22 de junho de 2012

Um golpe disfarçado de impeachment


O parlamento paraguaio deu um golpe de estado hoje. A aprovação do  impeachment  do presidente eleito Fernando Lugo é o que o próprio Lugo chamou de “ golpe parlamentar disfarçado de julgamento legal”.
 Houve reação da sociedade, com muitos protestos no centro da capital Assunção e manifestação também em frente a casa do vice-presidente Frederico Franco, acusado de liderar o golpe.


A União das Nações Latino-americanas (Unasul) divulgou nota oficial afirmando que a destituição de Fernando Lugo constitui “uma ameaça à ordem democrática” e anunciou que os países membros poderão romper as relações de cooperação com o Paraguai. Vamos ver como fica a posição do Brasil. Espera-se que a presidente Dilma Roussef não reconheça o novo governo, por trás do qual há o ranço autoritarista do ex-ditador Alfredo Stroessner.
Não há acusação de corrupção contra Lugo, apenas questões políticas e críticas à sua atuação nos conflitos agrários do país.

Nenhum comentário: