24 de janeiro de 2014

Tudo dá samba



 "O Brasil precisa, mais do que quer, da parceria com o setor privado. E convida todos a ela". Foi o que disse a presidente Dilma nesta sexta-feira em Davos (Suiça) no Fórum Econômico Mundial. Fico imaginando como devem estar se sentindo petistas da base, ainda sonhadores com o discurso de condenação sumária ao neoliberalismo. A maioria resiste à idéia da privatização, ainda que via PPPs. Da mesma forma, que prefere não acreditar seja verdade o fato de que no poder, a teoria a prática é sempre outra.
Diante disso, dessa salada de frutas, dessa miscelânia de idéias e ideologias, é oportuno lembrar o sempre atual Samba do Crioulo Doido, do impagável Stanislaw Ponte Preta: 






Nenhum comentário: