18 de agosto de 2014

Mesmo antes de ser oficializada Marina sai na frente de Aécio e ameaçando Dilma


.
Marina Silva está com um ponto a frente de Aécio Neves, mesmo antes de ser oficializada candidata a presidente no lugar de Eduardo Campos, que perdeu a vida de maneira trágica na semana que passou - 21  20. Pelo menos foi isso o que já aferiu o Datafolha em pesquisa fechada neste final de semana. Na simulação do segundo turno, Marina vence Dilma por 47%  a 43%.
Isso explica a irritação de petistas com Marina Silva, chamada de oportunista por aparecer numa foto com sorriso nos lábios durante o velório de Campos. Ora, alguém já viu velório em que com o passar das horas as pessoas (mesmo da família do morto) não se descontraem e até riem?. A expressão de dor pela perda do companheiro de chapa mostrada por Marina nas primeiras horas da confirmação da  morte era verdadeira. Isso é muito claro. E por tudo o que já mostrou nos últimos anos, principalmente a partir de 2010, quando foi candidata a presidente e fez 20 milhões de votos, Marina tem postura ética inquestionável.
Existem questionamentos de ordem  político-ideológico à sua postura, mas sem sentido, já que não há no cenário nacional nenhum candidato (ou mesmo partido) que possa vestir-se de branco, tipo branco " homo total"

17 de agosto de 2014

Marina apavora petistas e tucanos



Marina Silva deve atropelar Aécio Neves e chegar perto de Dilma nas próximas pesquisas. Tanto petistas quanto tucanos estão com a pulga atrás da orelha. Além do cabedal de 20 milhões de votos, conquistados em 2010, Marina terá a seu favor o clima de comoção nacional com a morte prematura de Eduardo Campos. Por mais que seu senso ético a impeça de admitir que a comoção nacional oxigena sua campanha, o balão da acreana está inflado. As pesquisas, já sob o novo cenário, trará muitas surpresas.