29 de dezembro de 2012

Pesquisa cria cenário inesperado na sucessão estadual



A Gazeta do Povo publica sondagem da Paraná Pesquisas para a única vaga do Estado no Senado da República em 2014. Álvaro Dias lidera com 64,63%, seguido de Ricardo Barros com 10,85%. Isso no primeiro cenário, considerando que Álvaro e Osmar não disputariam a mesma cadeira, pois isso faz parte de um pacto de família. No cenário em que Álvaro abre mão da disputa, Osmar fica com 61,63% das intenções de votos contra 9,82%  Ricardo.
Apesar de ainda estarmos a mais de um ano e meio da eleição, a pesquisa mostra que uma das três cadeiras do Paraná no Senado da República ficará com a família Dias. Os números indicam também que nem Álvaro e nem Osmar podem ser descartado na luta pelo Palácio Iguaçu. Continuando no PSDB, o problema de Álvaro será a legenda, posto que hoje ele é quase persona non grata no ninho tucano da província.
Tivesse Requião vencido a eleição para  o diretório estadual do PMDB, os dois poderiam se entender, já que Requião ainda terá mais quatro anos de mandato no Senado. De qualquer forma, Álvaro pode mudar para outro partido qualquer e numa composição meio “trio parada dura” , sair para governador, deixando o Senado para o irmão mais novo.
Essa pesquisa, por mais que pareça precipitada, ajuda a criar um novo cenário no Estado para as eleições do ano que vem. Aposto um suco de cajá como os dois Dias estarão na disputa, com apoio de Requião. Beto Richa que coloque suas barbas de molho.

Nenhum comentário: