Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2013

Nada de se estranhar

Pelo jeito sobra dinheiro na Prefeitura de Maringá. Segundo a resposta ao requerimento 2167 da câmara municipal, a administração devolveu à Caixa Econômica Federal mais de R$ 1 milhão que a fundo perdido deveriam ser investidos na melhoria de corredores de transporte coletivo na avenida Brasil. O projeto aprovado pela CEF e pelo BID na administração passada, quando Carlos Roberto Pupin era prefeito, em 2012, iria priorizar o coletivo sobre o individual, mas devido a interferências políticas dos proprietários de um loteamento faraônico na área do antigo Aeroporto Gastão Vidigal, o recurso foi propositalmente perdido. A turma envolvida – onde um dos proprietários é supostamente oculto, mas todos sabem quem é – manda em muitos políticos de Maringá.

. Blog do Rigon

Meu comentário: nada de se espantar, principalmente se considerarmos que em 2004 o prefeito João Ivo teve que ir às  pressas a Brasília para evitar que no último dia do ano os R$ 43,8 milhões destinados ao rebaixamento da…

Nossas desculpas, em nome dos imbecis

Cada um com seu "calcanhar de Aquiles"

PT e PSDB terão muito que falar um do outro e muito que se defender outro do um na disputa eleitoral do ano que vem. O tucanato vai repisar o “mensalão” para tentar desconstruir a presidente Dilma, embora o PT disponha do próprio “mensalão” , como arma poderosa de contra-ataque. Afinal, o personagem Marcos Valério surgiu para o mundo da corrupção no governo mineiro do tucano de Eduardo Azeredo.
No plano estadual, o governador Beto Richa terá que se explicar no palanque eletrônico sobre, por exemplo, o boicote à CPI dos pedágios e o corte das verbas das IES para inflar o balão da propaganda. Sua principal adversária, a ministra Gleisi Hoffmann, tem agora o seu “ calcanhar de Aquiles”. Atende pelo nome de Eduardo Gaiervski. Não por acaso o governador monitora pessoalmente a operação de caça ao ex-prefeito tarado de Realeza, petista e recém exonerado do Gabinete Civil da Presidência da República.
Quem deve estar se divertindo com a situação é o senador e pré-candidato ao…

Cicatrizante para o corte do bisturi ideológico

A propósito da resistência da Associação Médica Brasileira aos médicos que estão vindo de fora, principalmente os cubanos, contra os quais pesa o bisturi ideológico da AMB, reproduzo aqui o juramento de Hipócrates, considerado o pai da medicina:

"Eu juro, por Apolo, médico, por Esculápio, Higia e Panacea e por todos os deuses e deusas, a quem conclamo como minhas testemunhas, juro cumprir, segundo meu poder e minha razão, a promessa que se segue: estimar, tanto quanto a meus pais, aquele que me ensinou esta arte; fazer vida comum e, se necessário for, com ele partilhar meus bens; ter seus filhos por meus próprios irmãos; ensinar-lhes esta arte, se eles tiverem necessidade de aprendê-la, sem remuneração e nem compromisso escrito; fazer participar dos preceitos, das lições e de todo o resto do ensino, meus filhos, os de meu mestre e os discípulos inscritos segundo os regulamentos da profissão, porém, só a estes.

Aplicarei os regimes para o bem do doente segundo o meu poder e entendim…

Relatório Figueiredo joga luz sobre os becos escuros do regime militar

Os "Black Boc" avançam nos grandes centros

O grupo “Black Boc” cresce feito massa de bolo nas grandes cidades brasileiras. Neste momento, estão concentrados  o no centro de Curitiba. A polícia fica de prontidão, prevendo o confronto. Os organizadores da passeada dos “mascarados” divulgaram hoje pelas redes sociais uma mensagem para ser lida e absorvida pela tchurma, que se diz de inspiração anarquista. Diz mais ou menos o seguinte: “Todos já devem saber qual é a nossa posição atual. Havendo uma ação da polícia de forma truculenta, tomaremos atitudes dos nossos caros europeus que tanto nos inspiram. Anti-Multinacionais (Bancos principalmente). Empresas que lucram com a desgraça alheia.
Anti-governamental.
Anti-repressores.
Aos que vão estar na linha de frente, alguns exemplos para o que levar no dia:
(Algumas medidas só serão utilizadas após algum ato opressivo)
#Tábuas de madeira, qualquer tamanho e espessura, para que sejam usadas como escudo.
#Luvas de pedreiro ou de cozinha, para a manipulação das bombas de gás, atiradas pelo o…