31 de dezembro de 2012

Que em 2013 devolvam a minha utopia

2013 será o ano do peixe, da redenção da nossa justiça e da nossa política, com o fim dos assaltos à bolsa da viúva. E que , enfim, São Pedro se apiede do Nordeste e mande chuva em abundância, mas sem tempestades, para aquele povo sofrido e guerreiro. Claro, o nordestino é antes de tudo um forte, como já dizia Euclides da Cunha, mas não há fortaleza que resista a tanto tempo de seca.
E que Alá ponha um fim na sanha belicista dos Benjamins Netanyahus da vida, bem como na irracionalidade dos fundamentalistas que habitam o Oriente Médio. O mundo quer paz, os brasileiros querem paz, alegria e ética na política. Eu quero que devolvam a minha utopia.
Feliz Ano Novo a todos os homens e muheres de boa vontade. Amém!!!

Nenhum comentário: