15 de agosto de 2012

Mantida a condenação de Ricardo Barros pelo STJ





A decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) foi publicada ontem e nela o ministro Francisco Falcão negou recurso do ex-secretário (licenciado) Ricardo José Magalhães Barros. A condenação é relativa a ação do Ministério Público, ainda quando Barros era prefeito de Maringá e vendeu, sem licitação, maquinários públicos à Prefeitura de Luiziana , região centro-oeste do Paraná.

Na época (1991) Ricardo Barros alegou que os equipamentos (dois coletores de lixo) estavam inservíveis, mas funcionários do SAOP relataram ao Ministério Público que os equipamentos estavam em perfeitas condições de uso.

Disse na época, em nota, o Ministério Público: “ Além de não ter exigido a licitação, Barros deixou que os cofres públicos tivessem prejuízo, pois permitiu que bens públicos fossem subavaliados por pessoa que na verdade tinha interesse em obter vantagem, em detrimento do erário”.

Fonte: Gazeta do Povo



Nenhum comentário: