30 de maio de 2014

Jantar no Torto temperou a sucessão no Paraná

A presidente Dilma Rousseff terá palanque duplo no Paraná, caso Roberto Requião seja mesmo candidato a governador, que é o que a direção nacional do PMDB costura no momento. Pior para Beto Richa, que continua sonhando com a aliança PSDB/PMDB, que lhe daria a vitória no primeiro turno. A julgar pelo jantar na Granja do Torto esta semana, quando Requião foi convidado especial do vice e da presidente da república e pelo encontro de Michel Temmer com 500 lideranças peemedebistas no Paraná quinta-feira, a candidatura própria do PMDB está se consolidando. Isso muda completamente o cenário da sucessão estadual. Teríamos , então, três candidatos de ponta, segundo turno garantido e uma disputa final imprevisível, entre Beto Richa e Requião, Beto e Gleise Hoffmann ou Glisi e Requião.

Nenhum comentário: