4 de outubro de 2012

Pilha na minha utopia


Ouvi agora de manhã na Globo News uma entrevista que o repórter Silio Boccanera fez com Eric Hobsbawm, o historiador que tornou acessível aos comuns mortais a rebuscada linguagem acadêmica da historiografia. Nenhum outro intelectual marxista criticou com tanta propriedade (e veemência) o socialismo soviético e com tanta profundidade (e contundência) o capitalismo globalizado. Um único pensamento, expressado em outra entrevista à Globo News, mas desta feita ao Geneton de Morais, foi suficiente pra nos remeter ao descaminho trilhado por um e ao verdadeiro grau de perversidade encarnado pelo outro. Mas , tão dialético quanto didático,  ele nos tranquilizava  quanto a importância  da utopia:
“O pecado capital do capitalismo é a injustiça social. O pecado capital do socialismo foi a falta de liberdade. Mas ainda há um vasto espaço para o sonho”

Nenhum comentário: