade, o velho e saudoso Carlos Alberto de Paula deve estar se virando no túmulo.

21 de janeiro de 2012

Eles deixaram saudade

Transição looooonnnnnga!

"Espero que o governo Beto Richa (PSDB) comece agora em 2012, porque um ano de transição já foi tempo demais".

. Do deputado Ênio Verri, no twitter do Chik Jeitoso

Não há semelhança e nem mera coincidência


Por falar em debate televisivo, que tal a mini-série O BRADO RETUMBANTE? Muito boa e nos leva à reflexão sobre o sistema presidencialista brasileiro, que estabelece uma relação promíscua do Executivo com o Legislativo. Até o capítulo de ontem a determinação de Paulo Ventura em combater o mal feito não dava sinais de enfraquecimento. No mundo real, os políticos de Brasília alternam suas avaliações do texto de Euclides Marinho entre o deboche e o medo de que o comportamento do presidente da ficção contamine o país.

O jornalista político Josias de Souza escreveu que andam tentando colar a imagem de Paulo Ventura a Aécio Neves. Isso sim é uma piada. Talvez a única semelhança seja a fama de mulherengo que tem o ex-governador de Mina e hoje senador.O próprio Aécio estaria preocupado com tal associação de imagem. " Aécio revelou uma ponta de preocupação com o desfecho da minissérie. Receia um final trágico para o destemido Paulo Ventura", informou Josias.

Enfim, o BBB serviu para alguma coisa

O caso do suposto estupro no BBB/12 está na boca do povo e, apesar do festival de futilidades que é o programa, ele pelo menos deu o start para o grande debate nacional (necessário,diga-se) sobre um marco regulatório para a mídia. Por meio principalmente das redes sociais, várias entidades identificada como defensoras dos direitos humanos e da cidadania, vem defendendo a necessidade de uma agência que regule o conteúdo do rádio e da televisão. Não seria censura, como a mídia tradicional faz crer, mas um freio na baixaria, uma espécie de filtro por onde não passariam certos lixos culturais.

Alguns países do dito primeiro mundo possuem esse tipo de marco, como é o caso de Portugal, onde funciona uma agência de conteúdo. Evidentemente que para evitar que tal agência seja confundida com instrumento de censura prévia, necessário seria a participação ativa, e efetiva, por meio de conselhos populares,da sociedade organizada.

Pode ser que a discussão que se trava agora sobre o assunto não dê em nada, mas que não se diga que o Big Brother Brasil é de todo inútil.

Chico, em italiano

20 de janeiro de 2012

Descaso delituoso

"O descaso do SAS-Paraná em não realizar atendimentos médico-hospitalares adequados nos hospitais conveniados por todo o Paraná, aos servidores públicos do Estado, é um absurdo e uma violência contra o direito à saúde. Os sindicatos dos servidores e associações, das universidades ou da Rede Estadual (APP-Sindicato), enquanto representantes dos servidores, deveriam estudar medidas judiciais diretamente contra a pessoa do governador do Paraná e do secretário de Estado da Saúde e não contra o Estado em si. Processar o Estado significa processar/penalizar os contribuintes e os próprios servidores".

. Do professor universitário Elias Brandão em seu blog

Excomunhão da Kodak



Esta é uma foto que o Vaticano certamente gostaria que não tivesse sido batida - o Papa Pio XII conversando descontraídamente com ninguém menos que Adolf Hitler.
Culpa da Kodak que, excomungada pela era digital, acaba de pedir concordata.

Protesto contra o Big Brother

A Frente Paulista pelo Direito à Comunicação e Liberdade de Expressão (Frentex), a Rede Mulher e Mídia e o Fórum Nacional pela Democratização na Comunicação (FNDC) estão convocando os paulistanos para um protesto hoje ao meio dia contra a Rede Globo. A manifestação será em frente a sede da emissora na capital paulista,contra a postura da emissora diante da suspeita de estupro no programa Big Brother Brasil
12.Os organizadores criticam o formado do programa, que de certa forma incentiva práticas de desvalorização da mulher e banalização do erotismo.

Cá pra nóis: eita programinha mais sem CPF, sô!

19 de janeiro de 2012

Coisas que só o fisiologismo explca


O ministro Mário Negromonte está desgastado e deve ser substituído. Como a república brasílis adota o sistema de cotas no primeiro escalão da Presidência da República, o Ministério das Cidades é da cota do PP, partido da base aliada. No lugar de Negromonte assumiria Márcio Fortes, que já ocupou a pasta.
Só lembrando que foi Fortes quem oferrceu ao então deputado Ricardo Barros R$ 20 milhões para projeto de desfavelamento na Maringá sem favelas. Lembra-se do escandaloso caso do "Santa Felicidade", quando a "administração cidadã" montou um dossiê falso, com fotos de barracos que aqui não existia para poder botar a mão na verba?
A volta de Fortes pode significar um empreguinho para o ex-vice líder de Lula no governo Dilma. Assim caminha a humanidade.

A frase que fabricou uma estrela

16 de janeiro de 2012

Requião acha que o PMDB deve ir de Ênio


O senador Roberto Requião disse hoje em entrevista à Rádio CBN que se depender dele o PMDB de Maringá vai de Ênio Verri. Isso , não sem antes criticar duramente o governo Richa e lamentar que os deputados estaduais do seu partido perderam a compostura ao apoiar o que ele chamou de as bobagens do "menino Beto".

15 de janeiro de 2012

Manifestação de magistrados fortalece ministra

Aumenta a corrente de apoio à campanha corajosa pela moralização do judiciário que faz a ministra Eliana Calmon, corregedora do Conselho Nacional de Justiça.Sepois de declarar publicamente que no Brasil tem muito bandido escondido atrás da toga, Eliana vem sofrendo muitas críticas e até ameaças veladas. Entre as críticas está de que ela teria quebrado o sigilo de 217 mil magistrados e familiares, o que a ministra nega.
Um grupo de juízes cariocas decidiu apoiar a campanha da ministra e abrir seus sigilos bancários, como forma de manifestar apoio a ela. Do Ceará surge outro grupo de magistrados com idêntica manifestação de apoio e solidariedade. Em nota à imprensa, os juízes cearenses afirmam: “Juízes não podem se valer de nenhuma forma de sigilo, ainda que garantido pela Constituição Federal aos cidadãos comuns, a fim de esconderem quaisquer dados que possam tornar obscura ou duvidosa a lisura de seu comportamento”.

13 de janeiro de 2012

Porque Aécio é carta fora do baralho

O sociólogo mineiro Rudá Ricci tem argumentos irrefutáveis para provar sua tese de que o conterrâneo Aécio Neves não tem nenhuma chance de cdhegar a presidente da república em 2014. Veja:
. Esteve, nos últimos oito anos, sob a guarda de Lula, o político mais popular do país. Lula o blindou dos ataques petistas, o que vale dizer, de muitas ongs, redes sociais e movimento sindical. Agora, o cenário é outro e está apanhando para valer;
. Não entra no nordeste. Este é principal obstáculo territorial. E o nordeste é o segundo colégio eleitoral regional do país. Sem nordeste, seu fôlego é curto. Para piorar, o DEM deve se fundir com o PMDB em 2013. Ou o PSDB faz uma proposta melhor ao DEM (com todos problemas advindos da disputa Serra-Aécio) ou...
. Discurso anacrônico. Choque de gestão e privatização não dá mais. Foi agenda pré-crise 2008. Agora, alguma pitada de Keynes é ordem do dia. E Aécio nem sabe quem foi Keynes.

PS: O mais trágico dessa história é que o Brasil, sem uma oposição de verdade, corre o risco de ver José Serra novamente na cena eleitoral daqui a dois anos. Cruzes!

Joel Coimbra, no facebook:


"SENSACIONALISMO MEDÍOCRE E OPORTUNISTA: Há seis dias a BAND está dedicando quase todo o horário do seu "Brasil Urgente" para comentar um acidente de trânsito, em que o marido provocou a morte da mulher grávida e do filho que esperava, ao ultrapassar o cruzamento com o sinal fechado. Isso não é informação, é exploração sensacionalista e medíocre da tragédia que atingiu uma família".

Meu comentário: Joel está corretíssimo, o sensacionalismo barato do setor urubulino da mídia não contribui em nada para reduzir os índices de violência no país, muito pelo contrário.

As redes de TV precisam urgentemente rever suas grades de programação. Preocupadas com o Ibope, que equivocadamente serve de referência para a distribuição das verbas publicitárias, elas passam ao largo da qualidade, enfiando "lixo" goela abaixo do telespectador. Os programas policiais, em seus formatos vampirescos, só servem para turbinar o reino da barbárie em que vivemos.

12 de janeiro de 2012

O ocaso

Bebês são abandonados na rua pelos próprios pais, a população vaga desempregada e faminta pelo país que já foi exemplo de superação. Lembremos que a Grécia é primeiro mundo, berço da civilização democrática, terra de Sófocles, Sócrates, Aristóteles, Platão.
Atenas emite os primeiros sinais de que o sistema capitalista caminha para o ocaso, vítima certamente das suas próprias contradições.
O que viria depois? O socialismo fracassou e ninguém, nem os mais respeitados cientistas sociais, sabe que cara tem a terceira via.

Bruxaria partidária

A conversa do momento em Maringá é a dobradinha PSB-PMDB. Se pensássemos no PSB de Arraes com o PMDB do Dr. Ulysses seria algo coerente e até interessante. Não é o caso. Em nível de Paraná, é o PSB do Severino tentando cooptar o PMDB que não é mais de Requião (nem de Pessuti), mas de Romanelli, Nereu Moura e, pasmem, de Pugliesi, o irreconhecível.

Por trás dessa possível negociação estaria o governador Beto Richa, de ôlho em 2014, e iniciando desde já sua estratégia de esvaziamento da candidatura Gleisi. Então, porque dar sopa pro azar e deixar o PMDB cair no colo do PT?
O governador estaria contando com todo o empenho do bruxo/enxadrista Ricardo Barros. Dessa forma, Barros mata dois coelhos com uma cajadada só: presta um grande serviço ao seu chefe e coloca cascas de banana no caminho de Ênio Verri. A dobradinha PSB-PMDB em Maringá facilita as coisas para o clã barroso, cuja preferência não é Quinteiro e nem Pupim.

Eu no lugar do Ênio chamaria o Chik Jeitoso para tentar uma saída para esta mandinga. Caso o bruxo curitibano não disponha de agenda, dá pra arriscar um descarrego com Noriel Vilela mesmo.

Recado aos corintianos


Essas imitações das sandálias havaianas são chinesas. Estão fazendo muito mal aos pés de quem as usa. Um amigo espirituoso está enviando um recado para a diretoria do Corinthians que comprou um jogador chinês e recebeu no pacote, sandálias e chuteiras. Cuidado!

Dá-lhe Marina!!!


Marina Silva e a presidente Dilma vão se encontrar no final desse mês em Porto Alegre, durante o Fórum Social Temático. Marina deverá liderar a pressão para que a presidente vete a versão aprovada pela Câmara do novo Código Florestal. O Código, graças ao relatório do comunista Aldo Rebelo, é um poço de bondade para com os devastadores contumazes das florestas.Chega ao ponto de anistiar quem cometeu terríveis crimes ambientais em passado recente.

A fusão PMDB/DEM pode começar pela mágoa de Gedel

Os primeiros indícios de que o PMDB de Michel Temer pode acabar se fundindo com o DEM de ACM Neto é esta notícia que acabo de ler no blog do Fábio Campana: "Progrediu, e muito, a articulação para que PMDB, DEM e PSDB cheguem à eleição de outubro como uma brigada anti-PT na Bahia. O acerto foi pavimentado nas dez maiores cidades baianas. E encontra-se em bom estágio na capital, Salvador".

No caso específico da Bahia, que agrega o PSDB na corrente anti-Dilma, o problema chama-se Gedel Vieira Lima que, mesmo estando na diretoria da Caixa Econômica cumula no peito uma mágoa profunda da presidente, que vem da época em que ela era chefe da Casa Civil. Um dia, o dublê de "paim" entrou no gabinete dizendo, arrogante: "Quero falar com o Lula". Dilma passou-lhe uma carraspana corretiva: "Com Lula? O sr. quer marcar uma audiência para falar com o Presidente da República, não é isso?". Gedel ficou fulo, sentiu-se desrespeitado na condição de deputado federal, líder da bancada do PMDB na Câmara. Dilma o colocou de porta a fora.
Mas não é só isso: Gedel não se senta na mesma mesa com o governado Jacques Wagner.

10 de janeiro de 2012

Hasta la vista baby



Nem todo mundo suporta as frituras do McDonald’s. A rede americana de fast food não conseguiu se inserir no mercado boliviano, nem mesmo com o incremento do famoso môlho Ilajwa. Depois de 14 anos de insistência, o McDonald´s se viu obrigado a fechar suas 8 lojas de Lapaz, Cochabamba e Santa Cruz de La Sierra.

O velho Briza saberia como definir esta possível fusão


Informa em seu blog o sociólogo Rudá Ricci que: "Sob o comando do vice-presidente Michel Temer, o PMDB -maior aliado do PT na coalizão governista- tenta atrair o oposicionista DEM para dobradinhas nas eleições municipais de outubro, ação que se bem-sucedida pode gerar uma futura fusão".

Meu comentário: nada tão incompatível assim. O DEM (ex-PFL) é o que sempre foi, sem tirar nem por, ou seja, é filho do PDS, neto da Arena e bisneto da UDN. O PMDB de Temer não é nem arremedo do PMDB do Dr. Ulysses. Com raras excessões (Requião, Pedro Simon...não muito mais do que isso)é um partido sem perfil ideológico-programático definido. Sendo assim, o PMDEM pode se transformar numa alternativa da direita, que bate cabeça entre PSDB, o próprio DEM, o PP malufiricardista e quejandos.
Se ainda entre nós estivesse, o velho e sábio Brizola diria, sem pestanejar: "será a união do diabo com o coisa ruim".

9 de janeiro de 2012

Livre pensar

"Eu quero ser mantenedora de utopia, estando ou não em um partido político"

. Marina Silva, após deixar o PV sob a alegação de que o partido padece de falta
de democracia interna.

7 de janeiro de 2012

Irresponsabilidade, ganância e ignorância, as verdadeiras causas das tragédias das enchentes em Minas e no Rio

O professor Gilberto Pessanha, engenheiro e geógrafo da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) culpa o descaso dos governos federal e estaduais pelas tragédias do Rio e de Minas Gerais, cujas populaões são vítimas constantes de enchentes devastadoras.
A irresponsabilidade do estado e a falta de consciência de agricultores daquela região provocaram um criminoso assoriamento dos Rios Pomba e Muriaé. "Com grande quantidade de sedimentos teve reduzida a capacidade de vazão às águas. O resultado foi alagamentos e destruição devárias cidades, principalmente do Norte fluminense".
A devastação dos morros tem sido a principal causa das tragédias nas encostas. E ainda assim há um monte babacas, que ousam em desrespeitar o Código Florestal, que impõe limites para a derrubata da vegetação nativa.

"Quando chove a água incide diretamente no solo, provoca graves erosões e os sedimentos do solo vão para a calha dos rios.Assoriados, os rios enchem tapidamente e as enchentes são inevitáveius", aponta Carlos Augusto Figueiredo, professor do Instituto de Ciências Ambientais e de Biologia da UniRio.

Fonte: Tribuna da Imprensa (online)

Meritória, pero no mucho

Miretóra, pero no mucho
O Grupo GRPCom inicia amanhã a segunda fase da sua campanha "Paz sem voz é medo", agora resumindo a frase a "Paz tem voz". Campanha meritória sem dúvida, mas seria muito mais meritória e coerente se o poderoso grupo de comunicação fosse mais crítico em relação ao descaso do Estado com a segurança pública. Poderia, por exemplo, mostrar com mais frequência as condições das cadeias do interior e o descaso para com o sistema carcerário, que tem um quadro de agentes incompatível com a demanda. Ainda por cima, prepara um programa de transferência de pelo menos 15 mil presos das cadeias públicas para as casas de custódia, que ficarão inchadas.

É ou não é o fim da picada?

foto: Tabajara Marques


Recorro novamente ao blog do Rigon para lembrar: o companheiro Kimba morreu e a leoa Doti (foto), que poderia ter ganho um segundo marido e continuado no Parque do Ingá, acabou confinada em um canil da cidade, em condições de saúde que nem os veterinários da Prefeitura sabem quais são.
Enquanto isso, a principal reserva florestal de Maringá, cujo zoológico foi em passado recente umas das grandes atrações, convive com uma "fauna" de durepóx.
Nenhuma intenção de fazer marketing para o meu amigo Osmar, mas cá pra nós: é o fim da picada!

6 de janeiro de 2012

Ele chega onde merece estar


Leio agora no blog do Rigon que “o papa Bento XVI anunciou durante o Angelus, na última quarta-feira, no Vaticano, a convocação de um novo Consistório, que criará novos cardeais para a Igreja. Entre os nomeados está dom João Braz de Aviz, que foi o terceiro arcebispo de Maringá (2002-2004) e hoje é prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada. O arcebispo, que durante muito tempo esteve à frente da arquidiocese de Brasília, foi o único brasileiro nomeado desta vez”.

Meu comentário:
Parabéns a Dom João e ao Brasil, que terá mais um cardeal progressista na Santa Sé. Dom João estava em Ponta Grossa antes de vir para Maringá e lá esteve à frente de passeatas contra a corrupção, por ocasião do escândalo Jocelito Canto, o Jairo Gianoto deles.
Em Maringá o arcebispo participou ativamente da implantação do Fome Zero , mas sempre externando sua posição crítica em relação às políticas compensatórias do governo federal.
Em tempo: quando do conclave que fez de Karol Wojtyla o Papa João Paulo II, um dos cardeais que chegou a ser indicado para suceder João Paulo I foi o brasileiro Dom Aloisio Lorcheider , que só não teve maiores chances devido a um problema crônico de saúde. Dom Aloísio, então arcebispo de Fortaleza e com fortes ligações com Maringá, onde residia sua irmã, era um “bispo completo” que inspirava profunda confiança em todo o clero e dono de intrépida coragem ao defender com vigor a Carta de Puebla.
Acho que Dom João Braz de Aviz tem muita semelhança com Dom Aloísio. Vai estar com certeza no Colégio de Cardeais que escolherá o sucessor de Bento XVI, já na casa casa dos 85 anos de idade.

Que o futuro não nos castigue

" A Audiência Pública da proposta do Plano Municipal de Saneamento Básico, que compreende a limpeza pública urbana, manejo de resíduos sólidos, abastecimento de água potável e esgotamento sanitário, está marcada para o próximo dia 30 (segunda-feira), as 8h da manhã, no Auditório Hélio Moreira, na prefeitura. A convocação saiu no último dia 29, no caderno de Classificados do O Diário (Classi Diário), página C-6, canto inferior direito, letras bem pequenininhas".

. Blog do Lauro Barbosa

Pois é: essa forma vesga de publicizar audiências públicas é uma marca registrada da "administração cidadã". Basta lembrarmos a audiência pública do Plano Diretor, convocada de forma quase secreta para um 24 de dezembro , portanto, véspera do Natal, no mesmo bathorário e no mesmo batlocal.

Bem, só para lembrar um pequeno detalhe: foi nesta tal audiência pública, ocorrida em 2010, que o prefeito Silvio Barros deu o primeiro e decisivo passo para expandir o perímetro urbano , apesar dos quase 40% de espaços vazios ainda existentes em Maringá.
O preço de tantos desatinos cometidos na política de ocupação do solo da cidade por esta administração, o maringaense vai sentir num futuro próximo.

O que dá pra rir, dá pra chorar

Requianice

" Não fiz dividas, pelo contrario paguei as deles. O piá mente muito. Reze por ele , para que se emende, trabalhe e não minta".

. Do Senador Requião sobre o governador Beto Richa em seu twitter

O PIG segundo Bourdoukan

"O Papa veio visitar o Brasil e foi convidado por Lula para navegar no rio Amazonas. Uma rajada de vento arrojou a mitra do Papa no rio. Lula saiu do barco, caminhou calmamente sobre as águas pegou a mitra e devolveu-a. No dia seguinte as manchetes da mídia foram:


"Lula não sabe nadar"!


. Do blorg do Gorges Bourdoukan

5 de janeiro de 2012

Fidel reforça a desconfiança de Chaves



Sobre o fato de 5 líderes sul-americanos estarem com câncer, inlucivs ele, Hugo Chaves mostra-se desconfiado: "É possivel que haja algo de errado nesse negócio. Há provas de que médicos dos Estados Unidos fizeram, nos anos de 1940, na Guatemala, experiências com cidadãos guatemaltecos sobre doenças sexualmente transmissíveis que levaram 83 pessoas à morte. O caso teve repercussão internacional e o governo dos Estados Unidos se desculpou pelo fato. É muito difícil explicar, com base na lei das probabilidades, por exemplo, o que tem ocorrido com alguns de nós [líderes] na América Latina".

Além de Chávez e Cristina Kirchner, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva faz quimioterapia para curar um câncer na laringe. A presidenta Dilma Rousseff e o presidente do Paraguai, Fernando Lugo, foram submetidos a um tratamento para a cura de linfoma. E aí o presidente da Venezuela cutuca de novo:

“Fidel Castro sempre me disse: ‘Chávez tenha cuidado, essa gente desenvolveu tecnologia, atenção ao que te dão para comer e cuidado com uma pequena agulha que te injetem e não se sabe o porquê’”.

Fonte: Blog Vi o Mundo (Luiz Carlos Azenha)

4 de janeiro de 2012

Balestra sobre o mano

JOSÉ ROBERTO BALESTRA disse:

"Messias, Toninho é uma fera nas cordas! Um talento maravilhoso que vive escondido pelas obrigações do dia a dia, imagino.

Parabéns a ele, Messias, e em especial a você, pelo orgulho que tem de seu mano violonista!".

PS: obrigado Balestra, em nome da família Mendes. Sinceramente, tenho um baita orgulho mesmo desse meu irmão, de quem pego muito no pé pelo seu excesso de humildade e timidez. Exatamente por isso, pela timidez e humildade excessiva, restringe sua arte aos que têm, como eu, o privilégio da convivência com ele.

O mano sobre Tapajós

Toninho Mendes disse:
"Sebastião Tapajós é um violonísta extremamente versátil. Além de grande instrumentista brasileiro, figura entre os maiores violonístas do mundo. É compositor e arranjador. Sua obra se impõe pela qualidade técnica e musical".

Meu irmão violonista

Sabedoria popular

As pessoas idosas, com muita experiência de vida, geralmente são sábias, independente do seu grau de instrução. Conheci um cidadão que, na sua simplicidade era um poço de sabedoria. Era o seu Pedro, pai de 16 filhos que sempre fazia questão de manter a família unida. Um dia os filhos quiseram sair de casa para procurar novos horizontes, cada um tomando nas mãos o próprio destino. O velho Pedro ficou muito preocupado e convocou uma reunião familiar. Antes de começar a dar sua opinião sobre a partida dos filhos, pediu que cada um deles entrasse na mata e cortasse uma vara de metro e meio de comprimento e um dedo mindinho de grossura. Assim foi feito.

Cada um dos 16 filhos chegou com o pedaço de madeira na mão e todos ouviram silenciosamente a recomendação do pai: colocaram as varas juntas e amarraram. O pai ordenou: peguem o feixe e tentem quebrá-lo ao meio. Todos tentaram e não conseguiram. Depois seu Pedro sugeriu que cada um pegasse a sua vara e tenta-se quebrá-la. Fizeram mais do que quebrar as varas ao meio. Teve filho que quebrou em até quatro pedaços.

Terminada a experiência, veio a sábia observação do patriarca: “Viram só como separadamente as varas ficam frágeis? Juntas não há quem consiga quebrá-las”. A lição a tirar dessa parábola é a seguinte: quando há união a família fica forte, indestrutível.
Assim é a família SINDAEN. Quanto maior for o número de associados e quanto mais unidos estivermos em torno do sindicato, mais forte seremos.

É assim que o SINDAEN inicia o ano de 2012: unindo a categoria e todos os saneparianos voltados para o mesmo objetivo. A união faz a força, segundo um conceito que todos conhecem. E é com base neste conceito conhecido e seguindo o exemplo do velho e sábio Pedro que vamos encarar o novo ano que começa.


Adalberto Pereira Borges – presidente do SINDAEN

2 de janeiro de 2012

Imperdível

O buraco é bem mais embaixo

Confesso que ainda não tenho uma opinião formada e um conceito consolidado sobre o sistema de cotas. Mas a notícia de um concurso público para professores no Rio Grande do Sul , onde o governo reservou 18% das vagas para "afrodescendentes”, me fez aprofundar a reflexão. Comecei a ler artigos e diferentes posições sobre o tema. E uma historinha contada pelo jornalista Percival Puggina, da Tribuna da Imprensa (online) me ajudou a clarear as idéias. É o seguinte:

"Numa mesma rua de um mesmo bairro pobre, dois vizinhos, estudantes da mesma escola pública, com os mesmos mal remunerados professores, jogando futebol descalços com a mesma bola de meia prestam exame vestibular e tiram as mesmas notas. Por ser negro um consegue aprovação pela lei de cotas. O outro, por ser branco, não se classifica. Isso é discriminação racial".

Pronto, começo então a me render às evidências de que o sistema de cotas , ao contrário de fazer justiça ao negro, só serve para agravar ainda mais a discriminação racial no país.

Um duro golpe na esquerda

Chaves, Dilma, Lula, Lugo e Cristina Kirchner. São 5 líderes sul-americanos com câncer. Estranho isso, não?