15 de junho de 2012

Pensem nisso, $enhore$

Informa Lauro Barbosa em seu blog que “na próxima segunda-feira, serão abertos os envelopes das empresas participantes da concorrência pública para doação, com encargo, do terreno da antiga estação rodoviária, localizado no quadrilátero formado com a Avenida Tamandaré, Travessa Guilherme de Almeida, Rua Joubert de Carvalho e Travessa Júlio de Mesquita. A vencedora terá que construir um empreendimento de interesse público, por conta e risco próprio, com todos os encargos decorrentes, tudo conforme descrição, caracterização e limites constantes no Anexo”. Minha sugestão: já exterminaram o prédio histórico da rodoviária mesmo, isso não tem mais jeito. Então, aproveito para sugerir ao futuro beneficiário daquele valiosíssimo terreno público, que construa um shopping com o projeto original da rodoviária demolida. E faça do prédio, com as mesmas características da Rodoviária Américo Dias Ferraz,um espaço apropriado ao lazer da população, mas também a atividades culturais. Que tal uma grande livraria e um mesanino para apresentações de peças musicais (concertos, inclusive)? Nada impede uma gigantesca praça de alimentação e lojas no entorno, porque afinal de contas, o capital, coitado, também precisa respirar.

Nenhum comentário: