28 de maio de 2012

Um legado de terror

O deputado Fernando Destito Francischini (PSDB-PR) está sendo apontado como o novo valentão da Câmara Federal, principalmente depois de partir pra cima do Dr. Rosinha, petista de porte físico diminuto. Como ele vem chamando a atenção na CPMI do Cachoeira, a mídia passou a se ocupar da sua biografia. O jornalista Paulo Henrique Amorim escreve no blog Conversa Afiada:" Seu legado de sangue e abusos, que custaram ao ex-governador do Espírito Santo Paulo Hartung (que teve a infeliz idéia de fazê-lo seu secretário de segurança pública) é uma denúncia da OAB e da Anistia Internacional à ONU pelos massacres no sistema penitenciário. Há fotos no processo enviado à Koffi Anan, que mostram presos castrados ainda vivos e obrigados a engolir seus pênis decepados! E foi o próprio O Globo que denunciou o holocausto promovido por Francischini".

Nenhum comentário: