7 de janeiro de 2012

Meritória, pero no mucho

Miretóra, pero no mucho
O Grupo GRPCom inicia amanhã a segunda fase da sua campanha "Paz sem voz é medo", agora resumindo a frase a "Paz tem voz". Campanha meritória sem dúvida, mas seria muito mais meritória e coerente se o poderoso grupo de comunicação fosse mais crítico em relação ao descaso do Estado com a segurança pública. Poderia, por exemplo, mostrar com mais frequência as condições das cadeias do interior e o descaso para com o sistema carcerário, que tem um quadro de agentes incompatível com a demanda. Ainda por cima, prepara um programa de transferência de pelo menos 15 mil presos das cadeias públicas para as casas de custódia, que ficarão inchadas.

Nenhum comentário: