24 de agosto de 2013

Relatório Figueiredo joga luz sobre os becos escuros do regime militar



O Relatório Figueiredo, redescoberto agora , incendeia o debate a cerca das atrocidades do Regime Militar que  a elite brasileira queria esquecer. Mostra para o país, enfim, que a crueldade daquele período negro da história recente do Brasil, não se limitou a fazer vítimas os inimigos do regime. Vítimas maiores das atrocidades foram os índios. De acordo com o relatório produzido pelo procurador Jader Figueiredo, que faleceu num misterioso acidente de ônibus, foram promovidos verdadeiros massacres das populações nativas para que se roubassem suas terras. Os métodos de torturas foram os mais cruéis possíveis, como  mostra esse pedaço de uma das 7 mil páginas do relatório: 

Nenhum comentário: