22 de dezembro de 2014

Coisas da "sustentabilidade"


O que aconteceu com esta passarela, construída na primeira gestão Silvio Barros II? Informa o blogueiro Paulo Vidigal (servidor público municipal)  que ela está lá,abandonada. Custou  na época cerca de R$ 140 mil e, segundo denunciaram ambientalistas, foi uma interferência criminosa na reserva florestal. Enfim, um corpo estranho dentro da mata que, abandonado, ficou mais estranho ainda. Melhor seria desativar a passarela,  mas com a devida ação do Ministério Público para que o município seja ressarcido do dinheiro irresponsavelmente gasto. E pensar que SBII , que será Secretário do Planejamento do segundo governo Beto Richa, é versado em sustentabilidade. Imagine se não fosse.

 I

Nenhum comentário: