18 de fevereiro de 2012

Receio e silêncio obsequioso

Alguns comerciantes da Av. Brasil, em Maringá, estão apreensivos com o reflexo nas vendas que poderá ter a eliminação da espinha de peixe,a ser transformada em corredor de ônibus. Temem que as mudanças, que a administração municipal prefere chamar de revitalização, transformem aquela região de comércio lojista intenso, em "cemitério".
O detalhe é que muitos esbravejam nas conversas de esquina e de cafzinhos, mas se calam ante o gestor público.Ouvi um esbravejar contra os vereadores, mas quando há qualquer mobilização da sociedade organizada contra o estado de letargia da Câmara, ele nem dá as caras no plenário.

Nenhum comentário: