7 de maio de 2012

VEJA, adeus credibilidade

Um comentário:

Dinor Chagas disse...

Ué, Messias... A Veja tinha credibilidade?