5 de outubro de 2012

O impasse jurídico continua




É o que diz em nota a Executiva Municipal do PSB, partido de Wilson Quinteiro. Depois de afirmar que recebeu com tranquilidade a notícia da decisão monocrática do Ministro Marco Aurélio Mello , o Partido Socialista Brasileiro lembra que “a decisão em referência não encerra o impasse e as incertezas jurídicas que pairam sobre a referida candidatura continuam, uma vez que contra esta decisão cabe recurso ao colegiado do TSE, prolongando, assim, a discussão judicial sobre o assunto, de modo que haverá a necessidade de que novamente a questão seja julgada pelos demais ministros do TSE”.
“Em razão disso, acrescenta a nota,  continua existindo o grave risco de anulação todos os votos que venham a ser depositados ao candidato Pupin no próximo dia 7 de outubro”.
E conclui: “De nossa parte não há nenhum juízo de valor quanto à candidatura ou a pessoa de Pupin, mas, sim, de sua circunstância de insegurança jurídica para a cidade,  que perdura”.

Nenhum comentário: