8 de março de 2012

Requião liderou rejeição a Bernardo

Roberto Requião liderou a rejeição do nome de Bernardo Figueireto para continuar no comando da ANTT. É uma bronca antiga e tem tudo a ver com a pendenga que o senador paranaense tem com o ministro (também paranaense) Paulo Bernardo. Mais do que isso: tem a ver com o trem bala Rio/São Paulo, que os dois Bernardos defendem e Requião detona.
O senador diz que não é contra o trem bala, mas está preocupado com os indícios de superfaturamento já existentes na fase de estudos de viabilidade.

Nenhum comentário: