5 de janeiro de 2015

Qualquer semelhança é mera coincidência

“Iniciada com um flagrante forjado contra um alto funcionário do Partido Socialista Italiano, em Milão, em 10 anos a Operação Mãos Limpas investigou seis mil pessoas, condenou 1,223, entre empresários, parlamentares e dirigentes políticos. Dez dos acusados se suicidaram, entre eles, um presidente e um diretor da ENI, a estatal italiana do petróleo, que mais tarde foi privatizada”

. Paulo Moreira Leite em seu blog


Só lembrando que das sombras da  Operação Mãos Limpas emergiu Sylvio Berlusconi,  sobejamente conhecido no Ocidente pelos seus frequentes deslizes éticos e morais, que fizeram muito mal à Itália. Nada a ver com a Lava-Jato que felizmente, não levou a emergir das urnas  nenhum personagem sinistro.

Nenhum comentário: