30 de dezembro de 2013

República da Corruptocracia

Em 2014 vamos eleger deputados estaduais, federais, senadores, governadores e presidente da república. Não sou contra a política, porque a política é a essência da democracia e sem democracia o que fica é o autoritarismo puro, que impede a sociedade de avançar, tira do povo o direito de sonhar e solapa do país qualquer possibilidade de progredir. Não concordo com a generalização sobre os políticos, de que todos são corruptos. Temos gente muito boa na política brasileira, gente que pensa grande, que pensa na justiça social, numa sociedade igualitária. Temos sim, e olhem, não são poucos. Eu conheço vários políticos que honram cada voto que recebem. Mas é preciso que o povo esteja de olhos bem abertos, que se informe, que aprenda a ler na expressão facial de cada candidato o que ele pensa e se o que externa é realmente sincero. Não é difícil perceber até onde vai a farsa de um discurso. Não esperem em nenhum deles , rasgos de sinceridade como as do impagável Justo Veríssimo, uma das criações mais espetaculares de Chico Anysio, pra mim, o maior humorista que este país já teve. É um personagem,e portanto, qualquer semelhança com alguém que julgamos conhecer, será mera coincidência. Ou não:

Nenhum comentário: