6 de fevereiro de 2015

Na bronca com sua operadora? Chame o Chico que ele canta pra você


Você tem alguma reclamação a fazer contra uma operadora de telefonia (fixa ou móvel)? Desista. Ou melhor, não desista, insista, mas saiba que seu caso nem Procon dará jeito.
Mês passado tive uma demanda com uma operadora, de quem adquiri Banda Larga, TV Cabo e telefonia fixa, tudo no mesmo pacote. Aí veio uma fatura com uma ligação do fixo para um celular, no valor de R$ 138,00. Isso mesmo, R$ 138,00 para 2 horas e 20 minutos de conversação. Não fazia sentido nenhum , principalmente porque a ligação era do meu fixo para o meu celular e num horário em que estou em casa. Reclamei no Procon onde, reconheça-se, fui muito bem atendido. A informação que a operadora passou para a moça do Procon é que era para o assinante (no caso, essa vítima que vos fala) esperasse 5 dias úteis porque a telefonia fixa é operada pela Embratel e seria a estatal a fazer o laudo técnico de perfil de tráfego. Não veio em 5 dias, demorou mais de 10, mas o problema não foi a demora da resposta, mas a resposta em si. Me informaram simplesmente na conclusão do tal laudo que “Conforme dados apresentados no presente laudo técnico , atestamos que as chamadas foram originadas/recebidas nas datas e horários indicados acima e trafegaram pelos equipamentos de registro de faturamento de chamadas, que, frise-se , são anualmente auditados e certificados pelo ABNT em atenção ao artigo 18 do Regulamento do STFC, aprovado pela Resolução no. 426/2005 de 9/12/2005 da Anatel”.
Viram só? Simples assim. Me convenceram que sou mesmo uma anta, porque eu estava em casa, peguei meu fixo , mandei a mulher ,que estava no quarto , ligar pra mim na sala e alí ficamos conversando durante 2 horas e 20 minutos. Que maravilha essa Embratel e essas operadoras , no caso a Net. Mas sei de fatos ainda mais irritantes do que esse que aconteceram com pessoas de minhas relações que assinam pacotes de outras operadoras. Enfim, meus caros , quem se sentir lesado pelo sistema de telefonia, não chame o Procon, chame o Chico Buarque, que ele canta no ouvido de cada um de vocês:

Nenhum comentário: